A Marcopolo registrou lucro líquido de R$ 26,8 milhões no segundo trimestre de 2022, frente os R$ 200,9 milhões relatados no mesmo período de 2021, queda de 86,6%, de acordo com o balanço da companhia.

Segundo a companhia, o resultado foi impactado pela constituição de provisões trabalhistas, por ineficiências geradas pela falta de componentes e chassis, além de perdas operacionais na controlada argentina Metalsur.

O lucro também foi afetado pelo resultado financeiro líquido negativo em R$ 39,9 milhões, ante resultado positivo de R$ 182,7 milhões no segundo trimestre do ano passado, refletindo a variação cambial gerada pela desvalorização do real em relação ao dólar americano no período sobre a carteira de pedidos.

A receita líquida somou R$ 1,151 bilhão no 2T22, alta de 39,8% na comparação com igual etapa de 2021. A receita ficou praticamente em linha com o esperado, uma vez que a projeção era de R$ 1,08 bilhão.

Segundo a companhia, “o aumento da receita reflete o incremento de volumes e os repasses de custos realizados especialmente nas vendas direcionadas ao mercado interno e operações internacionais ao longo de 2021 e do primeiro trimestre de 2022”.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – somou R$ 51,6 milhões entre abril e junho, 63,3% menor que um ano antes. A margem Ebitda passou de 17,1% para 4,5%, uma redução de 12,6 pontos porcentuais.

A produção consolidada da Marcopolo foi de 3.395 unidades no 2T22. No Brasil, a produção atingiu 2.812 unidades, 13,3% superior à do 2T21, enquanto no exterior a produção foi de 583 unidades, 19,0% superior às unidades produzidas no mesmo período do ano anterior.

No trimestre, a produção foi afetada negativamente, tanto no Brasil como nas operações internacionais, pela falta de determinados componentes, especialmente semicondutores e chassis. Apesar do impacto, houve evolução em entregas e na produção mensal de chassis, permitindo aumento gradual do volume de produção de carrocerias. A Companhia acredita em uma melhora substancial nas condições de abastecimento de componentes ao longo do 3T22 de forma a adequar a produção de ônibus à demanda crescente.

As despesas com vendas totalizaram R$ 31,8 milhões no 2T22, ou 2,8% da receita líquida, contra R$ 49,1 milhões no 2T21, 6,0% sobre a receita líquida. A linha foi beneficiada em R$ 20,9 milhões pela reversão do restante da provisão remanescente para devedores duvidosos associada a exportação para tradicional cliente da América Central, que havia sido constituída no 4T21 (parte havia sido revertida já no 1T22). Sem a reversão, as despesas com vendas totalizariam R$ 52,7 milhões, 4,8% sobre a receita líquida do trimestre.

As despesas gerais e administrativas totalizaram R$ 56,7 milhões no 2T22, ou 4,6% da receita líquida, enquanto no 2T21 essas despesas somaram R$ 55,5 milhões, 6,7% da receita líquida.

O lucro bruto atingiu R$ 131,3 milhões, com margem de 11,4%, contra R$ 60,5 milhões com margem de 7,4% no 2T21. A margem bruta foi afetada positivamente pelos repasses de custos nos preços e por um melhor mix de vendas e, negativamente, por ineficiências geradas pela falta de componentes e chassis, bem como por dificuldades operacionais da controlada argentina Metalsur.

O retorno sobre capital investido (ROIC) atingiu 2% no segundo trimestre deste ano, queda de 2,5 p.p. em relação ao segundo trimestre do ano passado.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 39,9 milhões, ante um resultado positivo de R$ 182,7 milhões registrados no 2T21.

O resultado financeiro foi impactado negativamente em R$ 60 milhões pela variação cambial gerada pela desvalorização do Real frente ao Dólar norte americano sobre a carteira de pedidos em dólares. A Companhia realiza o hedge do câmbio das exportações no momento da confirmação dos pedidos de venda, assegurando a margem dos negócios. À medida que os produtos que compõe a carteira de exportação sejam entregues e faturados, a Companhia capturará os efeitos da desvalorização do real em suas margens operacionais.

A participação de mercado da Marcopolo na produção brasileira de carrocerias foi de 53,5% no 2T22 contra 53,4% no 1T22.

O destaque do trimestre foi o crescimento de 12,4 p.p. no market share da Companhia no mercado de ônibus urbanos, com bom despenho das entregas direcionadas ao Caminho da Escola. A redução da participação de mercado no segmento de micros é explicada pela maior participação de concorrentes na licitação do Caminho da Escola, edição 2021, cujos modelos são classificados no segmento.

A Marcopolo investiu em seu imobilizado R$ 18,1 milhões, dos quais R$ 10,7 milhões foram despendidos pela controladora e aplicados da seguinte forma: R$ 7,0 milhões em máquinas e equipamentos, R$ 2,2 milhão em hardware e softwares, R$ 1,4 milhões em benfeitorias, e R$ 0,1 milhão em outras imobilizações. Nas controladas foram investidos R$ 7,4 milhões sendo R$ 4,2 milhões na Volare Veículos (São Mateus), R$ 1,5 milhão na Ciferal (antiga San Marino), R$ 1,6 milhão na Marcopolo Austrália e R$ 0,1 milhão nas demais unidades.

O endividamento financeiro líquido totalizava R$ 1.225,8 milhões em 30.06.2022 (R$ 1.065,2 milhões em 31.03.2022). Desse total, R$ 467,5 milhões eram provenientes do segmento financeiro (Banco Moneo) e R$ 758,3 milhões do segmento industrial.

Cabe ressaltar que o endividamento do segmento financeiro provém da consolidação das atividades do Banco Moneo e deve ser analisado separadamente, uma vez que possui características distintas daquele proveniente das atividades industriais da Companhia. O passivo financeiro do Banco Moneo tem como contrapartida a conta de “Clientes” no Ativo do Banco. O risco de crédito está devidamente provisionado. Por se tratar de repasses do FINAME, cada desembolso oriundo do BNDES tem exata contrapartida na conta de recebíveis de clientes do Banco Moneo, tanto em prazo como em taxa.

Os resultados da Marcopolo (BOV:POMO3) e (BOV:POMO4) referentes suas operações do segundo trimestre de 2022 foram divulgados no dia 02/08/2022. Confira o Press Release completo!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão

MARCOPOLO PN (BOV:POMO4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos MARCOPOLO PN.
MARCOPOLO PN (BOV:POMO4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos MARCOPOLO PN.