O que fazer com as ações da Oi?

LinkedIn

Oi (BOV:OIBR3) (BOV:OIBR4) divulgou hoje o seu plano de recuperação judicial, no qual propõe entregar até 75% do capital da companhia aos bondholders (investidores que compraram títulos no exterior e são credores da empresa). Com essa informação, o ativo passou a operar em queda, sendo que às 15h15, o papel custava R$ 3,80, com uma variação negativa de 8,9%.

“Os novos termos são muito piores para os acionistas do que as versões anteriores, mas ainda melhor do que a nossa estimativa atual (de uma entrega de 85% da empresa)”, explicam os analistas do Credit Suisse, Daniel Federle, Felipe Cheng e Juan Pablo Alba. O plano anterior previa a entrega de apenas 25% do capital da Oi.

Os analistas, porém, acreditam que a nova proposta possui chances maiores de serem aprovadas e apontam que ele reduziria a dívida da empresa de R$ 64 bilhões para R$ 29 bilhões e a dívida líquida ficaria em R$ 21 bilhões.

O Credit Suisse indica um preço-alvo de R$ 2,30 para os papéis da OIBR4, com recomendação neutra.

Diante do novo plano, e assumindo um múltiplo justo de 4 vezes o valor da empresa sobre o EBITDA (EV/EBITDA) projetado para 2018, o banco estima que o valor de empresa da Oi fique em R$ 28 bilhões e o valor patrimonial em R$ 6,9 bilhões. Isso resultaria em um preço de R$ 2,70 para os papéis da OIBR3.

A proposta completa de Recuperação Judicial da Oi pode ser aqui.

Deixe um comentário