ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Momento Cripto: Fusão de tokens de inteligência artificial, lançamento do ETF ‘DEFI' da Hashdex, e últimas notícias

LinkedIn

Indicadores positivos acenam para potencial alta do Bitcoin

O Bitcoin (COIN:BTCUSD) exibe indícios animadores de uma iminente tendência de alta. Uma das provas disso é o incremento no número de carteiras com mais de 1.000 BTC e a diminuição do estoque na Coinbase, alcançando seu patamar mais baixo desde 2018. Esses elementos, aliados à acumulação por parte das “baleias” e a um ajuste positivo nas médias móveis exponenciais, indicam uma marcante tendência ascendente. A escassez de Bitcoins na Coinbase, combinada com o interesse ampliado de investidores de grande porte, pode antecipar um expressivo aumento no valor do Bitcoin, abrindo caminho para a definição de novos recordes de preço.

Ademais, Fernando Pereira, analista na Bitget, comentou sobre a recente superação do Bitcoin de uma configuração de baixa, mirando sua máxima histórica. Ele mencionou: “O Bitcoin superou uma formação de baixa e agora busca atingir seu pico histórico, com $50 milhões em posições prestes a serem liquidadas. Embora pareça um volume considerável, é relativamente modesto diante da atual baixa liquidez do mercado, o que evidencia um decréscimo no interesse e sugere um período de consolidação.” No momento da escrita, o Bitcoin caía -1,95%, abaixo da marca de 69.000.

Terça-feira marcou alto fluxo em ETFs de Bitcoin à vista

Em 26 de março, Dados da BitMEX apontam para um influxo recorde em ETFs de Bitcoin, marcando o maior dia de entradas desde 13 de março, totalizando US$ 418 milhões ou 5.986,1 BTC. O ETF da Fidelity (AMEX:FBTC) liderou com US$ 279,1 milhões em entradas, equivalente a 3.997,2 BTC, continuando sua tendência positiva e elevando o total para US$ 7,49 bilhões ou 140.883 BTC. O ETF da BlackRock (NASDAQ:IBIT) também viu um aumento significativo com US$ 162,2 milhões em entradas, enquanto a Grayscale Bitcoin Trust (AMEX:GBTC) experimentou saídas de US$ 212,3 milhões. O setor de ETF de Bitcoin mantém um fluxo saudável com entradas líquidas anuais de US$ 11,7 bilhões ou 206.659 BTC.

Lançamento de ETF de Bitcoin “DEFI” da Hashdex atrai interesse inicial

A quarta-feira marca o início das negociações do ETF de Bitcoin à vista da Hashdex (AMEX:DEFI) nos mercados americanos, sinalizando um forte interesse inicial. A Hashdex, em parceria com a Tidal Investments, reformulou o antigo ETF de futuros de Bitcoin para se concentrar mais diretamente em Bitcoin físico, seguindo o Nasdaq Bitcoin Reference Price. Com uma estratégia que envolve manter 95% em Bitcoin físico e o restante em futuros de Bitcoin e dinheiro, a Hashdex e a Tidal esperam liderar com uma oferta inovadora em um mercado já competitivo.

GSR reajusta expectativas para aprovação de ETF de Ethereum pela SEC

A GSR, companhia do setor de criptomoedas, revisou para baixo a chance de a SEC aprovar um ETF de Ethereum à vista em maio para 20%, um declínio acentuado dos 75% previstos em janeiro. Brian Rudick, analista da GSR, apontou para a aparente falta de ação por parte da SEC, uma investigação em curso sobre a classificação do Ether como um ativo financeiro, e pressões políticas contra novos ETFs de criptoativos como razões para o ajuste. Rudick agora prevê que a aprovação de um ETF de Ethereum pode se estender até 2025-2026, possivelmente envolvendo processos judiciais. No momento da escrita, o Ethereum (COIN:ETHUSD) estava em baixa de -2,95% nas últimas 24 horas, cotado em US$ 3.481,09.

Fusão de tokens na aliança de IA entre Fetch.ai, SingularityNET e Ocean Protocol

Fetch.ai (COIN:FETUSD), SingularityNET (COIN:AGIXUSD) e Ocean Protocol (COIN:OCEANUSD), três pioneiros em blockchain e IA, estão unindo forças em uma proposta de fusão de tokens, criando a Artificial Superintelligence Alliance (ASI). Essa colaboração visa consolidar os tokens em uma única entidade ASI, impulsionando suas valorações e promovendo um avanço na pesquisa e desenvolvimento de IA. O anúncio gerou um aumento significativo nos preços dos tokens, destacando o potencial de uma infraestrutura de IA descentralizada e escalável. A proposta de fusão será submetida à votação das comunidades respectivas, com o objetivo de formar um gigante da IA de código aberto.

