Telefônica é ação de dividendos mais recomendada; carteira do mês traz retornos de até 13,90%

LinkedIn

No primeiro mês do ano, cinco das sete corretoras que enviaram suas carteiras de dividendos ao blog Arena recomendaram os papéis da Telefônica (BOV:VIVT4) como um dos melhores do mercado. Depois de ter forte destaque em 2015, a operadora aparece novamente favorita em 2016 como uma opção defensiva para o investidor diante das perspectivas de um novo ano difícil, com andamento de ajustes econômicos, desdobramentos da Operação Lava Jato e um quadro político incerto, o que deve pressionar bastante o balanço de riscos para o lado negativo.

Os pontos fortes da companhia líder da carteira do mês seguem os mesmos vistos no ano passado: ganhos de sinergia vindos da fusão com a GVT, além da expectativa de expansão da base de clientes pós-pago e da rede 4G. De acordo com cálculos da Um Investimentos, a empresa também deverá apresentar um “dividend yield”, ou seja, quanto do lucro distribuído representa em relação ao preço pago na ação, de 10,27%.

Confira as cinco empresas com melhores dividendos de janeiro, segundo sete corretoras:

Ações Indicações
Telefônica 5
Cetip 4
Ambev 3
BB Seguridade 3
Valid 3

 

Em segundo lugar, a integradora do mercado financeiro Cetip somou quatro recomendações dos analistas em meio às notícias de fusão com a BM&FBovespa divulgadas no fim de 2015. A companhia se beneficiou a partir de sua liderança no segmento de custódia (97% dos ativos privados de renda fixa do mercado) e elevado grau de integração dos seus sistemas. Também chamaram a atenção das corretoras a alta geração de caixa e o fato de ela deter aproximadamente 75% do valor nacional dos derivativos de balcão.

Dividiram a terceira posição Ambev, BB Seguridade e Valid. A fabricante de bebidas brasileira Ambev ganhou força com as expectativas de contínuo crescimento dos seus resultados operacionais nos próximos trimestres e o aumento de suas operações na América Latina e no Caribe. Já a BB Seguridade, também muito indicada no ano anterior, é citada como um alto retorno sobre patrimônio líquido (56% no último trimestre). Além disso, a seguradora do Banco do Brasil tem ainda baixa penetração no segmento de seguros do banco público.

Finalmente, a certificadora digital Valid também totalizou três recomendações. As corretoras apontam que a empresa passa por um processo de expansão no mercado americano e participa de licitações para setor de identificação e homologação para prestação de serviços de telecomunicações.

Apesar de figurar como o maior ”dividend yield” da carteira, de 13,90%, Banco do Brasil teve apenas uma indicação, da corretora Rico.

Acompanhe a lista completa dos dividendos mais indicados no mês:

Corretora Companhia Ação Dividend Yield
Itaú Corretora BB Seguridade BBSE3 6,30%
Comgás CGAS5 10,80%
Mahle Metal Leve LEVE3 9,40%
Telefônica VIVT4 6,50%
Transmissão Paulista TRPL4 6%
Magliano Corretora Eletropaulo ELPL4 —–
Telefônica VIVT4 —–
Comgás CGAS5 —–
Coinvalores CPFL Energia CPFE3 —–
Ambev ABEV3 —–
Bradesco BBDC4 —–
Cetip CTIP3 —–
Itaú Unibanco ITUB4 —–
Smiles SMLE3 —–
Telefônica VIVT4 —–
Tractebel TBLE3 —–
Ultrapar UGPA3 —–
Valid VLID3 —–
Rico Grendene GRND3 5,20%
Transmissão Paulista TRPL4 5%
Mahle Metal Leve LEVE3 6,90%
AES Tietê GETI4 5%
Banco do Brasil BBAS3 13,90%
Natura NATU3 7%
Cetip CTIP3 4,60%
Equatorial EQTL3 2,40%
Um Investimentos Ambev ABEV3 —–
Bradesco BBDC4 —–
Cetip CTIP3 —–
Grendene GRND3 —–
Par Corretora PARC3 —–
Ultrapar UGPA3 —–
Taesa TAEE11 —–
Tupy TUPY3 —–
Telefônica VIVT4 10,27%
Valid VLID3 —–
Santander Alupar ALUP11 12,90%
BB Seguridade BBSE3 7,20%
Cemig CMIG4 8,60%
Cielo CIEL3 1,90%
Itaú Unibanco ITUB4 4,90%
Porto Seguro PSSA3 5,70%
Taesa TAEE11 12,90%
Telefônica VIVT4 7,20%
Citibank Ambev ABEV3 4,80%
BB Seguridade BBSE3 1,70%
Valid VLID3 3,70%
Cielo CIEL3 1,20%
Cetip CTIP3 6,30%

 

Deixe um comentário