Ibovespa fecha em alta de 3,36% após ata do Fed e boa notícia do petróleo; Dólar cai 1,63%

LinkedIn

Ibovespa fechou o dia preliminarmente em alta de 3,36%, e volta aos 78.699,32 pontos, após atingir a máxima de 79.058,13.

Após o fim do leilão, o índice encerrou em alta de 2,97% e terminou o dia com 78.624,62.

O dólar encerrou em queda de 1,628% sendo cotado a R$ 5,1418.

Confira tudo que rolou no mercado nesta quarta-feira (08).

Top list Ibovespa:

ranking0804

Ibovespa Hoje

O índice subiu 3,36% preliminarmente  com papéis em leilão.

O Ibovespa acelerou a alta à tarde, depois da divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve e da notícia da Bloomberg de que a Opep+, grupo dos países produtores de petróleo e seus aliados, incluindo a Rússia, acordou em reduzir a produção de petróleo em 10 milhões de barris diários no encontro de amanhã, o que impulsionou as cotações da commodity.
Perto das 16h00, o Ibovespa registrava 78.949 pontos, com valorização de 3,39%, acompanhando a recuperação das bolsas americanas depois da divulgação da ata da reunião emergencial de 15 de março de FED, um domingo. No documento, o banco central americano diz que a atual crise exige uma resposta “vigorosa” e que os juros devem permanecer próximos de zero até que a crise tenha passado. Puxavam o índice os papéis preferenciais do Itaú e da Petrobras, que reagiu à disparada do petróleo.

Ibovespa em Abril

Em abril, após seis pregões, o principal índice de ações brasileiro acumula uma valorização de 7,83%. Ao longo do mês, foi realizado quatro pregões de alta contra dois de baixa. No pregão do dia 31 de março, o indicador encerrou cotado em 73.019,76 pontos.

Ibovespa em 2020

Em 2020, após sessenta e oito pregões, o Ibovespa acumula uma forte desvalorização de 62,27%. No último pregão de 2019, o principal índice acionário do país fechou cotado em 115.645,34 pontos. Ao longo do ano, foram registrados trinta e seis de baixa contra trinta e um de alta.

Confira as notícias das empresas que são destaques do dia:

Banco do Brasil (BBAS3): O Banco do Brasil informou que, conforme determinação do Conselho Monetário Nacional (CMN), o dividendo fica limitado ao mínimo obrigatório definido no estatuto social, no caso a 25% do lucro líquido ajustado.

Eletrobras (ELET3, ELET5 e ELET6) – A agência de classificação de risco Standard & Poor’s reafirmou os ratings da Eletrobras e alterou a perspectiva do rating em sua escala global ( “bb-“) de “positiva” para “estável “em decorrência de seu alinhamento com o rating soberano brasileiro.

Comgás (CGAS5) – Comgás optou por suspender as projeções financeiras para 2020 (guidance), divulgadas em fato relevante em 11 de fevereiro de 2020. O motivo foi o impacto gerado pela pandemia do novo coronavírus e o atual contexto de incertezas, “em que os cenários mudam rapidamente a cada dia”, explicou a empresa.

Magazine Luiza (MGLU3) –  Magalu reduziu salários, renegociou com fornecedores, aprovou captação de R$ 800 milhões e na terça-feira lançou um projeto para pequenas empresas, influenciando a entrada de novos vendedores em seu “marketplace” da Magalu.

Petrobras (PETR4/PETR3) – A Petrobras fez três comunicados: divulgou a nota de crédito global da agência de risco S&P, as datas do relatório de produção, vendas, desempenho financeiro e o cancelamento da AGO convocada para o próximo dia 27.

Petrobras (PETR3/PETR4) – Conselho aprova criação de programa de aposentadoria incentivada, ajuste dos três Programas de Desligamentos Voluntários (PDVs) e estima retorno de R$ 7,6 bilhões até 2025 com desligamentos

Enauta (ENAT3) – A empresa Enauta informou que a produção de petróleo no primeiro trimestre foi de 1.552 mil barris de óleo equivalente (boe) com média diária de 17,1 mil boe. A empresa também informou na noite desta terça-feira que a AGOE foi postergada e algumas medidas que estão sendo tomadas visando reforçar o caixa devido à pandemia de COVID-19 e queda do Brent.

