ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for discussion Cadastre-se para interagir em nossos fóruns de ativos e discutir com investidores ideias semelhantes.

Petróleo fecha em forte queda, com demanda voltando ao foco

LinkedIn

As cotações do petróleo fecharam em queda pela segunda semana consecutiva. A diminuição do prêmio de risco do conflito Israel-Hamas jogou o foco dos investidores para a demanda, que tem dado sinais de fraqueza.

Os preços chegaram a subir hoje, mas devolveram os ganhos depois que o líder do Hezbollah, apoiado pelo Irã, disse, em sua primeira declaração oficial, que nada sabia sobre o ataque de 7 de outubro, reforçando a visão de que a guerra não deve se espalhar para outros países da região.

O payroll abaixo do esperado derreteu o dólar, o que sempre é bom para as commodities, mas desta vez esse suporte ficou em segundo plano. No front da demanda, os estoques de petróleo dos EUA aumentaram na semana passada, e a atividade fabril na China, o maior importador global de petróleo bruto, voltou a contrair no mês passado, levantando mais dúvidas sobre a economia do país.

Enquanto isso, os investidores esperam para ver se a Arábia Saudita vai manter seus preços estáveis nas próximas semanas e se vai confirmar a redução na oferta de 1milhão de bpd para dezembro.

No fechamento, o contrato Brent (CCOM:OILBRENT) para janeiro caiu 2,25%, a US$ 84,89 por barril, na ICE. O WTI (CCOM:OILCRUDE) para dezembro recuou 2,36%, a US$ 80,51 por barril, na Nymex. Na semana, o Brent recuou 4,83%, o WTI cedeu 5,88%.

Deixe um comentário