Estadão: Sem previdência, governo terá que reduzir R$ 14 bi do Orçamento de 2019

LinkedIn

Em entrevista ao jornal Estadão nesta quinta-feira (22), o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira disse que “sem a reforma da Previdência, o governo terá que reduzir R$ 14 bilhões de outras despesas para o ano que vem”.

Nas contas do ministro, para amenizar as despesas de 2019, “o governo deverá reforçar a revisão de políticas públicas e programas, para saber onde cortar. Oliveira ainda acrescenta que o processo ocorre sobre sigilo e que é preciso ter “cautela”.

Consequências

Segundo o jornal, o corte no Orçamento de 2019 é a primeira “consequência” da retirada da reforma da pauta da Câmara, após o governo Temer decretar intervenção federal no Rio de Janeiro – o que suspende a tramitação de propostas de emenda à Constituição. No total para este ano, o impacto da reforma nas contas estava estimado em R$ 5 bilhões, porém, o governo já não contava com esses recursos no Orçamento.

Fonte: Estadão

 

Deixe um comentário