Dólar Week: moeda sobe 0,2% com temor sobre uma possível guerra comercial

LinkedIn

O dólar valorizou 0,2% com perspectiva de alta de juros nos EUA .Nesta semana, o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou o plano de tarifação sobre a importação de aço e alumínio, deixando os investidores temerosos sobre uma possível guerra comercial. Entretanto, ele disse que a sua administração poderá remover tarifas para nações especificas como o México e o Canadá. O quadro resultou na renúncia do assessor econômico de governo Trump, Gary Cohn. No Brasil, o Ministério de Relações Exteriores e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços criticou o aumento na taxação do governo americano. Em nota, ele afirmou que “as medidas causarão graves prejuízos às exportações brasileiras e terão significativo impacto negativo nos fluxos bilaterais de Comércio”. A medida vale a partir de 23 de março

Ontem, a moeda teve queda de 0,40%, cotada a R$ 3,2505 para compra e R$ 3,2514 para venda.

Após 7 pregões em março, a moeda valorizou 0,26%. Já se foram 4 fechamentos negativos contra 3 positivos. Em fevereiro, a divisa americana fechou cotada a R$ 3,2421 para compra e R$ 3,2428 para venda.

Em 2018, após 46 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 1,90%. Já se foram 22 pregões em alta, contra 24 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Resumo da semana

A segunda-feira (05/03), o dólar teve queda de 0,08%, cotado a R$ 3,2474 para compra e R$ 3,2481 para venda. No dia seguinte, ele teve perda de 1,16%, cotado a R$ 3,2097 para compra e R$ 3,2105 para venda.

No meio da semana, a moeda teve alta de 1,05%, cotada a R$ 3,2429 para compra e R$ 3,2441 para venda. Na quinta-feira (08/03), ela teve alta de 0,63%, cotada a R$ 3,2615 para compra e R$ 3,2645 para venda.

Ontem, a divisa teve queda de 0,40%, cotada a R$ 3,2505 para compra e R$ 3,2514 para venda.

Deixe um comentário