Produção industrial brasileira avançou 0,4% em janeiro de 2016

LinkedIn

De acordo com a pesquisa da Industria brasileira de janeiro de 2016 – a Produção Física (PIM – PF) – divulgada hoje (04) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção da indústria brasileira do primeiro mês de 2016 cresceu 0,4% em relação a dezembro de 2015. A alta de 0,4% da atividade industrial na passagem de dezembro para janeiro teve predomínio de resultados positivos, tanto nas categorias econômicas (3 das 4 categorias) como na maior parte dos ramos pesquisados (15 de 27 atividades). 

Pesquisa da Produção Industrial Brasileira: A comparação janeiro de 2016/2015 apontou declínio de 13,8%

Atividades industriais

Entre as atividades, a principal influência positiva foi registrada por coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (crescimento de 2,8%). Outras contribuições positivas importantes sobre o total da indústria vieram de máquinas, aparelhos e materiais elétricos (6,1%), de bebidas (3,8%), de máquinas e equipamentos (3,1%), de produtos do fumo (24,5%), de produtos têxteis (7,1%), de perfumaria, sabões, produtos de limpeza e de higiene pessoal (1,4%), de produtos de metal (2,7%). Todas essas atividades interromperam em janeiro de 2016 o declínio produtivo ao longo do ano passado. Vale destacar a atividade de móveis, que ao expandir 7,8% no mês, acumula um crescimento de 12,0% no período de 3 meses. Por outro lado, entre os nove ramos que reduziram a produção, os desempenhos de maior importância para a média global foram registrados por indústrias extrativas (-2,7%).

Categorias de Uso

O ranking das categorias de uso ficou nesta ordem: bens de capital (1,3%), bens intermediários (0,8%), bens de consumo semi e não-duráveis (-0,9%), e bens de consumo duráveis (-2,4%).  

 

Entenda a Pesquisa Industrial Mensal (PIM)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), através da Pesquisa Industrial Mensal, produz indicadores de curto prazo relativos ao setor industrial brasileiro.

Iniciada na década de setenta, a pesquisa abrange todo o território nacional e é divulgada mensalmente, em duas versões: PIM-PF e PIMES.

A Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) avalia o comportamento da produção real mensal nas indústrias extrativa e de transformação do país. O IBGE divulga mensalmente dois relatórios sobre a produção física no Brasil: um nacional e outro regional.

A Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário (PIMES) avalia o comportamento do emprego e dos salários nas atividades industriais do país.

Clique aqui e saiba mais detalhes sobre a produção industrial no Brasil

Deixe um comentário