ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Momento Cripto: Analistas alertam sobre quarto halving do BTC, lançamento da Kraken Wallet, e mais

LinkedIn

Bitcoin se aproxima do quarto halving com expectativas de impacto no mercado

O Bitcoin (COIN:BTCUSD) está a dois dias do seu quarto halving, um evento que ocorre a cada quatro anos e que cortará pela metade a recompensa por bloco minerado, de 6.25 para 3.125 BTC. Historicamente, tais eventos têm sido seguidos por aumentos significativos no preço do Bitcoin. No entanto, o cenário é de cautela este ano. O Goldman Sachs (NYSE:GS) aconselha seus clientes a não presumirem que as tendências passadas se repetirão automaticamente, destacando que as condições macroeconômicas atuais — com inflação alta e juros elevados — diferem significativamente das condições durante os halvings anteriores.

Adicionando à discussão, Fernando Pereira, analista da Bitget, comentou sobre o comportamento atual do mercado: “Conforme o preço do Bitcoin vai caindo, mais players estão abrindo posições compradas no mercado futuro, os famosos ‘longs’. Nesse momento, 70% do mercado futuro está em long. Esse valor é considerado extremamente alto e costuma servir como combustível para o preço continuar caindo, pois serve de liquidez para grandes players realizarem vendas. Mesmo em $60k agora, o BTC poderia tranquilamente cair mais 7 ou 10 mil dólares nos próximos dias.”

No momento da escrita, o Bitcoin apresenta uma desvalorização de 5,9% nas últimas 24 horas, sendo negociado a US$ 60,090 mil. O Ethereum (COIN:ETHUSD), a segunda criptomoeda mais negociada mundialmente, registrou uma queda de 4,5%, sendo cotado a US$ 2.945.

Kraken lança nova carteira de criptomoedas com foco em privacidade

A Kraken, renomada exchange dos EUA, apresentou sua “Kraken Wallet”, uma carteira digital que suporta oito blockchains, incluindo Bitcoin e Ethereum. Este produto de custódia automática, que foi lançado na quarta-feira, é acessível tanto para usuários quanto não usuários da Kraken. Diferenciando-se pela segurança e privacidade, a carteira possui código aberto, permitindo contribuições de desenvolvedores e promovendo um sistema de recompensas por identificação de falhas.

Worldcoin lança blockchain própria com foco em identidade humana verificada

A Worldcoin (COIN:WLDUSD), iniciativa criptográfica do fundador da OpenAI, Sam Altman, está desenvolvendo seu próprio blockchain, chamado World Chain. Esta rede de camada 2 no Ethereum, prevista para ser lançada neste verão, oferecerá benefícios especiais para usuários que participarem de seu sistema de identificação por varredura de retina, proporcionando um “World ID”. A rede promete ser uma solução para a verificação de humanidade em um cenário de crescente atividade de bots, oferecendo um ecossistema mais seguro e confiável para transações reais. A mudança para uma cadeia própria visa dar maior controle aos desenvolvedores e reduzir custos para os usuários.

Lançamento iminente de ETFs de Bitcoin em Hong Kong promete grande influxo de investimentos

Hong Kong está prestes a lançar seus primeiros ETFs (fundos negociados em bolsa) de Bitcoin à vista no final de abril, conforme aprovação recente da Comissão de Valores Mobiliários e Futuros de Hong Kong (SFC). Esses ETFs, apoiados pela infraestrutura da OSL para gestores de fundos, poderão captar até US$ 25 bilhões de investidores chineses através do programa Southbound Stock Connect. Este lançamento não apenas solidifica a posição de Hong Kong como um centro financeiro para o Bitcoin na Ásia, mas também se alinha com o próximo halving do bitcoin, potencializando um aumento no valor do ativo.

Saídas marcam presença em ETFs de Bitcoin nos EUA, com GBTC liderando a redução

em 16 de abril, os ETFs de bitcoin à vista nos Estados Unidos registraram saídas líquidas pelo terceiro dia consecutivo, com uma retirada de mais de US$ 58 milhões, totalizando aproximadamente US$ 12,43 bilhões em saídas acumuladas. O fundo Grayscale Bitcoin Trust (AMEX:GBTC) foi o principal responsável, com saídas de quase US$ 79,4 milhões. Enquanto isso, a maioria dos outros ETFs de bitcoin teve entradas modestas, com o iShares Bitcoin Trust (NASDAQ:IBIT) destacando-se ao atrair US$ 25,78 milhões. Os volumes de transação dos ETFs se estabilizaram em abril após reduções anteriores.

Fluxo recorde de ETH para EigenLayer enquanto concorrência no staking de Ethereum aumenta

O protocolo EigenLayer da Ethereum registrou uma entrada recorde de cerca de US$ 157 milhões em stake de ETH, proveniente do Lido, nas últimas 24 horas. Esse foi o maior influxo de ativos na plataforma desde fevereiro, coincidindo com a queda da participação do Lido no mercado de staking de Ethereum para menos de 30%. A competição aumentou com outros protocolos de staking, incentivando um ambiente mais competitivo e descentralizado. A EigenLayer também anunciou a remoção dos limites para todos os tokens de staking líquido, permitindo maior liberdade e inovação no ecossistema.

Core Chain introduz staking de Bitcoin com novo mecanismo de consenso

A blockchain Core Chain, que opera na camada um e é compatível com a Máquina Virtual Ethereum, agora oferece a possibilidade de staking de Bitcoin (COIN:BTCUSD), uma funcionalidade antes indisponível para os detentores de BTC devido à natureza de prova de trabalho do Bitcoin. O novo mecanismo de consenso da Core Chain, chamado Satoshi Plus, combina Prova de Trabalho Delegada (DPoW) e Prova de Participação Delegada (DPoS), permitindo aos usuários participar do staking de BTC de forma inédita e sem custódia. Além disso, a DeFi Technologies Inc., por meio de sua subsidiária Valour, lançou um produto negociado em bolsa (ETP) que oferece rendimentos baseados nas recompensas de bloco da Core Chain, aumentando as opções de interação dos investidores com o Bitcoin.

Won sul-coreano supera dólar em volume de negociação de criptomoedas no primeiro trimestre de 2024

Durante o primeiro trimestre de 2024, o won sul-coreano ultrapassou o dólar americano como a moeda mais negociada em plataformas de criptomoedas centralizadas, conforme relatado pela empresa de pesquisa Kaiko. As negociações acumuladas em won atingiram US$ 456 bilhões, superando os US$ 445 bilhões do dólar. Este fenômeno reflete o vibrante mercado de criptomoedas da Coreia do Sul, impulsionado por cinco principais bolsas locais e o crescente interesse de grandes players globais como Crypto.com e Binance.

PayPal encerra proteções para transações de NFTs de alto valor

O PayPal Holdings (NASDAQ:PYPL) anunciou uma mudança significativa em sua política, removendo a proteção ao comprador e ao vendedor para transações de NFTs que excedam US$ 10.000 a partir de 20 de maio. Essa atualização dos termos de serviço reflete uma abordagem mais cautelosa da empresa em relação ao mercado de ativos digitais, especialmente diante da incerteza e volatilidade. Transações de até US$ 10.000 ainda poderão ter alguma proteção sob circunstâncias específicas, mas a empresa está reduzindo seu envolvimento em garantias para o mercado de NFT devido às dificuldades em provar a entrega dos itens.

Senadoras dos EUA propõem lei para regulamentar stablecoins

As senadoras americanas Cynthia Lummis e Kirsten Gillibrand apresentaram uma legislação bipartidária, a Lei Lummis-Gillibrand Payments Stablecoin Act, que visa estabelecer uma regulamentação clara para as stablecoins usadas em pagamentos. A proposta busca proteger consumidores, incentivar a inovação, e fortalecer a posição do dólar americano, ao mesmo tempo que preserva o sistema bancário dual. A legislação impõe requisitos rigorosos de reserva para emissores e diretrizes operacionais, proibindo stablecoins algorítmicas e estabelecendo um sistema de liquidação judicial com a FDIC para proteger os ativos dos clientes.

