ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for charts Cadastre-se para gráficos em tempo real, ferramentas de análise e preços.

Ibovespa cai 0,79%, reagindo aos dados do CPI e ajustes de expectativas sobre juros nos EUA

LinkedIn

O Ibovespa encerrou o pregão desta quarta-feira (14) em queda, em reação aos dados de inflação dos Estados Unidos que vieram acima do esperado. Numa sessão com horário reduzido e liquidez baixa, o índice teve uma desvalorização de 0,79%, aos 127.018,29 pontos.

O Índice Bovespa (Ibovespa), que reflete o desempenho médio das cotações das principais ações de empresas negociadas na BM&FBOVESPA, é formado pelas ações com maior volume negociado nos últimos meses.

Na terça-feira, com os mercados fechados no Brasil, o governo americano informou que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu 3,1% em base anual em janeiro, superando as expectativas dos economistas do mercado, que esperavam um aumento de 2,9%.

O mercado operou em movimento de ajuste após o recuo de ontem no mercado americano, associado a dados de inflação acima das expectativas nos Estados Unidos, enquanto os índices americanos se recuperaram com ajuda de falas da secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen.

“A divulgação do CPI nos EUA ontem, que veio acima das expectativas, corrobora a visão do Fed de que eles provavelmente ainda não estariam confortáveis para iniciar o corte de juros na reunião de março”, pontuou Daniel Leal, estrategista de renda fixa da BGC Liquidez, em análise enviada a clientes.

Em uma sessão mais curta, iniciada às 13h em função da Quarta-Feira de Cinzas, o dólar à vista fechou o dia cotado a 4,9727 reais na venda, em alta de 0,27%. Em fevereiro, a moeda acumula alta de 0,69%.

Em Nova York, os principais índices acionários encerraram em alta, após declarações de membros do Federal Reserve e da chefe do Tesouro que amenizaram preocupações entre os investidores causadas pelos dados de inflação acima do esperado.

O Dow Jones, S&P500 e o Nasdaq 100 encerraram em alta de 0,40%, 0,96% e 1,30%, respectivamente.

O mercado recuperou parte das perdas de ontem com apoio do discurso da secretária do Tesouro, Janet Yellen, que disse que os dados recentes sobre a inflação ao consumidor foram “um pouco mais altos” do que o esperado, mas que os participantes do mercado devem se concentrar em declínios de longo prazo nas tendências da inflação e na economia forte.

“É um tremendo erro se concentrar em pequenas flutuações e não enxergar as tendências de longo prazo. E a tendência aqui é que a inflação está caindo de forma decisiva”, disse Yellen.

Mais cedo, o presidente do Fed de Chicago, Austan Goolsbee, fez discurso sinalizando na mesma linha de Yellen, e disse que o Fed está no caminho certo para levar a inflação de volta à sua meta de 2%, mesmo que os aumentos dos preços sejam um pouco mais intensos do que o esperado nos próximos meses.

No âmbito corporativo, destaque para as ações da Uber, negociadas na NYSE, que subiram 11,23%, após a companhia anunciar o primeiro programa de recompra de ações de sua história.

Na ponta oposta, as ações da Kraft Heinz, negociadas na Nasdaq, recuaram 4,86%, após ela divulgar lucro de US$757 milhões no quarto trimestre, queda de 14,9% na comparação anual. A companhia americana somou receitas de US$6,86 bilhões entre outubro e dezembro, redução de 7% sobre o mesmo período de 2022.

Na Europa, as ações recuperaram terreno nesta quarta-feira, depois que a inflação no Reino Unido veio mais fraca do que o esperado, impulsionando as expectativas de cortes iminentes na taxa de juros pelo Banco da Inglaterra. O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,50%, atingindo 485,24 pontos, após uma queda de 1% na sessão anterior.

