A Telebras anunciou um prejuízo líquido de R$ 16,15 milhões no 3º trimestre de 2020, valor 85,04% superior ao prejuízo líquido apurado no mesmo período do ano anterior (R$ -107,96 milhões). Na comparação com o 2º trimestre de 2020 (R$ -28,71 milhões), houve uma melhora de 43,75%.

Os resultados da Telebras (BOV:TELB3) (BOV:TELB4) referente a suas operações do terceiro trimestre de 2020, foram divulgados no dia 05/11/2020.

Nos primeiros nove meses de 2020, o Prejuízo Líquido do Período Ajustado foi de R$ 72,7 milhões (R$ 327,8 milhões nos 9M19), redução de 77,8% em relação ao mesmo período de 2019.

Trader ? Faça um Coaching de Investimentos com a YouTrade e obtenha resultados consistentes.

Ebtida ajustado – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – foi de R$ 46,7 milhões, em comparação com o Ebtida negativo de R$ 15,275 de 2019. A margem EBTIDA foi de 67,1%.

No ano, o EBITDA Ajustado da Telebras foi positivo no valor de R$ 95,7 milhões (R$ 83,1 milhões negativo nos 9M19). O crescimento é justificado pelo aumento da Receita Operacional Líquida (37,6%), pelo recebimento de Subvenções do Orçamento Federal para pagamento dos gastos com pessoal e outros custeios e pelo aumento dos Custos e Despesas Operacionais em 3,7%, percentual inferior ao crescimento da receita no período.

A Telebras possui R$ 1,95 bilhão de valor de mercado. Confira a análise completa da estatal.

Já a receita líquida da companhia aumentou 20,21% de um ano para o outro, passando de R$ 58,89 milhões para R$ 70,80 milhões. Em relação ao último trimestre (R$ 63,89 milhões), a receita aumentou 10,81%.

Outras informações do balanço

Em setembro de 2020, a Telebras apresentou dívida líquida negativa no valor de R$ 496,1 milhões (R$ 343,9 milhões positiva em setembro de 2019), ou seja, o valor das disponibilidades e das aplicações financeiras superaram o valor total da dívida bruta. Essa situação é explicada pelo maior volume de recursos financeiros disponíveis ao final dos 9M20, reflexo dos aportes realizados pela União em dezembro de 2019 e também dos valores recebidos a título de subvenções orçamentárias nos 9M20.

O indicador de Dívida Líquida vezes EBITDA não é apresentado para os períodos de setembro de 2020 e dezembro de 2019, apesar de o EBITDA anualizado ser positivo. Isso se deve ao fato de que a companhia não apresentou dívida líquida positiva nesses períodos, uma vez que o valor dos recursos financeiros disponíveis foi superior ao montante da dívida bruta. Em setembro de 2019, o indicador também não foi apresentado pelo fato de o EBITDA anualizado ter sido negativo.

A partir do mês de junho de 2020, a Telebras reestabeleceu o pagamento das amortizações do valor principal do contrato. Ainda no mês de junho de 2020, a Companhia reconheceu no seu resultado o valor relativo à compensação financeira constante do terceiro aditamento ao contrato no valor de R$ 21,4 milhões. Esse valor foi reconhecido no resultado da Telebras como Despesas Financeiras.

Nos 9M20, a Telebras realizou investimentos da ordem de R$ 31,1 milhões (R$ 91,7 milhões nos 9M19), redução de 66,0% em relação ao mesmo período do ano anterior. A redução é explicada pela conclusão do principal projeto de investimento da Telebras (Projeto SGDC), que ocorreu com a finalização da infraestrutura terrestre do satélite em junho de 2020. Os principais destinos dos investimentos realizados nos 9M20 foram os segmentos de rede terrestre e o Satélite SGDC, que receberam 49,3% e 41,2% dos recursos, respectivamente.

VISÃO TÉCNICA


Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

Aprenda a analisar graficamente os seus ativos. Acesse: www.youtrade.pro.br

Peça uma análise do seu portfolio de investimentos e ações.
Clique e fale com o especialista da YouSave ou acesse www.yousave.com.br


FaleComEspecialista