A petroquímica Braskem registrou prejuízo líquido de R$ 6,69 bilhões, avanço de 139% sobre o prejuízo líquido de R$ 2,79 bilhões em 2019. Segundo a empresa, a perda no ano foi em função, principalmente, das provisões referentes ao evento geológico de Alagoas no montante de R$ 6,9 bilhões e do impacto da variação cambial no resultado financeiro dada a depreciação do real frente ao dólar sobre a exposição líquida no montante de US$ 3,4 bilhões.

Os resultados da Braskem (BOV:BRKM3) (BOV:BRKM5) e (BOV:BRKM6) referentes suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 10/03/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

A receita líquida no ano todo foi de R$ 58,5 bilhões, alta de 12% sobre 2019.

Para o ano todo de 2020, houve prejuízo operacional de R$ 9,68 bilhões, o dobro do prejuízo de 2019.

O resultado operacional recorrente da companhia somou R$ 10,975 bilhões, incremento de 85% na comparação com 2019.

Em todo 2020, a geração livre de caixa da empresa foi de R$ 1,276 bilhão, retração de 59% em relação a 2019, principalmente devido ao forte resultado operacional recorrente, a monetização de créditos de PIS/Cofins no valor de R$ 1,786 bilhão e a redução dos investimentos previstos pela companhia em 23%.

“Esses impactos foram parcialmente compensados pelo impacto de capital de giro no fluxo de caixa no primeiro semestre do ano, em função do consumo de caixa devido à mudança no perfil de compra de matéria-prima, com menor volume de compra de nafta importada”, disse a empresa em relatório.

Diante disso, a alavancagem corporativa, medida pela relação dívida líquida/Resultado Operacional recorrente em dólares, foi de 2,94 vezes, ante 7,11 vezes no segundo trimestre.

4T20

A Braskem registrou lucro líquido atribuível aos acionistas da companhia de R$ 846 milhões no quarto trimestre de 2020, revertendo parcialmente o prejuízo líquido de R$ 2,92 bilhões registrado no mesmo trimestre de 2019.

A receita líquida no quarto trimestre de 2020 alcançou R$ 18,7 bilhões, em alta de 48% sobre o resultado do quarto trimestre de 2019.

O resultado operacional recorrente da companhia totalizou R$ 4,522 bilhões nos meses de outubro a dezembro, ganho de 355% em um ano e alta de 23% em relação ao terceiro trimestre.

O resultado operacional recorrente do Brasil foi de R$ 3,684 bilhões, 29% superior ao terceiro trimestre impulsionado por maiores spreads no mercado internacional de PE, PP, PVC e principais químicos, representando 79% do resultado operacional recorrente consolidado de segmentos da companhia. Segundo a empresa, no quarto trimestre, houve volume de mais de 1 milhão toneladas de resinas comercializadas no Brasil, montante 17% acima da média histórica.

A geração livre de caixa da empresa foi de R$ 2,033 bilhões no quarto trimestre, alta de 172% em um ano.

 

Pensando em investir na Braskem?

Criada em agosto de 2002 pela integração de seis empresas da Organização Odebrecht e do Grupo Mariani, a Braskem é, a maior produtora de resinas termoplásticas nas Américas e a maior produtora de polipropileno nos Estados Unidos.

→ A Braskem é mundialmente conhecida pela fabricação de resinas termoplásticas. No Brasil, a empresa também fabrica produtos petroquímicos e termoplásticos, com grande destaque para a produção de polyvinyl chlorid, mais conhecido como PVC. Confira a análise completa da empresa com informações exclusivas.

Governança Corporativa

As ações da Braskem são negociadas no Nível 1 de Governança Corporativa da B3, a Bolsa de Valores brasileira, desde fevereiro de 2003.

Composição Acionária

Braskem

Desempenho da empresa na B3

No último ano, as ações da Braskem oscilaram entre a mínima de R$ 10,00 e a máxima de R$ 33,39. No último pregão antes da divulgação do resultado do 4T20, a empresa fechou em alta de 1,97%, negociada a R$ 32,11.

Confira o histórico da Braskem (BRKM5)

Período Abertura Máxima Mínima Preço Méd. Vol Méd. Variação Variação %
1 Semana 30,48 32,98 28,56 30,27 4.241.980 1,63 5,35%
1 Mês 28,89 33,39 26,91 30,69 4.117.672 3,22 11,15%
3 Meses 21,50 33,39 21,30 27,17 3.831.330 10,61 49,35%
6 Meses 22,10 33,39 19,70 24,69 3.764.823 10,01 45,29%
1 Ano 23,54 33,39 10,00 23,27 3.925.047 8,57 36,41%
3 Anos 48,00 62,50 10,00 32,22 2.836.107 -15,89 -33,1%
5 Anos 24,50 62,50 10,00 32,45 2.314.185 7,61 31,06%
* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters