ETF

Bitcoin sobe 3% e mercado tenta se recuperar, mas preço ainda pode voltar a $5.000

LinkedIn

Nas últimas 24 horas, o mercado de criptomoedas recuou ligeiramente, adicionando US$ 5 bilhões à sua avaliação de mercado, já que o preço do bitcoinregistrou um aumento de 3%.

A maioria dos tokens, incluindo Basic Attention Token (BAT), Augur (REP), Ontologia (ONT), Pundi X (NPXS) e Zilliqa (ZIL), que têm fortes comunidades de investidores, caíram de 9% a 14% nas perdas de ontem.

Mercado ainda “nebuloso”

De 7 a 8 de agosto, o preço do Bitcoin caiu 14%, indo de US$ 7.200 para US$ 6.150, enquanto outras grandes criptomoedas, como Ripple, Bitcoin Cash e Ethereum, registraram perdas ainda maiores.

Desde a sua alta histórica de US$ 5.500, o preço do Bitcoin Cash caiu 89%, e a Ripple perdeu 90% de seu valor de mercado nos últimos oito meses.

Muitas vezes, após uma queda maciça no preço, os principais ativos digitais tendem a registrar altas corretivas, encobrindo imediatamente as perdas nos dias anteriores. No entanto, em 9 de agosto, a recuperação corretiva da Bitcoin registrou meros três por cento, insuficientes para cobrir suas perdas ao longo dos últimos dias.

Leia também  Bitcoin será aceito em mais de 260 mil lojas no Japão ainda este ano

Embora o volume de Bitcoin, Ether e outras grandes criptomoedas tenha aumentado em mais de 10%, o volume de Tether (USDT), a stablecoin mais freqüentemente comercializada, também aumentou mais de 20%, significando que uma parcela bastante grande de investidores ainda estão protegendo o valor das criptomoedas para o USDT.

Possíveis motivos da queda

Devido a muitos fatores, incluindo a liquidação bilionária da Mt. Gox, falta de volume no mercado, forte tendência de baixa e imprevisibilidade da demanda, e liquidação do mercado de balcão (OTC).

Dump das ICO’s

Alguns analistas sugeriram que as ofertas iniciais de moedas (ICOs) e os projetos de blockchain que despejam grandes quantidades de Ethers obtidas de vendas de tokens podem ter contribuído para a queda do valor das principais criptomoedas, considerando que o mercado depende principalmente do desempenho de BTC e ETH.

Leia também  Preço do bitcoin superou a marca dos US $ 10.000 nos mercados asiáticos

Bitcoin vai voltar para $5.000?

Esses fatores ainda permanecem em jogo e, nos próximos dias, se o BTC não conseguir se recuperar além da marca de US$ 7.000, provavelmente testará níveis de suporte abaixo de US$ 6.000, possivelmente em meados de US$ 5.000, nível que BTC não vê desde fevereiro.

Em fevereiro e junho, o BTC caiu abaixo de US$ 6.000 e testou os US$ 5.500, mas garantiu um impulso na região superior de US$ 5.000 e retornou ao patamar de US$ 8.000 a US$ 9.000. As próximas 48 horas podem decidir a tendência de curto prazo do BTC, e se o mercado continuar a mostrar o fortalecimento da mão dos ursos, uma queda adicional é mais provável do que um grande rally corretivo.

Conclusivamente, considerando o tamanho da queda registrada pelas principais criptomoedas e o fato de que a grande maioria dos investidores previu que a SECdos Estados Unidos iria adiar sua decisão em relação à proposta de ETF do Bitcoin da VanEck-SolidX, é provável que os movimentos fora da mercado de exchange de criptomoedas levaram o mercado a cair.

Deixe um comentário