Semanário Bovespa: índice cai diante das incertezas da política

LinkedIn

Ibovespa caiu 0,78% nesta semana. Apesar da vitória do presidente Michel Temer na votação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), na qual os deputados aprovaram o parecer que recomenda a rejeição da denúncia contra ele, o mercado ficou abalado tanto pela ansiedade antes da votação quanto pelas especulações sobre a resposta que a Câmara deve dar ao votar a questão na próxima quarta-feira (25). Já no contexto internacional, além do conflito entre a Espanha e a Catalunha, a economia dos Estados Americanos dominou o noticiário com as dúvidas sobre quem assumirá o Federal Reserve e o que acontecerá com os juros do país. Já foram 17 semanas de ganhos, contra 25 variações positivas.

Ontem o indicador fechou o dia com 76.390,52 pontos, uma valorização de 0,14%.

Em outubro, após 14 fechamentos, o índice valorizou 2,82%. Já foram sete pregões positivos, contra sete negativos. O mês de agosto fechou com 74.293,51 pontos.

Já no comparativo de 2017, após 200 pregões, o Ibovespa subiu 26,83. Já foram 99 fechamentos positivos contra 101 negativos. Em 2016, o índice fechou com 60.227,29 pontos.

Resumo da semana

A semana começou (16) com leve queda de 0,09%, fechando com 76.917,03 pontos. No dia seguinte, o indicador caiu 0,90%, fechando com 76.201,25 pontos.

Na quarta-feira (18), o Ibovespa subiu 0,51%, fechando com 76.591,09 pontos. No dia 19, o índice fechou com 76.283,16 pontos, uma redução de 0,40%.

Na sexta-feira (20), o indicador voltou a subir, fechando o dia com 76.390,52 pontos, uma valorização de 0,14%.

Deixe um comentário