O BTG Pactual está lançando o primeiro fundo de índice ou ETF de debêntures do mercado brasileiro, em parceria com a Teva, empresa especializada em índices para esse instrumento de investimento.

O ETF Debêntures DI do BTG (BOV:BPAC11), que entra na bolsa com o ticker DEBB11, replica o índice da Teva no qual estão 90 debêntures de 61 emissores, que levaram ao Mercado um volume igual ou superior a R$ 300 milhões desses papéis.

Conforme o jornal, tanto os ETFs, quanto a categoria de investimento renda fixa, na qual estão as debêntures, têm atraído um crescente número de investidores, que diversificam suas carteiras. A renda fixa tem ganhado tração desde o ano passado, como reflexo do aumento da volatilidade em bolsa.

Este ano, o volume de debêntures emitidas subiu 35% entre janeiro e maio, em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 106,2 bilhões. Os fundos de renda fixa receberam R$ 98 bilhões de recursos de investidores no mesmo período, R$ 4 bilhões acima de igual intervalo de 2021. Os números são da Anbima.

Informações Euqueroinvestir

BTG PACTUAL UNT (BOV:BPAC11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jul 2022 até Ago 2022 Click aqui para mais gráficos BTG PACTUAL UNT.
BTG PACTUAL UNT (BOV:BPAC11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2021 até Ago 2022 Click aqui para mais gráficos BTG PACTUAL UNT.