ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for smarter Negocie de forma mais inteligente, não mais difícil: Libere seu potencial com nosso conjunto de ferramentas e discussões ao vivo.

Queda acentuada das ações da Tesla: recalls e desafios na produção do Cybertruck impactam o mercado

LinkedIn

As ações da Tesla (NASDAQ:TSLA) experimentaram uma queda contínua pelo sexto dia consecutivo na sexta-feira (19), com os investidores reagindo não apenas à volatilidade do mercado, mas também às notícias recentes de que a Tesla está fazendo um recall significativo do seu modelo Cybertruck devido a problemas com o pedal do acelerador. Este recall é particularmente notável porque não pode ser resolvido com uma simples atualização de software; uma visita ao concessionário é necessária, o que é raro para a Tesla.

A Tesla também é negociada na B3 através da BDR (BOV:TSLA34).

Este evento levanta preocupações porque o número de Cybertrucks afetados é relativamente baixo, apenas 3.878 unidades, sugerindo que estes podem ser todos os veículos entregues até o momento. Este número é bem abaixo das expectativas de Wall Street, que antecipava entre 40.000 e 50.000 Cybertrucks em circulação em 2024. A discrepância entre os números esperados e os entregues sugere desafios significativos na escalada de produção.

Além disso, a Tesla anunciou na semana grandes demissões, reduzindo cerca de 10% de sua força de trabalho global. Este movimento, junto com a queda contínua no preço das ações – que despencou mais de 12% apenas na sexta-feira passada – coloca a empresa sob um escrutínio intenso.

O próximo relatório de lucros da Tesla, previsto para terça-feira, é agora mais crucial do que nunca. Os investidores estão ansiosos por ouvir o CEO Elon Musk sobre como a empresa pretende reacelerar o crescimento, especialmente após um declínio de 9% nas entregas no primeiro trimestre comparado ao ano anterior.

Os próximos dias serão cruciais para a Tesla, pois os investidores buscam sinais de estabilidade e planos concretos para a resolução dos problemas de produção do Cybertruck, além de uma possível recuperação nas ações da empresa.

Deixe um comentário