A Viver homologou o aumento de capital social, dentro do limite do capital autorizado.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:VIVR3) nesta segunda-feira (19).

Foram subscritas e integralizadas 21.506.752 novas ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, no valor total de R$ 15.699.928,96, sendo:

  • 352.459 ações ordinárias, todas nominativas e sem valor nominal, subscritas e integralizadas, em moeda corrente nacional, pelos acionistas que exerceram o direito de preferência, ao preço de emissão de R$ 0,73 por ação, totalizando um valor R$ 257.295,07, tendo sido excluídos os acionistas que condicionaram a subscrição das ações à subscrição máxima do aumento de capital, no total de 323 novas ações ordinárias da Companhia, no montante de R$ 235,79;
  • 8.936 ações ordinárias, todas nominativas e sem valor nominal, subscritas e integralizadas, em moeda corrente nacional, pelos acionistas que subscreveram sobras do aumento de capital, ao preço de emissão de R$ 0,73 por ação, totalizando um valor de R$ 6.523,28;
  • 21.145.357 ações ordinárias, todas nominativas e sem valor nominal, subscritas e integralizadas pelos credores Fundo de Liquidação Financeira – Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios Não Padronizados (FLF), debenturistas detentores de crédito remanescente referente à dívida relacionada às debêntures simples, não conversíveis em ações, emitidas em 31 de maio de 2011; pessoas elegíveis participantes da 2ª e 3ª tranche do Programa de Outorga de Benefícios aprovado na Reunião do Conselho de Administração e ratificada em AGE realizada em 30 de abril de 2021, ao preço de emissão de R$ 0,73 por ação, totalizando um valor de R$ 15.436.110,61.

Em decorrência do aumento de capital ora homologado, o capital social da Companhia passou de R$ 2.449.892.044,74 representado 142.902.713 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal para R$ 2.465.591.973,70 representado por 164.409.465 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal.

As novas ações emitidas serão disponibilizadas aos acionistas que subscreveram e integralizaram ações ordinárias no âmbito do Aumento de Capital em 22 de setembro de 2022, sendo tais ações idênticas às já existentes, e farão jus ao recebimento integral de dividendos e/ou juros sobre o capital próprio, bem como quaisquer outros direitos que venham a ser declarados pela Companhia a partir desta data, em igualdade de condições com as demais ações já existentes.

Os acionistas que condicionaram a subscrição das ações da Companhia à subscrição máxima do aumento de capital, serão restituídos em 21 de setembro de 2022 nas contas bancárias informadas pelo acionista no ato da solicitação de subscrição do aumento de capital.

Como consequência do aumento de capital ora homologado e da subscrição de ações pelo FLF, acionista e credor da Companhia, mediante capitalização de créditos detidos contra a Companhia, perfez-se a quitação no montante de R$ 9.200.000,00, oriundos do aditivo ao Instrumento Particular de Renegociação de Dívidas e Outras Avenças celebrado, em 30 de junho de 2022, entre a Companhia e o FLF, conforme Fato Relevante divulgado ao mercado em 13 de julho de 2022.

VIVER ON (BOV:VIVR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2023 até Fev 2023 Click aqui para mais gráficos VIVER ON.
VIVER ON (BOV:VIVR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Fev 2022 até Fev 2023 Click aqui para mais gráficos VIVER ON.