BDR

Boeing estende paralisação da produção na área de Seattle

LinkedIn

A Boeing decidiu estender a paralisação das suas fábricas de aviões na área de Seattle “até novo aviso” por causa da pandemia de coronavírus, informou a empresa neste domingo.

A fabricante de aviões (NYSE:BA) disse no mês passado que interromperia a produção por duas semanas nas instalações, onde produz aviões de grande porte. A empresa já havia suspendido a produção em janeiro do 737 Max, que está proibido de voar por mais de um ano após dois acidentes fatais.

“Essas ações estão sendo tomadas visando a saúde e segurança dos funcionários, devido a avaliação atual da expansão do COVID-19 no estado de Washington, na confiabilidade da cadeia de suprimentos e nas recomendações adicionais das autoridades de saúde do governo”, disse a Boeing (BOV:BOEI34) no comunicado.

Vários funcionários da Boeing testaram positivo para a doença.

O coronavírus e as medidas duras para detê-lo, como proibições de viagens e pedidos de estadia em casa, agitaram as companhias aéreas. As empresas aéreas estão estacionando centenas de aviões e adiando pedidos de novos jatos, prometendo meses difíceis pela frente para fabricantes de aeronaves como a Boeing e sua rival européia Airbus.

O vírus é um problema adicional para a Boeing, que tem lutado com as consequências da crise do 737 Max. A empresa começou na semana passada a oferecer aos funcionários demissões voluntárias da empresa, em um esforço para economizar dinheiro.

Deixe um comentário