Mercados apostam que Reino Unido caminha para juros negativo

LinkedIn

Os mercados monetários aumentavam as expectativas de juros negativos no Reino Unido pela primeira vez na história conforme as autoridades discutem outras medidas para sustentar a economia britânica em dificuldades, levando a libra a uma mínima de mais de três semanas.

Os contratos futuros de juros a partir de dezembro de 2020 mergulharam em território negativo BOEWATCH nesta segunda-feira, com os operadores apostando que os juros de referência cairão abaixo de zero nos próximos meses.

Diferentemente dos Estados Unidos — onde autoridades do Federal Reserve adotaram uma postura mais unificada ao rejeitar a possibilidade de juros negativos —, comentários de Andy Haldane, economista-chefe do Banco da Inglaterra, alimentaram especulações de que as autoridades britânicas não estão avessas a seguir por esse caminho.

“Embora não pensemos que taxas de juros negativas sejam uma possibilidade de curto prazo, já que o banco central tem mais alguma munição restante, os comentários de Haldane abrem as portas para essa possibilidade”, disse Lee Hardman, estrategista de câmbio do MUFG.

O banco central está analisando com mais urgência opções como taxas de juros negativas e compra de ativos mais arriscados para sustentar a economia do país, à medida que entra em uma profunda queda provocada pelo coronavírus, disse Haldane, segundo o jornal Telegraph, no fim de semana.

Deixe um comentário