ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for discussion Cadastre-se para interagir em nossos fóruns de ativos e discutir com investidores ideias semelhantes.

Ibovespa sobe 0,92%, registrando o melhor desempenho mensal em três anos

LinkedIn

O Ibovespa avançou 0,92%, atingindo 127.331,12 pontos no último pregão de novembro, registrando o melhor desempenho mensal em três anos. Os dados norte-americanos de inflação divulgados nesta quinta-feira (30) endossaram as expectativas de que o Federal Reserve não mais elevará as taxas de juros nos Estados Unidos.

O Índice Bovespa (Ibovespa), que reflete o desempenho médio das cotações das principais ações de empresas negociadas na BM&FBOVESPA, é formado pelas ações com maior volume negociado nos últimos meses.

Durante o mês de novembro, o Ibovespa registrou um aumento de 12,48%, marcando seu desempenho mais notável desde novembro de 2020, quando apresentou uma elevação de 15,9%. Ampliando a análise para todo o período desde o ano 2000, novembro de 2023 destaca-se como o terceiro melhor mês para o índice. Além disso, o indicador também registrou o recorde do ano, alcançando o maior nível desde junho de 2021, ao ultrapassar os 127 mil pontos.

Ao considerar os últimos 24 anos, a partir de 2000, é possível observar que em treze ocasiões o Ibovespa apresentou ganhos positivos em novembro, enquanto em onze registrou desempenho negativo. Em termos históricos, destaca-se que o pior novembro na amostra ocorreu em 2000, com uma queda significativa de -10,63%.

Estrategistas afirmam que a performance das ações brasileiras neste mês foi impulsionada principalmente pelas perspectivas de que o Federal Reserve encerrou o ciclo de aperto monetário, encontrando respaldo nos dados norte-americanos de inflação e do mercado de trabalho.

Esse cenário estimulou o fluxo de capital estrangeiro para a bolsa paulista, revertendo o resultado negativo dos três meses anteriores. Até o dia 28 de novembro, as compras de ações por estrangeiros superaram as vendas em 18 bilhões de reais, representando a maior entrada líquida em um mês de 2023 até o momento.

Nesta quinta-feira, o Departamento de Comércio dos EUA divulgou que o índice de preços PCE permaneceu estável em outubro, após alta de 0,4% no mês anterior, enquanto o núcleo do indicador registrou um acréscimo de 0,2% no mês passado, em comparação com 0,3% em setembro, confirmando as previsões de economistas.

Em 12 meses, o índice mostrou um aumento de 3%, a menor alta ano a ano desde março de 2021 e após 3,4% em setembro, enquanto o núcleo ficou em 3,5% em outubro, ante 3,7% no mês anterior.

O dólar à vista fechou em alta ante o real, em meio à disputa dos investidores para a formação da taxa Ptax no último dia de novembro e ao avanço da moeda norte-americana no exterior.  A moeda encerrou o dia cotada a 4,9154 reais na venda, em alta de 0,59%. Em novembro, no entanto, o dólar acumulou baixa de 2,48%.

As ações europeias atingiram uma máxima em mais de dois meses nesta quinta-feira, encerrando novembro em forte alta, após dados que mostraram queda na inflação nos Estados Unidos e na Europa, aumentando as apostas de que os bancos centrais em breve reduzirão as taxas de juros.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,55%, atingindo 461,61 pontos, marcando seu maior salto mensal desde janeiro, com o setor imobiliário e as ações de tecnologia registrando ganhos de 14,7% cada no mês.

Em Wall Street, o S&P 500 e o Dow Jones encerraram a sessão com alta de 0,38% e 1,47%, respectivamente. Enquanto isso, Nasdaq teve uma queda de 0,23%.

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/11/2023 1,69% 115.052,96 R$ 24,6 bilhões
 03/11/2023  2,70% 118.159,97 R$ 26,2 bilhões
06//11/2023 0,22%  118.431,25 R$ 18,4 bilhões
07/11/2023 0,71% 119.268,06 R$ 28,3 bilhões
08/11/2023 -0,08% 119.176,67 R$ 23,5 bilhões
09/11/2023 -0,12%  119.034,14 R$ 24,9 bilhões
10/11/2023 1,29% 120.568,14 R$ 23,6 bilhões
13/11/2023 -0,13% 120.410,17  R$ 18,9 bilhões
14/11/2023 2,29% 123.165,76 R$ 35,0 bilhões
16/11/2023 1,20% 124.639,24 R$ 34,3 bilhões
17/11/2023 0,11%  124.773,21  R$ 27,7 bilhões
20/11/2023 0,95% 125.957,06 R$ 23,2 bilhões
21/11/2023 -0,26%  125.626,03 R$ 22,6 bilhões
22/11/2023 0,33% 126.035,30 R$ 26,9 bilhões
23/11/2023 0,43% 126.575,75 R$ 14,9 bilhões
24/11/2023 -0,84%  125.517,27 R$ 17,0 bilhões
27/11/2023 0,17%  125.731,45 R$ 20,3 bilhões
28/11/2023 0,64% 126.538,32  R$ 21,9 bilhões
29/11/2023 -0,29% 126.165,64 R$ 22,3 bilhões
30/11/2023 0,92% 127.331,12 R$ 33,7 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

CIEL3: +7,51% a R$ 4,01
MGLU3: +6,38% a R$ 2,00
EMBR3: +5,69% a R$ 21,55
CYRE3: +3,98% a R$ 21,70
IRBR3: +3,70% a R$ 50,74

  • BAIXAS IBOVESPA

MRFG3: -6,25% a R$ 9,75
BRKM5: −5,87% a R$ 19,25
KLBN11: −3,33% a R$ 22,65
BRFS3: −3,18% a R$ 14,61
GGBR4: −2,37% a R$ 21,82

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  1. 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    Alupar (ALUP11)

    O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu pela manutenção do lote 6 no leilão de linhas de transmissão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Saiba mais…

    Assaí (ASAI3)

    A Assaí Atacadista afirmou, por meio de nota, que não será afetada com o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) que decidiu, mais cedo, que os Estados podem cobrar o diferencial da alíquota (Difal) do ICMS desde abril de 2022. Os ministros entenderam que o recolhimento não precisa respeitar o princípio da anterioridade anual (espera de um ano para incidência), apenas a nonagesimal (espera de 90 dias). Saiba mais…

    Braskem (BRKM5)

    A Defesa Civil de Maceió disse nesta quarta-feira que há “um risco iminente de colapso” de uma antiga mina de sal-gema da petroquímica Braskem, em uma área já desocupada. Saiba mais…

    A Braskem informou que foi intimada nesta quinta-feira, do deferimento de tutela de urgência requerida pelos autores em uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado de Alagoas e Defensoria Pública da União contra a companhia e o Município de Maceió (AL), em razão do afundamento do solo causado pela atividade extrativa da companhia. O valor atribuído à causa pelos autores da ação é de R$ 1 bilhão. Saiba mais…

    BR Properties (BRPR3)

    A BR Properties aprovou o resgate de 446.231 ações ordinárias, todas de titularidade da sua única acionista titular de 100% do capital social da Companhia, pelo valor total de R$ 52.075.157,70, equivalente a R$ 116,70 por ação resgatada. Saiba mais…

    CCR (CCRO3)

    O Grupo CCR, maior empresa de infraestrutura de mobilidade do Brasil, lançou a Taskforce CCR COP-30, iniciando formalmente sua jornada de preparação para a 30ª edição da Conferência das Partes (COP) sobre Mudanças Climáticas, da Organização das Nações Unidas, a ser realizada em Belém (Pará), em 2025. Saiba mais…

    CSN (CSNA3)

    A CSN Resources, controlada da CSN, iniciou, uma oferta de recompra no exterior de todos Senior Unsecured Guaranteed Notes de 7,625%, com vencimento em 2026, emitidos pela CSN Resources, em circulação no mercado internacional, no valor de US$ 300 milhões. Saiba mais…

    Embraer (EMBR3)

    A Porter Airlines exerceu seus direitos de compra para fazer um novo pedido firme de 25 jatos E195-E2. Saiba mais…

    A Embraer e a Netherlands Industries for Defense & Security (NIDV) assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) durante a 34ª Exposição NIDV para Defesa e Segurança (NEDS 2023). A assinatura do MoU é um elemento-chave no relacionamento estratégico desenvolvido entre a Embraer e a Holanda e inclui iniciativas já em curso, associadas ao C-390 Millennium e ao A-29 Super Tucano. Saiba mais…

    GetNinjas (NINJ3)

    Três meses depois do início da disputa entre o fundador da GetNinjas e seus principais acionistas, a companhia tem um novo CEO. Saiba mais…

    Klabin (KLBN11)

    A Klabin divulgou suas estimativas de investimentos para o ano fechado de 2023 e também para 2024. A empresa estima investimentos totais de R$ 4,5 bilhões neste ano e R$ 4,5 bilhões em 2024. Saiba mais…

    Moura Dubeux (MDNE3)

    A Moura Dubeux informou o encerramento do Contrato de Prestação de Serviços de Formador de Mercado celebrado com Credit Suisse. O referido contrato teve início em 13 de abril de 2020 e se encerra em 29 de novembro de 2023. Saiba mais…

    Natura & Co. (NTCO3)

    A fabricante de cosméticos inaugura o centro de inovação global Avon Brasil, que ficará no mesmo edifício do centro de inovação da Natura em Cajamar (SP), e substituirá uma unidade em Nova York.

    A Natura informou que Angela Cretu deixará o cargo de Presidente da Diretora Executiva (Chief Executive Officer – CEO) da Avon Products, Inc. (API) após 25 anos na companhia. A renúncia se tornará efetiva a partir de 1º de janeiro de 2024. Saiba mais…

    Oncoclínicas (ONCO3)

    O maior grupo dedicado ao tratamento de câncer na América Latina deve se expandir de forma orgânica nos próximos dois anos, evitando fusões e aquisições, disseram executivos.

    Petrobras (PETR3/PETR4)

    Ainda que a conclusão do encontro já seja esperada pelo mercado, os investidores de Petrobras ficarão de olho na Assembleia Geral Extraordinária (AGE) dos detentores de ações da estatal, que ocorre nesta quinta-feira (30) às 14h (horário de Brasília). Saiba mais…

    O diretor de Transição Energética e Sustentabilidade da Petrobras, Maurício Tolmasquim, defendeu a descarbonização da matriz energética brasileira e destacou o potencial da empresa na captura C02, em sua participação em evento da “CNN”, sobre os temas que serão discutidos na Conferência do Clima das Nações Unidas (COP28), realizado nesta terça-feira (28), em São Paulo (SP). Saiba mais…

    Uma decisão do ministro Jorge Oliveira (TCU) limita eventual alteração de estatuto da Petrobras sobre indicações a ser debatida hoje durante AGE da empresa. Saiba mais…

    A União, principal acionista da Petrobras, votou por determinar como conflito de interesse somente em termos previstos pela Lei das Estatais (13.303/2016) na Assembleia Geral Extraordinária (AGE), dizem fontes do Valor a par do tema. Saiba mais…

    Rumo (RAIL3)

    A Rumo informou que o Tribunal de Contas da União (TCU) emitiu uma manifestação favorável sobre a proposta da companhia para revisão de contrato da malha ferroviária paulista operada pela empresa. Saiba mais…

    Sabesp (SBSP3)

    Com pressa para aprovar a Projeto de Lei (PL) que trata sobre a privatização da Sabesp, a base do governo conseguiu, durante reunião do Colégio de Líderes da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), nesta quarta-feira, 29, que fosse adiantado em um dia o início das discussões envolvendo o PL. Na próxima segunda-feira, 4, às 16h30, uma sessão extraordinária dará início, em plenário, ao debate sobre a desestatização da companhia de saneamento. Saiba mais…

    TIM (TIMS3)

    A TIM São Paulo está com novo diretor comercial, Luiz Gustavo Tozo. Paulista, ele liderava o canal Massive Channel da TIM Brasil, no Rio de Janeiro, e aceitou o desafio para estar à frente da área de vendas no estado de São Paulo. Fábio Reis, diretor comercial anterior, assume a diretoria de High End Channels. Saiba mais…

    Vale (VALE3)

    A Vale informou que o Hinrich Oldendorff, construído em 2016 com capacidade para 209 mil toneladas, foi carregado com o biocombustível em Cingapura em 16 de outubro, na viagem de lastro para o Brasil. Saiba mais…

    (Com informações da Forbes Money e Momento B3)

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br