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/02/2024 0,57% 128.481,02  R$ 23,7 bilhões
02/02/2024 -1,01%  127.182,25  R$ 23,7 bilhões
05/02/2024 0,32%  127.593,49 R$ 19,5 bilhões
06/02/2024 2,21% 130.416,31 R$ 27,2 bilhões
07/02/2024 -0,35% 129.949,90  R$ 27,9 bilhões
08/02/2024 – 1,33% 128.216,92 R$ 26,3 bilhões
09/02/2024 – 0,15% 128.025,70 R$ 23,6 bilhões
14/02/2024 -0,79%  127.018,29 R$ 40,8 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

ALPA4: +3,02% a R$ 8,88
VIVT3: +1,55% a R$ 54,49
NTCO3: +1,27% a R$ 16,70
BBAS3: +1,35% a R$ 58,35
PETZ3: +0,57% a R$ 3,55

  • BAIXAS IBOVESPA

RDOR3: -5,22% a R$ 26,35
ENEV3: −3,82% a R$ 12,34
SLCE3: −3,28% a R$ 18,57
LWSA3: −2,33% a R$ 5,46
BEEF3: −3,05% a R$ 6,35

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  1. 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    Agrogalaxy (AGXY3)

    A AgroGalaxy Participações informou que, “de maneira preventiva”, está discutindo com os credores relevantes titulares dos Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) da 79ª emissão (séria única) e da 82ª emissão (1ª, 2ª e 3ª séries), potencial dispensa relativa ao cumprimento do índice financeiro (Dívida Líquida / Ebitda) contratualmente estabelecido pelas partes. Saiba mais…

    Caixa Seguridade (CXSE3)

    A Caixa Seguridade Participações divulgou o relatório de desempenho mensal, contendo informações sobre a performance comercial de seus produtos de seguros, de previdência e de capitalização no mês de dezembro de 2023. Saiba mais…

    CCR (CCRO3)

    A CCR informou que o tráfego total em janeiro de 2024 cresceu 5,2%, frente a igual mês de 2023. Nas concessões de mobilidade urbana, a CCR registrou aumento de 6% no movimento de janeiro de 2024 em relação ao mesmo mês de 2023. Saiba mais…

    Cosan (CSAN3)

    A Cosan informou a renúncia de Dan Iochpe ao cargo de membro efetivo do Conselho de Administração da Companhia, após completar um ciclo de 10 anos no Conselho.

    Embraer (EMBR3)

    A Embraer anunciou a adesão ao “Sustainable Flight Fund”, iniciativa da United Airlines Ventures (UAV), criado para impulsionar o fornecimento e disponibilidade de combustível de aviação sustentável (SAF), por meio de investimentos em startups inovadoras. Saiba mais…

    Engie (EGIE3)

    A agência de classificação de risco Fitch Ratings reafirmou o Rating Nacional de Longo Prazo da Engie Brasil Energia em ‘AAA(bra)’ e, em escala global os IDRs (Issuer Default Ratings) de Longo Prazo em moedas estrangeira em ‘BB+’ (BB mais) e local em ‘BBB-‘ (BBB menos). Todos os ratings foram reafirmados com perspectiva estável. Saiba mais…

    Ferbasa (FESA3/FESA4)

    A Ferbasa assinou o Termo de Fechamento do Contrato de Compra e Venda de Ações, no valor de R$ 37,8 milhões de, para a aquisição de 45% de participação na Sociedade NK 232, empresa do grupo Auren Energia. Saiba mais…

    Gol (GOLL4)

    A Justiça norte-americana adiou para 28 de fevereiro, às 12h (horário de Brasília), a audiência para dar a decisão final sobre o empréstimo Debtor-in-Possession (DIP) de US$ 950 milhões da Gol, informa o Broadcast. Saiba mais…

    Grupo GPS (GGPS3)

    O Grupo GPS informou que, foi concluída a aquisição, pela Graber Sistemas de Segurança, controlada da Companhia, da totalidade das quotas de emissão das sociedades Invictus Serviços de Terceirização de Mão de Obra Ltda. e Invictus Segurança Ltda.

    Petrobras (PETR3/PETR4)

    A Petrobras deve finalizar o retorno da Refinaria Landulpho Alves – Mataripe (RLAM), na Bahia, à estatal brasileira até o fim deste semestre, afirmou o presidente da estatal, Jean Paul Prates, em publicação no X (ex-Twitter) nesta terça-feira, 13. Saiba mais…

    PRIO (PRIO3)

    A Prio divulgou a emissão de R$ 2 bilhões em debêntures, divididas em duas séries, a primeira série no valor de R$ 800 milhões e a segunda de R$ 1,2 bilhão. Saiba mais…

    Simpar (SIMH3)

    A Simpar aprovou o aumento do capital social da Companhia no valor total R$ 1,00 e a emissão de 34.632.624 novas ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal. Saiba mais…

    (Com informações da Forbes Money, TC Mover e Momento B3)

Deixe um comentário