OGX: Parada inesperada em produção

LinkedIn

Bom dia ADVFN (10-11-2015)

Acesse a versão completa aqui: http://newsletter.blogs.advfn.com

OGX: Parada inesperada em produção: A produção no Campo de Tubarão Martelo da OGX Petróleo (BOV:OGXP3) foi interrompida devido a problema no Turbo Gerador da FPSO (Unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência na sigla em inglês) OSX-3. Não houve nenhum dano ambiental ou acidente envolvendo o pessoal da tripulação. A interrupção na produção poderá impactar negativamente a receita da OGX, proveniente da venda do óleo. No entanto, a companhia afirma que os recursos decorrentes da venda de participação acionária na Parnaíba Gás Natural, dos equipamentos utilizados pela Unidade de Tratamento de Gás da PGN e dos royalties dos blocos na Colômbia, serão suficientes para que a OGX cumpra seus compromissos de curto, médio e longo prazos. A equipe técnica da OGX está trabalhando para que a produção seja retomada no menor prazo possível.

• A produção da Vale (BOV:VALE5) em Fábrica Nova / Timbopeba, no Sistema Sudeste, poderá ser negativamente impactada em 3Mt em 2015 e 9Mt em 2016 com o acidente ocorrido na barragem de rejeitos da Samarco. A Vale também interromperá a venda de run of mine de sua mina de Fazendão para a Samarco.

• Sem acordo, a greve na Petrobras (BOV:PETR4) coordenada pelas entidades sindicais do petroleiros prossegue. O impacto na produção de petróleo permanece na ordem de 115 mil barris ao dia segundo a companhia.

• A BRF (BOV:BRFS3) aumentou o programa de recompra para a aquisição de até 23 milhões de suas ações ordinárias em circulação. A companhia possui, 784,64 milhões de ações em circulação.

• A Agência Internacional de Energia (AIE) prevê a cotação do barril de petróleo em US$ 80 em 2020 devido a uma possível queda na oferta da commodity.

• A BB Seguridade (BOV:BBSE3) reportou lucro líquido ajustado de R$ 987,7 milhões no terceiro trimestre de 2015, crescimento de 20,1% na comparação com o mesmo período do ano passado.

• A Gafisa (BOV:GFSA3) conseguiu reverter perdas e registrou resultado positivo de R$ 13,41 milhões no terceiro trimestre.

• A Time for Fun (BOV:SHOW3) conseguiu reverter perdas e voltou a registrar resultado positivo de R$ 8,81 milhões no terceiro trimestre.

• O Magazine Luiza (BOV:MGLU3) reverteu ganhos e registrou resultado negativo de R$ 19,1 milhões no terceiro trimestre deste ano.

• A Direcional (BOV:DIRR3) registrou resultado positivo de R$ 37,07 milhões no terceiro trimestre de 2015 (-39,8% em 12 meses).

Deixe um comentário