Cosan (CSAN3) – Cosan suspendeu as projeções financeiras para 2020 (guidance), divulgadas em fato relevante no dia 14 de fevereiro de 2020, tendo em vista a evolução e os impactos gerados pela pandemia em seus negócios e nos negócios das empresas do grupo e o atual contexto de incertezas.

CCR (CCRO3) – A empresa CCR aprovou a terceira emissão de notas promissórias no valor de R$ 400 milhões em dez séries com vencimentos de até 365 dias a partir da data de emissão.

Diagnósticos da América (DASA4) – Empresa concluiu a aquisição de 100% da Allbrokers Brasil corretora de seguros.

Energisa (ENGI11) – Empresa aprovou reajustes tarifários mas adia início para 1 de julho considerando a atual crise de COVID-19

Recomendação de ativos:

Iguatemi (IGTA3) – Itaú BBA rebaixa Iguatemi para Market Perform com preço-alvo de R$ 36,00

Cyrela (CYRE3) – Itaú BBA rebaixa Cyrela para Market Perform com preço-alvo de R$ 17,50

Klabin (KLBN11) – Itaú BBA eleva Klabin para Outperform com preço-alvo de R$ 21,00

Anima (ANIM3) – Morgan Stanley rebaixa Ânima Educação para Under Weight com preço-alvo de R$22,50

Dimed (PNVL3) – BTG Pactual inicia cobertura da Dimed com preço-alvo de R$ 34,00

XP Inc (XP) – BTG Pactual mantém recomendação neutra da XP e corta preço-alvo de US$ 37,00 para U$ 24,00

Cemig (CMIG4) – Bradesco BBI mantém compra para Cemig e corta preço-alvo para R$ 11,00

Petrobras (PBR) – Credit Suisse reitera recomendação Outperform mas corta preço-alvo para US$ 14,00

Linx (LINX3) –  Itaú BBA mantém Linx em Outperform com preço-alvo de R$ 32,50

BTG Pactual (BPAC11) – UBS mantém compra mas corta preço-alvo para R$ 54,00

Cielo (CIEL3) – UBS mantém recomendação neutra e corta preço-alvo de R$ 7,50 para R$ 4,50

Pagseguro (PAGS) – UBS mantém recomendação de compra mas corta preço pela metade de US$ 54,00 para US$ 27,00

Stone (STNE) – UBS mantém recomendação de compra e corta preço de US$ 46,00 para US$ 29,00

Aluguel de ações:

Os maiores alugueis de papéis do pregão do dia 07 de abril: Petrobras (PETR4), Ambev (ABEV3) e Itáu (ITUB4)

Participação acionária:

Iochpe-Maxion (MYPK3) – Família Ioschpe reduziram participação na companhia para 14,65% (22.521.991 ações)

Tenda (TEND3) – Vinci Equities Gestora de Recursos aumentos participação para 5,12% (5.341.748 ações)

Empresas que comunicaram adiamento ou cancelamento de AGO/AGE por causa do coronavírus:

Braskem (BRKM5)

Terra Santa Agro (TESA3)

SCHULZ (SHUL4)

Iguatemi (IGTA3)

Ouro Fino (OFSA3)

Enauta (ENAT3)

Tekno (TEKN3/TEKN4)

Esclarecimentos de notícias:

Azul (AZUL4): “Aéreas e BNDES divergem sobre debêntures” – não tem condições de prestar maiores esclarecimentos sobre o tema, já que, no presente momento, não recebeu qualquer proposta firme sobre a estrutura da transação que será utilizada para viabilizar o mencionado apoio financeiro por parte do BNDES.

BR Foods (BRFS3): “Sinal de alerta no setor de aves e suínos”- a empresa não formulou e nem teceu qualquer projeção acerca do seu desempenho mensal de abril e não divulgou ou reconhece qualquer estimativa de queda nas vendas

Outras noticiais:

Eletrobrás (ELET3/ELET5/ELET6) – Diretora Lucia Maria Martins Casasanta continua no cargo após 30 de abril até a empresa contratar um diretor substituto.

Cambuci (CAMB3) – Empresa concedeu férias coletivas no período de 23/03/2020 a 13/04/2020 para todos os funcionários.

Comentários

  1. DBS company diz:

    Seu site foi de grande ajuda para mim!!!

    Ass: http://www.dbscompany.com.br

Deixe um comentário