Economista-chefe da UBS compara bitcoin com a Bolha das Tulipas

LinkedIn

O economista-chefe da gigante dos serviços financeiros, UBS, saiu contra o bitcoin e as criptomoedas no Twitter na semana passada.

Em uma série de tweets em 1 e 2 de novembro, o economista-chefe da UBS, Paul Donovan, comparou o bitcoin com a bolha das tulipas de 1637 na Holanda e a hiperinflação da República de Weimar. Suas observações vieram depois que a Bolsa de Chicago revelou sua intenção de listar contrato de futuros de bitcoin no final deste ano.

A oposição mais forte de Donovan ao bitcoin veio da analogia com a bolha das tulipas:

Amsterdam 1636. Começam os mercados de futuros estabelecidos em dinheiro das tulipa. Os preços disparam. Amesterdam, fevereiro de 1637. A bolha da tulipa explode #jaestiveaquiantes

Embora Donovan comparou a bolha do bitcoin com a mania das tulipas, ele afirmou em um tweet que o impacto econômico provavelmente seria diferente. E em um e-mail para a CNBC, ele disse que a ideia de não entregar um produto era “chocante” na época. As pessoas pegaram e negociaram tulipas em tabernas, o que comparou com as exchanges de criptomoedas de hoje.

Enquanto Donovan se opõe às criptomoedas, ele disse que ele era um “grande fã da blockchain” no Twitter. Em outro tweet, ele disse que a UBS pensa na blockchain como uma plataforma que deve continuar a crescer.

Donovan não é o primeiro a comparar os surpreendentes aumentos de preços do bitcoin com a crise da tulipa. O CEO do JP Morgan Chase, Jamie Dimon, chamou a criptomoeda de uma “fraude” em setembro, dizendo que era pior do que a crise das tulipas do século XVII.

Fonte: Investing.com Brasil

Comentários

  1. Erdil Bruno Andreata diz:

    A Bitcoin incomoda os bancos pois eles deixaram de existir ou terão suas funções suprimidas com o passar do tempo. A grande maioria não entende o funcionamento real da BlockChain.

    A BlockChain oferece o que nenhum banco vai oferecer (transparência) histórico de todas as transações da rede quem for prejudicado poderá informar para onde foram suas moedas.

    Por conter todas as transações de forma publica é possível rastrear para onde estão indo as moedas e com isso a criminalidade sera nula no futuro. a carteira utilizada é anonima mas o usuário não. Quando for usar os recursos para compras ou trocar por dinheiro terá que fornecer dados pessoais como documentos, endereços. etc (hoje em qualquer Exchange quanto se tenta trocar moedas virtuais por dinheiro comum (USD, BRL, EUR) é obrigatório fornecer dados pessoais (Documentos, Conta Bancaria ETC). com esses dados sera possível localizar os criminosos.

    No futuro muitos desses bancos que hoje falam em bolha e fraude serão os primeiros a abrir corretoras ou criar moedas.
    Uma moeda ou outra pode ser fraude até mesmo a Bitcoin mas isso não importa.
    As moedas virtuais são um caminho sem volta para o progresso do sistema econômico mundial o máximo que conseguiram fazer é retarda-lo.

  2. Erdil Bruno Andreata diz:

    Talvez arrogância da UBS seja maior que a bolha das tulipas…

    As Criptomoedas não são flores. Mas sim a grande mudança da economia do seculo 21.
    Mudanças que jamais um banco poderia fazer.
    Eles fazem parte do antigo sistema financeiro mas não querem que ninguém saiba disso.

  3. Erdil Bruno Andreata diz:

    O futuro vira do novo.

    Os bancos já são bem velhos.

Deixe um comentário