Bússola de Investimentos: Confira as principais notícias do mercado financeiro nesta terça-feira, 31 de outubro

LinkedIn

A Bússola de Investimentos desta terça-feira traz: Empresas divulgam seus resultados trimestrais, BTG Pactual avalia aumentar sua operação de resseguros e mais! Confira: 

SULAMÉRICA (SULA11)

A SulAmerica divulgou nesta segunda-feira, 30, seus resultados trimestrais. Segundo comunicado feito pela empresa, o seu lucro líquido foi de R$ 151,4 milhões no terceiro trimestre deste ano, com uma alta de 2,1% na comparação com o 3T16. O aumento do lucro se deve principalmente ao crescimento das receitas e redução da sinistralidade. A companhia teve aumento de 7,6% das receitas operacionais no trimestre, alcançando R$4,8 bilhões, devido ao crescimento das receitas dos segmentos de saúde e odontológico, ramos elementares e vida e previdência. Leia

CIELO (CIEL3)

A Cielo veio a público nesta segunda-feira, 30, informar seus resultados trimestrais. No release, a empresa informa que totalizou R$1.017,1 milhões de lucro líquido. Um aumento de 0,8% em relação ao 3T16 e de 2,3% em relação ao 2T17. Comparado aos resultados do 2T17, a Cielo teve um aumento de 3,5% em sua receita líquida, totalizando o valor de R$ 99,8 milhões.O crescimento está substancialmente relacionado à contínua expansão dos negócios da Controlada Cateno e do incremento da receita líquida proveniente da captura, processamento e liquidação das transações com cartões da Controladora.”  Leia

AREZZO (ARZZ3)

A Arezzo&Co encerrou o terceiro trimestre de 2017 com um aumento de 10,2% no seu lucro líquido. A receita líquida alcançou o valor de R$ 370,8 milhões. A empresa informou que houve um aumento de 6,9% comparado ao ano anterior. Leia

ITAU UNIBANCO (ITUB4)

O Itaú Unibanco registrou lucro líquido de R$ 6,254 bilhões no terceiro trimestre, expansão de 11,78% em relação ao mesmo período do ano passado, de R$ 5,595 bilhões. Na comparação com os três meses imediatamente anteriores, de R$ 6,169 bilhões, foi vista alta de 1,4%. Leia

M. DIAS BRANCO (MDIA3)

M. Dias Branco divulgou seus resultados trimestrais hoje, e apresentou um crescimento na receita líquida de 6,8% em relação ao trimestre anterior e de 1,6% no comparativo com o mesmo período do ano passado. Leia

MULTIPLAN (MULT3)

Multiplan, dona de 18 shopping centers no País, teve lucro líquido de R$ 75,552 milhões no terceiro trimestre de 2017. Esse montante representa crescimento de 30,2% em relação ao mesmo período de 2016, conforme balanço publicado nesta segunda-feira (30), pela companhia. Leia

GOL (GOLL4)

A Gol começa a vender, a partir desta segunda-feira (30), passagens para os novos voos que conectarão Recife, Natal, Salvador, Manaus e Belém ao hub de Fortaleza, que será lançado em parceria com a Air France KLM em maio de 2018. De acordo com o anunciado pelas companhias no mês passado, serão cinco voos semanais: três para a capital holandesa, operados pela KLM, e dois para a capital francesa, que serão operadas pela nova companhia Joon. Leia

HYPERMARCAS (HYPE3)

O presidente da Hypermarcas, Claudio Bergamo, afirmou que a companhia considera a possibilidade de realizar aquisições, mas ponderou que não há grandes transações no radar. Entre essas oportunidades de negócios, o executivo mencionou a compra de moléculas ou de registros, além do desenvolvimento de clones. O presidente avaliou que a aquisição de uma empresa poderia ser um caminho, mas a de um negócio pequeno teria a mesma lógica da compra de um produto. Leia

BTG PACTUAL (BPAC3)

O BTG Pactual avalia expandir a sua operação de resseguros, atualmente focada nos riscos do grupo no Brasil, para outros países da América Latina. A ideia é acompanhar a operação do banco na região com a oferta de garantias financeiras para grandes projetos. O martelo, porém, ainda não teria sido batido. Atualmente, a operação securitária do banco no Brasil está plugada na Pan Seguros, que foi adquirida em sociedade com a Caixa Econômica Federal como uma saída para aportar recursos no Banco Pan (ex-Panamericano). Leia

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.