Near Foundation introduz protocolo de assinaturas em cadeia para acessar múltiplas blockchains

A Near Foundation (COIN:NEARUSD) revelou o Chain Signatures, um protocolo revolucionário que permite aos usuários assinar transações em diversas blockchains usando uma única conta Near. Esse sistema, operante na testnet Near e com lançamento previsto na mainnet em maio, aproveita uma rede de computação multipartidária (MPC) e a proteção de validadores da Near. Além de ampliar os casos de uso para finanças descentralizadas, o Chain Signatures também oferece suporte a várias blockchains, incluindo Ethereum e Bitcoin, eliminando a necessidade de tokens específicos de cada rede para transações.

Coinbase prepara defesa após decisão parcial da SEC e amplia uso de Base para custódia de saldo USDC

Paul Grewal, da Coinbase Global (NASDAQ:COIN), expressou prontidão para enfrentar o processo da SEC, apesar de uma decisão mista que reconheceu parcialmente as alegações contra a empresa, mas descartou as acusações relacionadas à sua carteira de criptomoedas. “Estávamos preparados para isso e esperamos descobrir mais sobre as opiniões internas da SEC e as discussões sobre a regulamentação das criptomoedas.”, disse Grewal. Essa determinação judicial afetou negativamente as ações da plataforma nas negociações de quarta-feira, sinalizando a contínua tensão regulatória no setor de criptoativos. A Coinbase agora se arma para argumentar sua posição em etapas futuras, evidenciando a complexa dinâmica regulatória enfrentada pelas criptomoedas.

Em outras notícias relacionadas, a Coinbase anunciou planos para transferir uma maior porção dos saldos USDC de clientes e corporativos para o Base, uma solução Ethereum Layer 2 desenvolvida pela própria empresa. A iniciativa visa reduzir custos e acelerará liquidações sem afetar a experiência dos usuários. A estratégia é parte de um movimento maior para operações on-chain, com expectativa de que outras companhias sigam esse caminho. Enquanto isso, a Base observou um aumento significativo no valor total bloqueado (TVL), superando US$ 1 bilhão recentemente, refletindo a crescente adoção e atividade na rede.

KuCoin enfrenta fuga de US$ 1 bilhão após acusações nos EUA

A KuCoin experimentou um êxodo de aproximadamente US$ 1 bilhão em ativos criptográficos em apenas 24 horas, com uma redução de 20% nos ativos sob sua gestão. Esse movimento massivo de saída ocorreu enquanto a exchange lidava com acusações legais nos Estados Unidos. A maior parte das retiradas aconteceu através de redes baseadas na Ethereum Virtual Machine, com as saídas líquidas na rede Ethereum atingindo US$ 840 milhões. Essa onda de retiradas vem na esteira de acusações sérias de violações das leis anti-lavagem de dinheiro por autoridades federais americanas.

Conflito entre Binance e governo nigeriano escala com fuga de executivo

Na Nigéria, o maior mercado de criptoativos da África, uma disputa intensa entre o governo e a Binance culminou na dramática fuga de um executivo da prisão domiciliária e do país. Esse incidente realça a tensão crescente em um cenário onde a Nigéria, uma potência econômica com uma população vasta, se destaca pela sua adoção significativa de Bitcoin, impulsionada por fatores como inflação alta e depreciação da moeda local. A controvérsia se agravou com acusações do governo de manipulação cambial pela Binance, resultando na detenção de executivos e em medidas restritivas contra a empresa, exacerbando preocupações sobre uma potencial repressão mais ampla à indústria cripto no país.

21Shares lança ETP de staking de Toncoin na SIX Swiss Exchange

A 21Shares, uma administradora de ativos em criptomoedas, introduziu na SIX Swiss Exchange um ETP que permite aos investidores participar do token da The Open Network (COIN:TONCOINUSD) apoiado pelo Telegram. Este novo ETP, denominado TONN, simplifica o processo de staking ao eliminar a necessidade de os investidores configurarem e manterem seus próprios nós, proporcionando uma maneira acessível de gerar renda passiva. Este lançamento ocorre em um momento em que a 21Shares continua a expandir seu portfólio de produtos cripto, tendo recentemente superado os US$ 5 bilhões em ativos sob gestão.

HSBC lança token de ouro para investidores em Hong Kong

O HSBC (NYSE:HSBC) introduziu o HSBC Gold Token para clientes varejistas em Hong Kong, marcando sua entrada no mercado de ativos tokenizados. Esse movimento reflete o interesse crescente do banco e das autoridades locais em ativos digitais. O token representa propriedade digitalizada de ouro, combinando a estabilidade desse metal com a tecnologia blockchain. A aprovação regulatória da Comissão de Valores Mobiliários reforça sua legitimidade. Essa iniciativa reflete a crescente digitalização de ativos reais e fortalece a posição de Hong Kong como um centro financeiro digital.

Indústria de criptomoedas tokeniza diamantes em novo fundo

Diamantes entram na era blockchain através da tokenização, com a Oasis Pro lançando um token na Avalanche C-Chain que representa uma fatia do Diamond Standard Fund, uma colaboração entre Diamond Standard Commodities e Horizon Kinetics. Este movimento pioneiro visa tornar o mercado de diamantes, estimado em US$ 1,2 trilhão, mais acessível aos investidores. A iniciativa se alinha à crescente tendência de tokenização de ativos reais, com grandes instituições financeiras explorando essa inovação. O fundo, alinhado ao Diamond Standard Index, promete abrir novas avenidas de investimento para fundos de pensão e contas de aposentadoria nos EUA.

FCA do Reino Unido inclui influenciadores e criptomemes em regras financeiras

A Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido esclareceu que os influenciadores de redes sociais e criptomemes estão sujeitos às normas de promoções financeiras do país. A regulamentação agora abrange comunicações que possam ser vistas como promoções financeiras, inclusive memes criptográficos. A FCA reiterou que qualquer conteúdo que possa influenciar a atividade de investimento deve seguir suas diretrizes, incluindo a necessidade de advertências de risco e um período de reflexão para novos investidores.

Candidato ao Senado dos EUA insta à renúncia de Gary Gensler da SEC

John Deaton, concorrendo ao Senado dos EUA, pediu a demissão de Gary Gensler, presidente da SEC, alegando que sob sua liderança, a comissão desviou-se de sua missão de proteger investidores para seguir agendas políticas. Deaton critica a aplicação de leis obsoletas a novas tecnologias e acusa Gensler de prejudicar investidores em casos notórios como o da Ripple e da rejeição de um ETF de Bitcoin. Ele também denuncia uma parceria entre Gensler e a senadora Elizabeth Warren, comprometendo a independência da SEC.

Munchables recupera US$ 62,5 milhões após hack

Munchables, um jogo baseado em blockchain na rede Blast Ethereum Layer 2, anunciou a recuperação total dos US$ 62,5 milhões perdidos em um recente ataque cibernético. O invasor devolveu as chaves privadas necessárias, permitindo a restituição dos fundos sem demandar resgate. Segundo Pacman, fundador da rede, medidas adicionais de segurança estão sendo adotadas, incluindo a salvaguarda de US$ 97 milhões em uma conta multisig, para prevenir futuras vulnerabilidades e ensinar uma lição valiosa sobre a importância da segurança no desenvolvimento.

Lucratividade da mineração de Bitcoin aumenta em fevereiro, diz Jefferies

Segundo o banco de investimento Jefferies Financial (NYSE:JEF), a mineração de Bitcoin tornou-se mais rentável em fevereiro devido ao aumento de 15% no valor da criptomoeda, contrastando com um crescimento mais moderado de 9% no hashrate global. Empresas de mineração dos EUA viram sua participação na produção total de Bitcoin diminuir ligeiramente, de 19% para 17,5%, à medida que novos competidores entraram no mercado. O relatório também destaca a estratégia da Marathon Digital (NASDAQ:MARA) de adquirir serviços de hospedagem para se posicionar estrategicamente antes do próximo halving, uma tática vista como vantajosa pela Jefferies.

Katena é absolvida em disputa de US$ 150 milhões com Coinmint

Um painel de árbitros concluiu que a Katena Computing não enganou a Coinmint em um acordo de compra de US$ 150 milhões de equipamentos de mineração de bitcoin, que a Coinmint alegou nunca ter recebido. A decisão rejeitou todas as acusações da Coinmint contra a Katena e a DX Corr, e ainda ordenou que a Coinmint pagasse mais de US$ 14 milhões à Katena. Apesar da decisão favorável à Katena, a Coinmint pretende contestar a sentença arbitral, argumentando falhas no processo.

BOB, a inovação em camada 2, une Bitcoin e Ethereum com sucesso em financiamento

BOB, uma inovadora plataforma de camada 2 que combina a robustez do Bitcoin com a flexibilidade do Ethereum, conseguiu angariar US$ 10 milhões em sua fase inicial de financiamento. Liderada por investidores de renome, a iniciativa visa integrar contratos inteligentes estilo Ethereum no ecossistema Bitcoin, superando desafios técnicos com soluções inovadoras como a BitVM para manter a eficiência da rede.

peaq arrecada US$ 15 milhões para expandir redes de infraestrutura descentralizada

O peaq, um projeto blockchain de Camada 1 focado em redes de infraestrutura física descentralizada, angariou US$ 15 milhões em um financiamento liderado pela Generative Ventures e Borderless Capital. O aporte, que contou com participação de várias outras firmas de investimento, visa fortalecer o ecossistema peaq, desenvolvendo soluções como identidades multi-chain para máquinas, agentes de IA e verificação de dados. O capital também apoiará o desenvolvimento do SDK do peaq, facilitando a construção e implementação de aplicativos por projetos DePIN, que integram hardware à web3 para criar valor real e sustentável.

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente