ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for charts Cadastre-se para gráficos em tempo real, ferramentas de análise e preços.

BlackRock oferece desconto de 30% em complexo de escritórios em Xangai em meio a mercado imobiliário lento

LinkedIn

A BlackRock Inc. (NYSE:BLK), uma das maiores gestoras de ativos do mundo, está enfrentando os desafios do mercado imobiliário em desaceleração de Xangai, oferecendo um desconto substancial na venda de um complexo de escritórios na cidade. Segundo a Bloomberg, a empresa sediada em Nova York está buscando vender a propriedade com uma redução de cerca de 30% em relação ao seu valor de aquisição.

A BlackRock também é negociada na B3 através da BDR (BOV:BLAK34).

A venda em questão envolve um complexo no noroeste de Xangai, adquirido pela BlackRock em 2018. A aquisição original, feita de PGIM Real Estate, incluiu duas torres em Waterfront Place por um valor reportado de 1,2 bilhão de yuans (equivalente a cerca de 167 milhões de dólares americanos). Essas torres, localizadas no distrito comercial de Chang Feng, abrangem uma área total de 27.805 metros quadrados e são parte de um fundo gerido pela equipe de investimento imobiliário da BlackRock.

Este movimento da BlackRock reflete uma tendência mais ampla de declínio no mercado imobiliário comercial chinês, especialmente em Xangai. Outros investidores institucionais também estão se afastando do segmento de escritórios, influenciados por uma economia enfraquecida e um excesso de oferta que tem pressionado o setor. Além disso, a redução global na demanda por ativos de escritórios e a queda nos aluguéis tornam essas propriedades menos atrativas para investidores em potencial.

De acordo com a Colliers International Group Inc., os aluguéis de escritórios em Xangai atingiram seu ponto mais baixo em quase uma década no último trimestre e podem continuar a cair devido a um aumento no fornecimento. Além disso, os dados da Colliers mostram que os escritórios de alto padrão em Pequim e Xangai foram negociados a taxas de capitalização de cerca de 5% no último trimestre, as mais elevadas em mais de uma década, o que indica uma desvalorização nos valores imobiliários.

A BlackRock, que começou a investir em imóveis comerciais na China há menos de uma década, buscando aumentar sua exposição a escritórios e centros comerciais em cidades de primeiro e segundo nível, enfrenta agora um ambiente de mercado desafiador. Antes da aquisição do complexo em Waterfront Place, a empresa comprou uma torre de escritórios no centro de Xangai por 1,37 bilhão de yuans em 2017. A decisão atual de vender a propriedade com desconto reflete as mudanças nas condições de mercado e na estratégia de investimento imobiliário da empresa.

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente