O primeiro-ministro Boris Johnson deixa UTI

LinkedIn

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deixou os cuidados intensivos na quinta-feira (09), depois de ter sido internado para tratamento com coronavírus.

“O primeiro-ministro foi transferido esta noite (09), da terapia intensiva de volta para o quarto, onde receberá um monitoramento rigoroso durante a fase inicial de sua recuperação”, disse um porta-voz da 10ª Downing Street em comunicado à NBC News.

“Ele está de muito bom humor”, disse o porta-voz.

O líder do Partido Conservador anunciou em 27 de março que havia contratado o COVID-19, tornando-o o primeiro grande líder governamental conhecido por ter contraído o vírus.

O homem de 55 anos foi internado no Hospital St Thomas em Londres para “alguns exames de rotina” 10 dias depois e foi transferido para a unidade de terapia intensiva do hospital na segunda-feira à tarde, depois que seus sintomas de coronavírus pioraram.

Dominic Raab, secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, substituiu Johnson em sua ausência.

Na quinta-feira, mais de 61.516 pessoas haviam contraído o coronavírus no Reino Unido, com 7.097 mortes em todo o país, segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.

O Reino Unido registrou seu maior aumento diário de mortes até agora na quarta-feira, com 938 mortes em 24 horas, elevando o número de mortes no país além do sombrio marco de 7.000.

Deixe um comentário