Destaques do dia: as principais notícias desta terça-feira

LinkedIn

Termina prazo para reserva de ações da Vulcabras Azaleia, Comissão realiza audiência para conhecer mais sobre Blockchain, Cemig posterga vencimento de dívidas de sua subsidiária. Confira: 

Terminou nesta segunda feira o prazo para reserva de ações da Vulcabras Azaleia

Terminou nesta segunda-feira, 23, o prazo para reserva das ações da fabricante de calçados Vulcabras Azaleia (VULC3). A empresa definiu entre R$ 8,50 e R$ 10,50 a faixa indicativa para o preço das ações em uma oferta de distribuição primária e secundária com esforços de colocação no exterior. Inicialmente, está prevista a emissão primária de 60.526.000 ações e a venda secundária de 7.894.000 ações dos atuais acionistas, podendo ser acrescida em até 15%, o equivalente a 10.263.000 ações, conforme prospecto preliminar. Saiba mais

Comissão realiza audiência para conhecer estudo do Banco Central sobre blockchain

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle realiza hoje uma audiência pública para debater “a prova de conceito em blockchain do Sistema de Pagamentos Brasileiro desenvolvida pelo Banco Central do Brasil.” Blockchain é a mesma tecnologia que está por trás da moeda virtual Bitcoin. Trata-se de banco de dados com regras preestabelecidas que pode ser consultado por várias pessoas por meio da Internet. Saiba mais 

Câmara faz sessão nesta terça para leitura do relatório sobre denúncia de Temer

A Câmara dos Deputados fará nesta terça-feira (24) uma sessão de plenário destinada à leitura do relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que recomenda a rejeição da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral). O procedimento é uma das etapas exigidas para que o relatório seja incluído na pauta de votações da Casa. A leitura deve ser feita pela segunda-secretária da Câmara, deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO). Saiba mais

Cemig posterga por 60 dias vencimento de R$ 550 milhões em dívidas de subsidiária

A elétrica mineira Cemig (BOV:CMIG4) postergou o vencimento de quase R$ 550 milhões em dívidas de sua subsidiária Cemig GT, de geração e transmissão, segundo ata de reunião do Conselho de Administração da companhia realizada na última semana e divulgada nesta terça-feira (24). Em todos os casos, a Cemig adiou em 60 dias o vencimento de parcelas de contratos de crédito junto ao Banco do Brasil que ocorreriam em outubro, mas em troca de elevação nos encargos financeiros ou do pagamento de taxas. Saiba mais

Deixe um comentário