A Tenda (BOV:TEND3) reportou um leve aumento no volume de lançamentos no segundo trimestre, na avaliação dos analistas do Itaú BBA, enquanto os resultados das vendas contratadas permaneceram fracos. O destaque foi o aumento do preço médio por unidade vendida.

Os lançamentos (participação da empresa) totalizaram R$ 769 milhões, 65% acima do primeiro trimestre, mas 22% abaixo reportado um ano antes.

“A empresa conseguiu elevar o preço médio das unidades vendidas em 9% em relação ao primeiro trimestre e 20% na base anual, para R$ 176,6 mil. Assim, as vendas contratadas atingiram R$ 558 milhões, marcando uma desaceleração tanto na comparação trimestral quanto na anual — de 4% e 35%, respectivamente”, observa o analista Daniel Gasparete, que assina o relatório.

Com isso, a velocidade de vendas recuou de 26% no final de março para 23%, refletindo a estratégia da empresa de priorizar o preço sobre a velocidade para recuperar suas margens. Um ano antes, a VSO da Tenda estava em 34%.

O repasse de recebíveis no período foi de R$ 441 milhões, abaixo dos R$ 544 milhões do primeiro trimestre e dos R$ 707 milhões de um ano antes.

Gasparete observa ainda que a empresa atuou na frente de aquisição de terrenos, adicionando um VGV de R$ 796 milhões e elevando seu banco de terrenos para R$ 12,9 bilhões. A participação adquirida via permuta de terrenos aumentou de 46% para 48% entre abril e junho. Em junho do ano passado, essa participação foi de 41%.

Informações ValorInveste
TENDA ON (BOV:TEND3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2022 até Out 2022 Click aqui para mais gráficos TENDA ON.
TENDA ON (BOV:TEND3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Out 2021 até Out 2022 Click aqui para mais gráficos TENDA ON.