ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for smarter Negocie de forma mais inteligente, não mais difícil: Libere seu potencial com nosso conjunto de ferramentas e discussões ao vivo.

Empresa da JBS inicia operação do primeiro ponto de abastecimento de B100 do Brasil

LinkedIn

A Biopower, empresa da JBS produtora de biodiesel, acaba de iniciar a operação do primeiro ponto de abastecimento de biodiesel 100% (B100) do Brasil. A companhia é a primeira do país a obter a autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), para abastecer a frota de caminhões da JBS (BOV:JBSS3).

Localizado no complexo industrial de Lins, no interior de São Paulo, o bioponto, como é chamado, conta com duas bombas dedicadas exclusivamente ao B100 e tem a capacidade de oferecer 30 mil litros de combustível, dos quais já são utilizados 10 mil litros por mês, conforme prevê a regulamentação da ANP, com projeção de ampliação de volume para os próximos meses.

A iniciativa da Biopower tem como objetivo contribuir com o crescimento do mercado de biodiesel no país, liderando o movimento para ampliação da oferta desse tipo de combustível – uma alternativa para emitir 80% menos gás carbônico em comparação ao diesel fóssil.

Para Alexandre Pereira, diretor comercial da Biopower, a conquista da autorização da ANP significa mais um grande passo para a empresa.

“Estamos muito orgulhosos com mais esse progresso, pois contribui para avançarmos cada vez mais com o biodiesel como uma alternativa imediata para a descarbonizaçáo da matriz energética no transporte brasileiro”, comenta.

Combustível Limpo

Considerado um combustível mais limpo, biodegradável e altamente eficiente no aspecto ambiental, o biocombustível também se mostrou compativel com a tecnologia já existente de motores da indústria automobilística, conforme apontou um teste divulgado pela Biopower neste ano. O resultado reforça o biocombustível como uma opção prática, sustentável e disponível para reduzir as emissões relacionadas ao transporte.

Vale lembrar que, desde o ano passado, o combustível tem sido submetido a testes práticos. Um caminhão da montadora holandesa DAF já utiliza o B100 com o objetivo de comprovar a qualidade do biocombustível como um importante substituto para o setor. O caminhão já passou de 120 mil quilômetros de uso.

“Queremos consolidar o nosso pioneirismo na ampliação do acesso no Brasil. Vamos ampliar cada vez mais nossas parcerias com as montadoras para compartilhar amplamente a eficiência que o B100 proporciona em nosso ecossistema de transporte Tenho certeza de que este é apenas o início de resultados altamente promissores”, destaca Pereira.

Novo percentual da mistura

Os testes com o B100 estão em linha com o movimento de expansão dos biocombustíveis na matriz de transportes do Brasil.

Desde 10 de março, o aumento do percentual da mistura de biodiesel ao diesel vendido para o consumidor final já está funcionando na prática. O Índice do biocombustível no diesel comercializado no país passou a ser de 14% e já está prevista uma nova alta, agora para 15%, a partir de 10 de março de 2025.

Por meio da Biopower, a JBS faz parte do grupo dos cinco maiores produtores de biodiesel do Brasil. No último ano, a Companhia contribuiu com o aumento de 12,2% na oferta do produto ao mercado. Somente em 2023, foram comercializados 550 milhões de litros de biocombustível. O consumo de biodiesel no Brasil tem apresentado grande potencial de crescimento e, em países da Europa e nos EUA, o biocombustível já está disponível para toda a população.

As informações são da JBS

Deixe um comentário