TIM: Lucro cresce em mais de 300% no trimestre

LinkedIn

A TIM registrou lucro líquido normalizado de R$ 200 milhões no terceiro trimestre de 2016, crescimento de 320,8% na comparação com o trimestre imediatamente anterior. Na comparação anual, a alta é mais amena, de 14,2% no período. Em seu relatório, a companhia afirma que vem melhorando o perfil da base de clientes para impulsionar o crescimento da receita média por usuário. Em um ano foram adicionados aproximadamente 480 mil clientes ao segmento pós-pago, segundo trimestre consecutivo com adições positivas, com 22,5% de penetração de mercado pós-pago sobre a base de usuários, o maior nível em nove anos.

Outras notícias importantes do dia

• O banco BTG Pactual informou o fechamento e conclusão da venda do banco suíço BSI para a EFG International. O preço final da transação é composto de aproximadamente R$ 1,86 bilhão em dinheiro, 30% de participação na EFG e mais R$ 100,3 milhões em um bond emitido pela EFG International.

• A Via Varejo anunciou a implementação da reorganização societária para a integração dos negócios de comércio eletrônico operados pela Cnova aos negócios da companhia, passando a comandar as atividades de comércio eletrônico das bandeiras Casas Bahia, Ponto Frio e Extra no Brasil.

• A Paranapanema celebrou o primeiro aditamento ao Instrumento Particular Conjunto de Assunção de Obrigação de Não Fazer (Standstill) e Outras Avenças, o qual prorroga, até dezembro, os efeitos relativos ao período de suspensão concedido à companhia por seus principais credores financeiros.

• A Multiplan concluiu a aquisição de participação no BarraShopping e no MorumbiShopping por R$ R$ 495,9 milhões, passando a deter 61,3% da ABL (área bruta locável) do BarraShopping e 73,7% da ABL do MorumbiShopping.

• A Multiplan registrou lucro consolidado de R$ 58,07 milhões no terceiro trimestre de 2016, queda de 0,6% em um ano.

• A Ecorodovias aprovou a terceira emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no montante total de R$ 215 milhões. Os recursos obtidos serão destinados para o pagamento integral da dívida representada pela terceira emissão de notas promissórias comerciais da companhia e o excedente, se houver, será destinado para capital de giro.

• A CPFL conclui a aquisição de todas as ações do capital social da AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia pelo total de R$ 1,69 bilhão.

• A Cemig anunciou a cisão total da Parati com incorporação do acervo cindido pela RME e pela Lepsa, objetivando a simplificação da sua estrutura societária e visando ganhos econômicos. Por consequência, serão adotados todos os procedimentos visando à extinção da Parati, passando a companhia, o banco Santander Brasil, a BV Financeira, o Banco do Brasil e o BTG Pactual a serem acionistas na RME e na Lepsa.

• A Smiles registrou lucro consolidado de R$ 144,72 milhões no terceiro trimestre de 2016 (+46,8% em 12 meses).

• A BM&FBOVESPA informou que a Justiça manteve a sentença proferida em ação movida pela massa falida da Spread Corretora, dando provimento apenas parcial a recurso apresentado. A companhia acredita que a chance de perda atribuída para esse processo foi alterada de possível para provável, levando à necessidade de provisionamento contábil de R$ 183,9 milhões, a ser reconhecido nas demonstrações financeiras do terceiro trimestre de 2016.

• A Bradespar pretende manter a remuneração aos acionistas igual a zero para o ano de 2016, tendo em vista que não houve alteração significativa em seu fluxo de geração de caixa no ano. A administração da companhia reavaliará, ao final do exercício, a distribuição do lucro com base no eventual resultado deste ano.

Esta notícia foi extraída do Bom Dia ADVFN, newsletter diária divulgada pela ADVFN Brasil, em 01-11-2016. Para receber esta newsletter gratuitamente todas as manhãs em seu email automaticamente, marque a opção “Boletim Noticiário Brasileiro” neste link: Relatórios Financeiros Gratuitos ADVFN

Deixe um comentário