Lançamentos de imóveis crescem 8% em 12 meses; distratos chegam a 50,9%, diz Abrainc

LinkedIn

Nos últimos 12 meses, o total de lançamentos imobiliários subiu 8% em relação ao período anterior, com 69,5 mil unidades, entre empreendimentos residenciais, comerciais e de desenvolvimento urbano. O aumento foi puxado pelos imóveis populares, do Minha Casa Minha Vida. Já no segmento de médio e alto padrão, os lançamentos caíram e os distratos, casos em que a pessoa desiste de comprar o imóvel quando ele fica pronto, seguem elevados, equivalentes a metade das vendas atuais. Um indicador que, fora das linhas subsidiadas do governo para habitação, o mercado imobiliário segue fraco, influenciado pela queda na renda e no emprego da população.

As informações são da Fipe, com base em dados das empresas da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). No mesmo intervalo de 12 meses, foram vendidas 103,7 mil unidades, uma queda de 2,0%, e entregues 126,1 mil unidades, alta de 3,3%.

Médio e alto padrão tem 35% das vendas

Por segmento, os empreendimentos residenciais de médio e alto padrão (MAP) responderam por 20,1% do total de unidades lançadas, 34,9% das unidades vendidas, 39,1% das entregas e 36,9% da oferta média do período.

Lançamentos caem e distratos chegam a 50,9%

No comparativo de 12 meses, os lançamentos do segmento recuaram 0,9% em relação ao período precedente, ao passo que as vendas apresentaram queda de 13,6%. Na mesma base, as entregas de empreendimentos MAP aumentaram ligeiramente, em 1,5%, enquanto o volume médio ofertado no segmento declinou 8,2%. Finalmente, vale destacar que a relação entre distratos e vendas foi de 50,9% nos últimos 12 meses. Levando-se em conta a safra de lançamentos mais antiga do segmento na série histórica (1º trimestre de 2014), a proporção de unidades distratadas entre as unidades vendidas do segmento médio e alto pradrão cai, para 30,6%.

Minha Casa Minha Vida lidera lançamentos

Finalmente, os empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) foram responsáveis, nos últimos 12 meses, por 78,1% das unidades lançadas, 55,8% das unidades vendidas, 48,6% das entregas e 46,6% da oferta média disponível ao longo do período.

Mais 14,8% em lançamentos

Em termos de variação, o comparativo de 12 meses indica que os lançamentos do programa MCMV foram 14,8% superiores ao total contabilizado no período anterior, tendência positiva acompanhada pelas vendas (+18,7%), entregas (+1,9%) e também pela oferta média (+31,6%) do programa.

Distratos menores

Considerando a safra de lançamentos MCMV mais antiga da série histórica (1º. trimestre de 2014) a proporção de unidades distratadas entre as unidades vendidas atingiu a marca de 19,5%, ao passo que a relação entre distratos e vendas do segmento foi de 22,4% nos últimos 12 meses.

 

Os Indicadores Abrainc/Fipe do Mercado Imobiliário são desenvolvidos e calculados pela Fipe em parceria com a Abrainc, com base em informações disponibilizadas pelas incorporadoras associadas. Confira os resultados completos de abril no anexo do e-mail.

 

Deixe um comentário