Inflação na Coreia do Sul sobe 0,7% em agosto, maior alta em 5 meses

LinkedIn

A inflação cheia da Coreia do Sul acelerou e atingiu a maior alta em cinco meses em agosto, mas ainda abaixo da meta anual de 2% do banco central.

O índice de preços ao consumidor (CPI) de referência subiu 0,7% em agosto em relação ao mesmo mês do ano anterior, após o aumento de 0,3% do mês anterior, disse o escritório de estatística na noite desta terça-feira (1º de setembro) — manhã de quarta-feira (2), no horário local.

A leitura mais recente — o ritmo mais rápido desde março — superou a mediana das previsões de cinco economistas consultados pelo “Wall Street Journal”, de um aumento de 0,6%.

A inflação mais forte do que o esperado foi liderada por preços mais altos de produtos agrícolas e serviços, disse o escritório.

Em comparação com o mês anterior, o índice ganhou 0,6% em agosto, após ficar estável em julho, superando as expectativas do mercado de um aumento de 0,5%.

O núcleo do CPI, que elimina os preços voláteis de energia e alimentos, subiu 0,4% em agosto em relação ao ano anterior, inalterado em relação ao ritmo de julho. O núcleo subiu 0,2% em relação ao mês anterior, em comparação com o aumento de 0,3% em julho.

O Banco da Coreia (BoK, banco central) elevou marginalmente sua previsão de inflação anterior para 0,4% neste ano — o mesmo ritmo do ano passado. A inflação média foi de 1,5% em 2018.

Fonte Dow Jones Newswires

Deixe um comentário