ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Google pausa ferramenta de IA para corrigir representações históricas inexatas

LinkedIn

O Google anunciou recentemente uma pausa em sua inovadora ferramenta de IA, Gemini, especializada na criação de imagens de figuras históricas, devido a preocupações com a precisão de suas representações. Esta decisão marca um desafio significativo na jornada da gigante da tecnologia, pertencente ao grupo Alphabet (NASDAQ:GOOGL), em sua corrida para competir com os avanços da OpenAI e da Microsoft no campo da inteligência artificial. A ferramenta Gemini AI do Google, lançada no início do mês, enfrentou críticas por parte dos usuários em plataformas de mídia social que apontaram imprecisões nas imagens históricas geradas pelo modelo.

A Alphabet também é negociada na B3 através da BDR (BOV:GOGL34).

A empresa reconheceu as limitações do Gemini em produzir representações fidedignas do passado e está trabalhando ativamente para aprimorar a precisão do modelo. Esta não é a primeira vez que o Google enfrenta obstáculos relacionados à precisão de informações em suas ferramentas de IA; o lançamento do chatbot generativo Bard também foi marcado por desafios similares.

O Google está empenhado em refinar os recursos de seu modelo Gemini para oferecer resultados que respeitem a complexidade e as nuances dos contextos históricos.

Esta pausa reflete o compromisso da empresa em garantir que suas inovações em IA sejam tanto avançadas quanto confiáveis, reafirmando a importância da precisão e da responsabilidade no desenvolvimento de tecnologias de inteligência artificial.

Deixe um comentário