Ministério da Economia está em busca de especialista em Ethereum para o Dataprev

LinkedIn

O Dataprev, empresa de Tecnologia e Informações da Previdência, vinculada ao Ministério da Economia está em busca de um especialista em Ethereum.

Segundo uma publicação feita nesta terça (16) a empresa pública vai realizar uma Consulta Pública sobre o tema.

A expectativa é contratar uma empresa para dar suporte a aplicações desenvolvidas em Ethereum.

“A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência – DATAPREV, torna público que realizará Consulta Pública buscando identificar possíveis alternativas para a Contratação de Suporte Técnico para tecnologia Blockchain Ethereum pelo período de 24 (vinte e quatro) meses, incluindo 240 (duzentas e quarenta) horas de prestação de serviço de Orientação Técnica a ser utilizada sob demanda. A documentação completa encontra-se à disposição dos interessados na página da empresa no endereço www.dataprev.gov.br.”, diz a publicação.

DATAPREV e blockchain

Embora o edital não especifique os projetos desenvolvidos em Ethereum, o Dataprev é responsável, junto com a Receita Federal por alguns projetos em blockchain.

Entre eles está o bCPF, que já está em funcionamento e permite o compartilhamento de dados do CPF, incluídos na base da Receita, para os participantes da rede.

Porém, uma segunda fase do projeto prevê que além da consulta, as entidades participantes possam registrar também dados no sistema.

Desta forma, o bCPF seria uma espécie de “Big Data”, reunindo informações de diversas instituições federais ou não, desde que participantes e autorizadas na rede.

bCPF

Segundo o diretor de Tecnologia e Operações, Matheus Belin, a tecnologia foi implementada em tempo recorde e já apresenta o novo modelo de desenvolvimento da Dataprev, que vem sendo trabalhado por meio área de inovação.

A equipe técnica da empresa precisou de apenas 4 meses para conceber e disponibilizar o bCPF em produção.

“É uma outra forma e concepção de desenvolvimento, fora da tradicional, com tempos menores e entregas mais rápidas. Além disso, estamos falando de uma solução que utiliza código aberto, customizada para o ambiente da Receita Federal”, destacou Belin.

Além do bCPF o Dataprev e a Receita também vem desenvolvendo o bCNPJ que é baseado no mesmo sistema, porém voltado aos dados da pessoas jurídicas.

Hyperledger

Recentemente o Dataprev contratou a Blockchain Academy para ministrar treinamentos em Hyperledger.

Esta não é a primeira vez que a instituição de ensino nacional ministra cursos e treinamentos no Governo Federal.

No ano passado a empresa também foi contrata para ministrar treinamentos em blockchain no Dataprev.

Porém, na ocasião, o treinamento partiu do básico ao intermediário, abordando conceitos sobre blockchain e as diferenças entre uma plataforma pública e uma privada, bem como as vantagens e desvantagens atuais de cada uma.

“Atendendo à demanda da Dataprev, iremos aplicar um curso que abrange desde conceitos básicos até práticas de desenvolvimento nas estruturas Hyperledger e Ethereum. Além de conceitos e fundamentos do Hyperledger, os alunos aprenderão a configurar um ambiente de desenvolvimento e criar uma aplicação do início ao fim, incluindo um front-end. Já entre as atividades do curso de Ethereum, aprenderão a linguagem Solidity, além de criar smart contracts e aplicá-los”, destacou a Blockchain Academy.

Por Cassio Gusson

Deixe um comentário