Paris Blockchain Week encerra com destaque para inovação e participação global

A 5ª edição da Paris Blockchain Week encerrou com sucesso, destacando-se como o maior evento de blockchain e Web3 na Europa, com recordes de mais de 9.000 participantes e 500 palestrantes, incluindo líderes do setor como Richard Teng e Denelle Dixon. O evento enfatizou o progresso em Open Finance e outras áreas de Web3, recebendo elogios por promover um ambiente acolhedor para inovações tecnológicas.

Chuvas intensas causam interrupções em eventos de criptomoedas em Dubai

Dubai enfrenta uma onda de condições climáticas severas, com chuvas recordes que impactaram a cidade e eventos importantes de criptomoeda como Blockchain Life e Token2049. As conferências tiveram que ajustar seus cronogramas após a chuva provocar interrupções significativas no trânsito e nas próprias conferências no dia 16 de abril. Apesar das adversidades, a Token2049 confirmou que prosseguirá conforme planejado, enquanto a Emirates e a Fly Dubai ajustaram seus serviços devido às condições. O governo emitiu um alerta vermelho, aconselhando precauções adicionais.

Zignaly lança blockchain ZIGChain e fundo de $100 milhões para desenvolvimento de DeFi

A plataforma de investimento social Zignaly anunciou o lançamento de seu próprio blockchain, ZIGChain, baseado no Cosmos (COIN:ATOMUSD), junto com um fundo de desenvolvimento de ecossistema de US$ 100 milhões. Revelado durante o evento Token2049 em Dubai, o fundo visa facilitar a criação de infraestrutura financeira amigável para os usuários. A Zignaly, que opera como um gestor de fundos cripto permitindo que usuários repliquem estratégias de traders experientes, obteve recentemente uma licença para oferecer serviços financeiros na África do Sul.

EY lança solução blockchain para gerenciamento de contratos na Ethereum

A EY, anteriormente conhecida como Ernst & Young, introduziu uma nova solução blockchain, EY OpsChain Contract Manager (OCM), baseada na Ethereum, com o objetivo de simplificar a execução de acordos complexos entre empresas, reduzindo custos e aumentando a segurança. Revelado no EY Global Blockchain Summit, o OCM ajuda as empresas a sincronizar dados e impor termos de contratos inteligentes de maneira descentralizada e confiável. Este lançamento destaca a expansão da EY no uso de tecnologia blockchain para operações de negócios mais eficientes e transparentes.

Projeto de mineração Ore de Solana suspende operações para aprimoramentos

O projeto Ore, baseado na blockchain Solana e operando com um mecanismo de prova de trabalho (PoW), anunciou a suspensão imediata de suas atividades de mineração. A decisão, divulgada pelo fundador pseudônimo Hardhat Chad, foi motivada por problemas de congestionamento e instabilidade na rede. Ore está trabalhando na Versão 2 (v2) do contrato, que promete corrigir ineficiências e otimizar o sistema para futuras operações.

FLock.io e IO.Net formam parceria para avançar na IA descentralizada

FLock.io, uma plataforma inovadora para o desenvolvimento de modelos de IA on-chain, uniu-se à IO.Net para potencializar seus serviços com recursos de computação descentralizada. Essa colaboração estratégica visa melhorar a eficácia e a segurança das plataformas de treinamento de IA, utilizando a tecnologia de computação descentralizada para combater as falhas dos sistemas centralizados. A parceria destaca um movimento mais amplo na indústria rumo à descentralização para enfrentar desafios como monopolização de dados e violações de privacidade. Utilizando aprendizado federado, a FLock.io permite o treinamento de modelos de IA diretamente nos dispositivos dos usuários, protegendo a privacidade e utilizando dados de maneira mais eficaz.

