ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for discussion Cadastre-se para interagir em nossos fóruns de ativos e discutir com investidores ideias semelhantes.

Momento Cripto (25/10): Polygon lança POL na Ethereum mainnet, Vodafone e Chainlink impulsionam comércio, e mais

LinkedIn

O Bitcoin encosta em US$ 35 mil na quarta-feira e previsões ousadas para final de 2023

O Bitcoin (COIN:BTCUSD) experimentou um notável aumento na semana passada devido a notícias sobre ETFs que se revelaram enganosas. O fato de o preço não ter recuado após a correção das notícias sugere que outros fatores impulsionam o aumento, como investidores buscando refúgio devido a desvalorização de moedas fiduciárias, tensões globais e dívidas crescentes. O Bitcoin recentemente atingiu US$ 35.000, impulsionando o sentimento entre os investidores. Grandes gestores de ativos também estão promovendo o Bitcoin como uma “fuga para a qualidade”. Problemas no sistema bancário nos EUA e na China também podem estar influenciando. Embora as expectativas de um ETF tenham desempenhado um papel, o Bitcoin parece estar sendo impulsionado por uma combinação de fatores. A empresa de comércio de criptomoedas Matrixport, fundada por Wu Jihan, cofundador da Bitmain, reafirmou sua previsão de que o Bitcoin atingirá US$ 45.000 até o final de 2023. A Matrixport acredita que seu processo de investimento sólido sustenta sua ousada previsão. Fernando Pereira, analista da Bitget, disse via mensagem à ADVFN na quarta-feira que “embora eu mantenha a crença em metas mais elevadas para o final do ano, como US$ 38 mil dólares, é provável que o Bitcoin, nesta semana, opte por uma correção, testando seu último topo de US$ 32 mil dólares como suporte, antes de retomar sua trajetória ascendente“.

Polygon Labs lança contrato do token POL na rede Ethereum mainnet para impulsionar o ecossistema Polygon 2.0

A Polygon Labs (COIN:MATICUSD) implementou o contrato do seu novo token POL na rede principal Ethereum (COIN:ETHUSD). O POL é um token altamente produtivo destinado a substituir o MATIC e desempenhar um papel importante na próxima atualização Polygon 2.0. O POL permitirá a validação em várias cadeias de Layer 2 e várias funções, fortalecendo o ecossistema. A atualização não afeta as redes Polygon Proof of Stake (PoS) ou Polygon Zero-Knowledge Ethereum Virtual Machine (EVMs). A atualização POL prepara o terreno para avanços adicionais, incluindo uma nova camada de piquetagem e interoperabilidade avançada.

Pesquisador de segurança da Ethereum Foundation mantém rede à prova de falhas

David Theodore, pesquisador de segurança na Ethereum Foundation, inicia seu dia monitorando a estabilidade do Ethereum, o maior blockchain de contratos inteligentes do mundo. Ele e sua equipe buscam identificar e corrigir vulnerabilidades antes que hackers o façam. O Ethereum (COIN:ETHUSD) é fundamental para um sistema financeiro global descentralizado e digital. Essa equipe de segurança desempenha um papel crucial na sua integridade, usando técnicas como “fuzzing” para proteger a rede. O Ethereum cresceu rapidamente e sua segurança é vital à medida que mais valor é agregado à rede.

Capitalização de mercado do BUSD despenca 90% desde o seu pico histórico

A capitalização de mercado da Binance USD (COIN:BUSDUSD) caiu para cerca de US$ 2 bilhões, uma redução de 90% em relação ao recorde de US$ 23,49 bilhões em 15 de novembro de 2022. A queda coincidiu com a ação regulatória da SEC e do Distrito de Serviços Financeiros de Nova York contra o emissor, Paxos, no início de 2023. Enquanto isso, a stablecoin First Digital USD (COIN:FDUSDUST) ganha terreno com um valor de mercado de mais de US$ 470 milhões, lançada pelo First Digital Group, sediado em Hong Kong. A Binance está incentivando a conversão de BUSD em FDUSD, enquanto Binance e Paxos estão gradualmente eliminando o suporte ao BUSD, após a suspensão da cunhagem de novas moedas estáveis pela Paxos e ação da SEC. O BUSD continuará a ser suportado pelo Paxos até pelo menos fevereiro de 2024.

Vodafone demonstra utilidade do blockchain no comércio em parceria com Chainlink

A Vodafone (NASDAQ:VOD) realizou uma prova de conceito em colaboração com a Chainlink Labs, Sumitomo Corporation e InnoWave, demonstrando a aplicação do blockchain no comércio. A prova de conceito abordou desafios no ecossistema global de comércio de US$ 32 trilhões, usando dispositivos autônomos para produzir informações traduzíveis para apoiar processos comerciais. A interoperabilidade foi fornecida pelo protocolo CCIP da Chainlink, permitindo a troca de dados e tokens entre blockchains públicos e privados. A Vodafone DAB também se juntou à rede Chainlink como operadora de nó. A notícia impulsionou o token LINK da Chainlink (COIN:LINKUSD), que subiu 7,5% nas 24 horas seguintes.

IOG recruta ex-executivos da Algorand para projeto de stablecoin na Cardano

A Input Output Global (IOG), por trás da Cardano (COIN:ADAUSD), nomeou Sean Ford e David Markley, ex-executivos da Algorand (COIN:ALGOUSD), para liderar seu novo projeto de stablecoin, sem revelar detalhes adicionais. O CEO da IOG, Charles Hoskinson, destacou a importância do projeto para desenvolver soluções de pagamento na indústria blockchain.

BlackRock multada por divulgação incorreta de investimentos

A SEC dos EUA aplicou uma multa de US$ 2,5 milhões à BlackRock Advisors por fornecer informações imprecisas sobre seus investimentos no Aviron Group, uma empresa do setor de entretenimento. Os relatórios da BlackRock (NYSE:BLK) classificaram erroneamente a Aviron e apresentaram taxas de juros incorretas. A empresa reconheceu os erros em 2019 e fez correções posteriores. Paralelamente, o foco está na listagem e deslistagem recente do ETF Bitcoin da BlackRock na DTCC, gerando especulações na comunidade criptográfica.

Binance cria exchange em Hong Kong para buscar licença local

De acordo com o South China Morning Post, a Binance supostamente estabeleceu uma exchange de criptomoedas em Hong Kong com o objetivo de obter uma licença criptográfica local. A HKVAEX, criada em dezembro de 2022 pela maior exchange de criptomoedas do mundo, manifestou interesse em adquirir essa licença. Embora as duas entidades compartilhem recursos, a HKVAEX alega operar de forma independente. Hong Kong tem se esforçado para se tornar um importante centro criptográfico na Ásia, e a Binance, apesar dos desafios regulatórios, busca cumprir as regras locais onde opera.

Bitfinex Securities introduz oferta inovadora de títulos tokenizados

A Bitfinex Securities revelou sua primeira oferta de títulos tokenizados, denominada ALT2611, com uma taxa de cupom de 10% e duração de 36 meses. Esses títulos, emitidos em USDT, exploram a Blockstream Liquid, uma rede de liquidação baseada em sidechain do Bitcoin (COIN:BTCUSD). A iniciativa busca combinar as características das obrigações tradicionais com a flexibilidade da tecnologia blockchain, direcionando os investimentos para o apoio a microfinanças, pequenas instituições financeiras e empreendimentos ao longo da Rota da Seda, com foco em países como Itália, Romênia e Moldávia. O ALT2611 é vinculado às leis do Grão-Ducado do Luxemburgo, com investimento mínimo de 125.000 USDT, distribuição programada após uma semana e disponibilidade restrita para investidores dos EUA. A iniciativa é apoiada pela Mikro Kapital, que promove o desenvolvimento econômico por meio de investimentos de impacto em países emergentes.

Coinbase contesta ações da SEC, alegando excesso de autoridade regulatória

Em 24 de outubro, a Coinbase (NASDAQ:COIN) lançou acusações contra a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), argumentando que a SEC excedeu seus poderes ao classificar os ativos criptográficos listados em sua plataforma como valores mobiliários. A Coinbase afirma que a SEC está tentando ampliar sua autoridade ao redefinir o que constitui um valor mobiliário, indo contra normas e precedentes estabelecidos. A exchange também argumenta que nem todas as transações lucrativas devem ser consideradas valores mobiliários e que sua jurisdição deve se limitar a essas transações.

Desenvolvimentos cruciais no caso FTX: Depoimento de SBF, evidências de “declarações inconsistentes” e ofertas de recuperação

O advogado Mark Cohen anunciou que o ex-CEO da FTX, Sam “SBF” Bankman-Fried, testemunhará em sua própria defesa no processo legal. O julgamento pode durar até três dias, com previsão de encerramento até 31 de outubro. O tribunal também considera um veredicto especial, pois o caso envolve acusações de fraude eletrônica relacionada a clientes e confiança violada pelos réus. A equipe de defesa de Sam Bankman-Fried também solicitou ao juiz Lewis Kaplan a permissão para apresentar evidências de “declarações inconsistentes” feitas por ex-executivos da FTX, Gary Wang e Nishad Singh, durante o julgamento. Eles se concentrarão nas declarações relacionadas a conversões de stablecoin e ao recurso “permitir negativo”, buscando destacar diferenças entre suas declarações atuais e registros anteriores. A defesa também deseja que dois agentes do FBI testemunhem sobre notas de conversas que não coincidem com os depoimentos recentes, argumentando que isso afeta a credibilidade das testemunhas. Além disso, o banqueiro de investimentos Kevin Cofsky, da Perella Weinberg Partners, revelou que a FTX recebeu várias propostas para um possível reinício. Pelo menos três licitantes estão interessados na compra da plataforma, com uma decisão prevista para meados de dezembro, sujeita à aprovação do tribunal de falências de Delaware. A Nansen, uma empresa de análise de blockchain, tuitou na quarta-feira que milhões de dólares em tokens relacionados às carteiras das empresas falidas FTX e Alameda Research foram movidos para carteiras vinculadas à exchange de criptomoedas Binance.

Banco Central da Espanha apoia euro digital e privacidade financeira

O Banco de España se uniu a bancos centrais europeus ao discutir os benefícios do euro digital em um comunicado publicado em 19 de outubro. Destacando a importância da digitalização na economia, o banco enfatizou os pagamentos offline e níveis de privacidade equiparados ao dinheiro. A fase de preparação para o projeto do euro digital, iniciada em outubro, deve durar até 2025, mas ainda não foi tomada uma decisão final sobre sua emissão em toda a União Europeia.

Tendências e dicas para detectar Rug Pull em criptomoedas

Segundo um recente relatório da Blockchain Hacken sobre hacks de criptografia no terceiro trimestre de 2023, os investidores podem facilmente identificar o golpe Rug Pull em criptomoedas, pois esses golpes frequentemente compartilham características visíveis. Os rug pulls, nos quais as equipes promovem um token antes de retirar abruptamente a liquidez, dominaram os hacks, representando mais de 65% deles. O relatório destacou a facilidade de criar tais esquemas fraudulentos usando fábricas de tokens com comportamento semelhante. A Hacken aconselhou os investidores a verificar auditorias independentes de terceiros e a não confiar apenas no fato de um projeto ter sido auditado, enfatizando que o desejo de lucros rápidos muitas vezes leva a decisões impulsivas de investimento.

Hacker notório ligado a quadrilha russa de lavagem de dinheiro com Bitcoin

Denis Tokarenko, conhecido como Denis Katana, foi vinculado a uma quadrilha russa que usou Bitcoin (COIN:BTCUSD) para lavagem de dinheiro na Espanha. Katana é famoso por envolvimento em hacks e lavagem de dinheiro com Bitcoin. O grupo escolheu o Bitcoin devido à falta de controle estatal, e Tokarenko aconselhou sobre a compra de Bitcoin para ocultar transações financeiras. Ele e Maxim Khakimov, empresário russo, também tinham uma relação pessoal envolvendo transferências de dinheiro e gestão de investimentos. O terceiro trimestre de 2023 registrou um aumento acentuado em hacks e perdas de cerca de US$ 332 milhões em setembro, um recorde em explorações de criptomoedas.

Rymedi capta US$ 9 milhões em Série A

A empresa de saúde com tecnologia blockchain, Rymedi, levantou US$ 9 milhões em financiamento Série A, co-liderado por RW3 Ventures e White Star Capital, com participação da Blockchange Ventures, do Blizzard Fund da Avalanche e investidores anjos. A Rymedi usa blockchain para facilitar a transferência de registros médicos, planejando fortalecer a segurança dos dados, a acessibilidade aos registros de saúde e expandir na América do Norte, além de buscar oportunidades globais. A Série A eleva o financiamento total da empresa para US$ 13 milhões. Dois de seus líderes estratégicos ganharam assentos no Conselho da Rymedi.

Nocturne Labs capta US$ 6 milhões para desenvolver protocolo de privacidade on-chain

A Nocturne Labs levantou US$ 6 milhões em sua rodada inicial, liderada por Bain Capital Crypto e Polychain Capital, com participação de Vitalik Buterin e outros investidores. Os fundos financiarão o desenvolvimento do protocolo Nocturne, que trará contas privadas para blockchain público por meio de tecnologias como provas de conhecimento zero. O lançamento está previsto para novembro e competirá com outros protocolos de privacidade. A empresa se compromete a abordar as preocupações regulatórias enquanto busca garantir a privacidade no espaço criptográfico.

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br