ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for charts Cadastre-se para gráficos em tempo real, ferramentas de análise e preços.

Arkhouse e Brigade Capital propõem compra da Macy's Inc. por US$ 5,8 Bilhões

LinkedIn

Arkhouse Management e Brigade Capital Management fizeram uma proposta para adquirir a conhecida varejista Macy’s Inc. (NYSE:M) por um valor de 5,8 bilhões de dólares, de acordo com a CNBC no domingo (10).

A Macy’s Inc. também é negociada na B3 através da BDR (BOV:MACY34).

A proposta de compra coloca o valor da Macy’s em 21 dólares por ação, uma valorização significativa considerando que as ações da empresa fecharam a mais de 17 dólares na última sexta-feira. Esse valor representa uma queda aproximada de 17% desde o início do ano.

Com foco em investimentos imobiliários, a Arkhouse, em conjunto com a Brigade Capital, especializada em gestão de ativos, está aberta a aumentar sua oferta após uma análise mais aprofundada, conforme indicado pelas fontes. Essa disposição surge mesmo com as ações já estando cotadas acima do valor de mercado, evidenciando o desafio da Macy’s em competir com varejistas online.

A Macy’s tem implementado estratégias para revitalizar suas lojas físicas, incluindo a abertura de 30 novos locais em shoppings, numa tentativa de se diferenciar dos shoppings tradicionais. Apesar desses esforços, as vendas da empresa sofreram uma queda de 7% em comparação ao ano anterior.

Embora tenha havido um leve otimismo com os resultados recentes superando as previsões de Wall Street, o aumento nas vendas deve-se principalmente às marcas próprias da Macy’s Inc., como Bloomingdale’s e Bluemercury, e não à própria rede Macy’s.

Com a queda nas vendas e a intensa competição não só de varejistas online emergentes, mas também de marcas que optam por vender diretamente aos consumidores, a Macy’s se tornou um alvo atraente para aquisição. Este cenário é semelhante ao que a Kohl’s enfrentou em 2022, quando recebeu várias ofertas de compra consideradas por ela como subvalorizadas.

Os varejistas em geral têm enfrentado desafios em 2023 devido à instabilidade das taxas de juros e à alta inflação, que afetam o poder de compra dos consumidores. Ainda assim, as compras online demonstraram resiliência, especialmente durante eventos como a Black Friday e a Cyber Monday. Contudo, ainda é incerto o impacto que a temporada de festas de fim de ano terá no setor, dado que muitos varejistas expressaram previsões cautelosas para o quarto trimestre.

Deixe um comentário