BytePlus anuncia parceria com Mysten Labs para explorar Web3

BytePlus, a divisão de tecnologia empresarial da ByteDance, controladora do TikTok, está avançando para a Web3 através de uma parceria estratégica com Mysten Labs, criadores do blockchain Sui de camada 1. O anúncio, feito em 17 de abril, detalha o plano da BytePlus de aplicar sua expertise em inteligência artificial (IA) e armazenamento de dados para fortalecer o ecossistema Sui (COIN:SUIUSD), com um foco em jogos Web3 e projetos SocialFi. A colaboração permitirá que a BytePlus integre sua tecnologia ByteHouse, um data warehouse nativo da nuvem, com os dados de nó completo da Sui, prometendo transformar a análise de dados e melhorar a experiência do usuário nessas plataformas. Após a parceria, o preço do token da Sui Network sobre 4,10% nas últimas 24 horas, contrariando a tendência de queda do mercado cripto.

Ronin anuncia parceria com o jogo web3 “Ragnarok: Monster World”

A sidechain Ronin (COIN:RONNNUST), baseada em EVM e desenvolvida pela Sky Mavis, criadora do Axie Infinity, firmou uma parceria com o novo jogo de estratégia Web3 “Ragnarok: Monster World”. Este jogo é o primeiro título Web2 a ingressar na rede Ronin, famosa por suportar jogos do tipo jogue para ganhar. “Ragnarok: Monster World”, inspirado no rico universo transmídia da série Ragnarok da Coreia do Sul, permitirá que os jogadores coletem e treinem criaturas chamadas “Ragmons” para batalhas PvP. O jogo, que será lançado no terceiro trimestre deste ano, também incorporará uma economia tokenizada com o token ZENY, fortalecendo a posição de Ronin como uma plataforma de jogos blockchain.

Andreessen Horowitz capta US$ 7,2 bilhões para diversas estratégias de investimento

A Andreessen Horowitz (a16z) anunciou a captação de US$ 7,2 bilhões distribuídos em cinco diferentes estratégias de investimento, conforme revelado por Ben Horowitz em seu blog. Os setores beneficiados incluem Dinamismo Americano e Jogos, cada um recebendo US$ 600 milhões, além de Aplicativos, Infraestrutura, e um destaque para a estratégia de Crescimento com US$ 3,75 bilhões. A firma demonstrou um interesse particular em inovações de jogos Web3 e continua comprometida com avanços na indústria de criptografia.

Ord.io capta US$ 2 milhões para ampliar atuação no Bitcoin

A plataforma Ordinals Ord.io, especializada em interação com inscrições no blockchain do Bitcoin, anunciou a captação de US$ 2 milhões em uma rodada pré-seed. O investimento, liderado pelo Bitcoin Frontier Fund e Sora Ventures, com participação de diversos outros fundos e investidores anjos, visa expandir o suporte para o protocolo Runes, um novo padrão de token fungível para Bitcoin. A startup pretende aumentar sua equipe de desenvolvedores e melhorar as funcionalidades, mantendo o foco em oferecer uma experiência de usuário fluida e integrada para a gestão de ativos digitais.

Usual Labs arrecada US$ 7 milhões para lançamento de stablecoin USD0

Usual Labs, a desenvolvedora do protocolo de finanças descentralizadas (DeFi) Usual, captou US$ 7 milhões e garantiu US$ 75 milhões em valor total bloqueado (TVL) para o lançamento de sua stablecoin, USD0. A rodada de financiamento foi liderada por IOSG Ventures e Kraken Ventures, com a participação de várias outras empresas. Os fundos serão usados para preparar o lançamento da USD0 na rede principal do Ethereum no segundo trimestre, incluindo testes, parcerias e auditorias de segurança. USD0 é uma stablecoin sem permissão, respaldada por ativos reais e oferecerá retornos aos seus detentores.

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente