JPMorgan determina volta de alguns traders até 21 de setembro

LinkedIn

JPMorgan Chase (NYSE:JPM) pediu que funcionários de vendas e trading de nível sênior voltem aos escritórios até 21 de setembro, a medida mais significativa tomada por um banco dos Estados Unidos para trazer as equipes de volta aos locais de trabalho.

As ações do banco são negociadas na B3 através da BDR (BOV:JPMC34).

A nova ordem se aplica a diretores-gerentes e diretores executivos que supervisionam subordinados, de acordo com uma pessoa informada sobre os planos, e foi comunicada à equipe de vendas e trading durante telefonemas na quarta-feira. Pessoas responsáveis pelo cuidado de filhos ou com problemas de saúde estão isentas.

O maior banco dos Estados Unidos estava abrindo escritórios para mais funcionários nos últimos meses, mas poucos foram obrigados a retornar. Na terça-feira, a Bloomberg informou que executivos do JPMorgan avaliavam o retorno de funcionários na cidade de Nova York e outros lugares onde a Covid-19 havia desacelerado.

Um porta-voz do JPMorgan não quis comentar. O Wall Street Journal reportou anteriormente as mudanças.

Seis meses após o início da pandemia, os bancos fazem planos para aumentar o quadro de funcionários na área de Nova York. O Citigroup começou a circular uma pesquisa para a força de trabalho em Nova York, Nova Jersey e Connecticut no início da semana para avaliar o interesse em repovoar parcialmente os escritórios em toda a área dos três estados.

Goldman Sachs disse na quarta-feira que implementaria uma política de rodízio para trazer funcionários de volta ao local de trabalho.

Deixe um comentário