Dollar Week: moeda valoriza 2,37% com perspectivas de aumento nos juros americanos

LinkedIn

Dólar valorizou 2,37% ao longo da semana, com o mercado de olho na primeira reunião do Federal Reserve (Fed), banco central americano. Na quinta-feira (01), o Fed anunciou que prevê uma alta na inflação ao longo do ano, mas afirmou que não irá mudar a taxa de juros, pelo menos no momento. Por outro lado, a melhora inflacionária e as boas perspectivas para o mercado de trabalho americano defendidas pelo banco central dos EUA apontam para uma tendência de alta nos juros do país ao longo do ano. No contexto nacional, aos poucos os investidores voltam a especular sobre a aprovação da Reforma da Previdência. O presidente Michel Temer alegou em entrevista ao Broadcast/Estadão que  “já fez sua parte” no processo. Outros membros do governo, por outro lado, já manifestaram o desgaste da pauta e das tentativas de aumentar o número de votos favoráveis à Reforma.

Ontem, a moeda teve alta de 1,44%, cotada a R$ 3,2137  para compra e R$ 3,2145 para venda.

Após 2 pregões em fevereiro, a moeda valorizou 1,07%. Já se foi 1 fechamento negativo contra 1 positivo. Em janeiro, a divisa americana fechou cotada a R$ 3,1793  para compra e R$ 3,1803 para venda.

Em 2018, após 23 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 3,01%. Já se foram 10 pregões em alta, contra 13 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Resumo da semana

Na segunda-feira (29/01), o dólar teve alta de 0,84%, cotado a R$ 3,1650  para compra e R$ 3,1665 para venda. No dia seguinte, ele  teve alta de 0,42%, cotado a R$ 3,1787  para compra e R$ 3,1799 para venda.

No meio da semana, a moeda teve alta de 0,01%, cotada a R$ 3,1793  para compra e R$ 3,1803 para venda. Na quinta-feira (01/02), ela teve queda de 0,36%, cotada a R$ 3,1683  para compra e R$ 3,1690 para venda.

Ontem, a moeda teve alta de 1,44%, cotada a R$ 3,2137  para compra e R$ 3,2145 para venda.

Deixe um comentário