A Gafisa fechou um contrato com a BM Empreendimentos para entrada no empreendimento de luxo Cidade Matarazzo, em São Paulo, que reúne hotel, lojas de grifes, restaurantes, teatro e um centro cultural. A construtora, através da sua subsidiária Gafisa Propriedades, comprou suítes privativas com serviços de hotelaria.

O Fato Relevante foi divulgado pela empresa (BOV:GFSA3) nesta segunda-feira (08), antes do pregão. Veja o comunicado na íntegra!

O contrato foi assinado pela subsidiária Gafisa Propriedades e valor da transação não foi divulgado.

O projeto foi desenvolvido em um dos endereços mais cobiçados de São Paulo, nas proximidades da avenida Paulista, onde funcionou o Hospital Humberto I, inaugurado pelo empresário italiano Francisco Matarazzo.

A Gafisa pretende divulgar os resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020 no dia 16 de março.

Prejuízo sobe de R$ 1,6 milhão para R$ 56,5 milhões no 3T20

A Gafisa teve prejuízo de R$ 56,5 milhões no 3T20, 33,8 vezes a perda de R$ 1,6 milhão em igual período de 2019 em meio à despesa com provisão para demandas judiciais e acordos, como parte da iniciativa de resolução de passivos.

O Ebitda ajustado – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – foi negativo em R$ 3 milhões.

A receita líquida teve alta de 66,6% com o aumento das vendas e andamento das obras.

GAFISA ON (BOV:GFSA3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2021 até Set 2021 Click aqui para mais gráficos GAFISA ON.
GAFISA ON (BOV:GFSA3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2020 até Set 2021 Click aqui para mais gráficos GAFISA ON.