A Embraer informou que entregou a primeira conversão de um Legacy 450 em um jato Praetor 500 para a AirSprint Private Aviation.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:EMBR3) nesta segunda-feira (15).

A empresa canadense de propriedade compartilhada tem programada uma segunda conversão de Legacy 450 em Praetor 500 ainda este ano, além da entrega de um novo Praetor 500, também em 2021.

Com essas adições, a Airsprint terá três Praetor 500 em sua frota e um total de nove aeronaves da Embraer.

Segundo a fabricante brasileira, no total, já converteu 16 jatos Legacy 450 em Praetor 500 na Europa e na América do Norte.

Todo o processo de conversão é realizado nos Centros de Serviços próprios da Embraer.

Conforme a empresa, o Praetor 500 possui o melhor alcance da categoria, capaz de voos sem escalas de 3,340 milhas náuticas em velocidade de cruzeiro de longo alcance.

A aeronave é capaz de realizar voos de Montreal a Londres ou de Vancouver a Miami com uma única parada.

“Para viabilizar o aumento de alcance de 2.904 milhas náuticas do Legacy 450 para as 3.340 milhas náuticas do Praetor 500, várias modificações importantes foram feitas.”

“A fiação dos sensores de nível nos tanques de combustível foi substituída, as portas de abastecimento por gravidade em cima da asa foram reposicionadas, o sistema de medição de combustível foi realocado e as nervuras das asas foram reforçadas para suportar o peso adicional.”

“Estes ajustes incluíram, também, atualizações nos sistemas de controle de voo, e um novo software de aviônica para o aclamado Collins Aerospace Pro Line Fusion, entre outras mudanças”, explica a Embraer.

O Praetor 500 e o Praetor 600 foram homologados pela Anac, Easa e FAA menos de um ano depois de terem sido anunciados na NBAA-BACE 2018.

O Praetor 600 é jato supermédio de maior alcance do mundo, capaz de voos sem paradas entre Paris e Nova York ou de São Paulo a Miami.

Com quatro passageiros a bordo e reservas NBAA IFR, o Praetor 600 tem alcance intercontinental de 4.018 milhas náuticas (7.441 km).

A Embraer pretende divulgar os resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020 no dia 24 de março.

Prejuízo líquido de R$ 797,5 milhões no 3T20 decepciona analistas

Embraer registrou um prejuízo líquido de R$ 797,5 milhões auferido no terceiro trimestre deste ano. Com o resultado, o prejuízo acumulado deste ano soma R$ 2,30 bilhões.

A receita foi de R$ 4,09 bilhões, queda em relação a receita de R$ 4,69 bilhões do mesmo período de 2019.

O UBS não se empolgou com os números do terceiro trimestre da Embraer. Em um rápido comentário sobre a companhia, o banco suíço declarou que o desempenho ficou aquém do esperado, começando já pelas vendas.

(Informações TheCap)