Procter & Gamble tem aumento de 9% nas vendas do primeiro trimestre

LinkedIn

A Procter & Gamble (NYSE:PG) informou na terça-feira que a receita fiscal do primeiro trimestre aumentou 9%, alimentada pela demanda por seus produtos de limpeza e lavanderia durante a pandemia do coronavírus.

A Procter & Gamble também é negociada na B3 através da BDR (BOV:PGCO34).

No embalo do trimestre forte, a P&G elevou sua perspectiva de vendas e as expectativas de crescimento dos lucros básicos para o ano fiscal de 2021.

As ações da empresa subiram 2% no pregão da manhã de hoje (20).

Aqui está o que a empresa relatou em comparação com as expectativas de Wall Street:

  • Lucro por ação: US$ 1,63 contra US$ 1,42 esperado
  • Receita: US$ 19,32 bilhões contra US$ 18,38 bilhões esperados

A empresa registrou lucro líquido de US$ 4,28 bilhões, ou US$ 1,63 por ação, ante US$ 3,59 bilhões, ou US$ 1,36 por ação, em comparação com o ano anterior. Analistas consultados pela Refinitiv esperavam lucro de US$ 1,42 por ação.

As vendas líquidas aumentaram 9%, para US$ 19,32 bilhões, superando as expectativas de US$ 18,38 bilhões. A receita orgânica, que exclui o impacto de aquisições, desinvestimentos e moeda estrangeira, também cresceu 9% no trimestre. A maior demanda na América do Norte, o maior mercado da P&G, ajudou a impulsionar o crescimento das vendas.

Todos os cinco segmentos de negócios da P&G relataram crescimento orgânico nas vendas. O CFO e COO Jon Moeller para CNBC que os EUA viram um crescimento de 16% e a China relatou um crescimento de 12%. Ele disse a repórteres em uma chamada à imprensa que a empresa não tem visto consumidores americanos optando por marcas mais baratas, apesar do impasse em outro pacote de estímulo do governo federal.

Moeller disse que o e-commerce agora responde por cerca de 11% ou 12% do total das vendas.

Tecidos e cuidados para o lar, que inclui produtos de limpeza Tide e Comet, tiveram o maior salto, com vendas orgânicas crescendo 14% no trimestre.

O segmento de cuidados domésticos viu as vendas de orgânicos dispararem 30%, impulsionadas pela demanda por produtos de limpeza doméstica, como Mr. Clean.

O setor de saúde, que inclui o creme dental Crest, Vicks, Pepto-Bismol e Oral-B, também registrou crescimento orgânico de dois dígitos nas vendas. Mais consumidores compraram seus produtos digestivos e de bem-estar.

Seu segmento de beleza teve um crescimento orgânico das vendas de 7%. O lançamento do sabonete e desinfetante para as mãos Safeguard e novos produtos da Olay aumentaram as vendas na América do Norte para a pele e cuidados pessoais.

As vendas orgânicas para seu negócio de higiene aumentaram 6% no trimestre, mas seu negócio de barbear, que inclui as marcas Gillette e Venus, relatou vendas orgânicas estáveis. A P&G disse que as navalhas e lâminas femininas aumentaram em um dígito, mas os homens não estão se barbeando tanto durante a pandemia.

O segmento de produtos para bebês, saúde e família da empresa registrou um crescimento orgânico de vendas de 4%. A categoria inclui fraldas Pampers, toalhas de papel Bounty e papel higiênico Charmin.

À medida que os consumidores passam mais tempo assistindo televisão e verificando as mídias sociais, a P&G está investindo mais em publicidade. A maior demanda por produtos de limpeza também levou a empresa a gastar mais em publicidade para colocar suas marcas na frente e no centro.

“Não é hora de recuar”, disse Moeller.

Moeller também disse que as promoções nos EUA voltaram em grande parte aos níveis normais, com exceção de produtos que ainda estão se recuperando de rupturas.

A P&G agora espera um crescimento nas vendas de 3% a 4% durante o ano fiscal de 2021, acima de sua previsão anterior de 1% a 3%. A receita orgânica agora deve crescer 4% a 5%, acima das expectativas anteriores de 2% a 4%.

Embora a retirada antecipada da dívida reduza seu lucro líquido em 5 a 20 centavos por ação neste ano fiscal, o lucro básico por ação será maior do que o esperado anteriormente. A empresa projeta um crescimento de 5% a 8%, ante projeção anterior de 3% a 7%. Os impactos cambiais após os impostos e os custos de frete devem atingir os ganhos em US$ 375 milhões.

A P&G espera recomprar mais ações também durante o ano fiscal. A empresa disse anteriormente que gastaria de US$ 6 bilhões a US$ 8 bilhões na recompra de ações, mas agora planeja gastar de US$ 7 bilhões a US$ 9 bilhões.

CapturadeTela2020-10-20às10.59.56

Gráfico Anual da (PG) – br.advfn.com

Fontes: CNBC, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters

Deixe um comentário