A Ford está “absolutamente” interessada em produzir baterias para veículos elétricos como Tesla e GM

LinkedIn

A Ford Motor (NASDAQ:FORD) está “absolutamente” interessada em seguir a Tesla e a General Motors na produção de suas próprias baterias para veículos elétricos, disse o novo CEO Jim Farley na sexta-feira (13).

Os comentários são uma reversão do antecessor de Farley, Jim Hackett, que disse aos investidores em julho que a montadora não via “nenhuma vantagem” em produzir as baterias em vez de comprá-las de um fornecedor terceirizado. Farley sucedeu Hackett em 1º de outubro.

Farley disse que a Ford pretende produzir as baterias, incluindo as células complexas que alimentam os veículos, mas nenhum plano foi finalizado. Ele disse que tal produção pode ser uma maneira de compensar as perdas de empregos nas fábricas, já que exige menos trabalhadores para produzir.

“Com certeza, estamos discutindo isso como uma equipe”, disse Farley durante uma conferência automotiva da Reuters. “Achamos que é um momento natural agora porque nosso volume está realmente crescendo.”

 A Ford deve lançar um crossover totalmente elétrico chamado Mustang Mach-E nas próximas semanas, seguido por uma versão elétrica de sua van comercial Transit no próximo ano e uma versão totalmente elétrica de sua picape F-150 em 2022.

Farley disse que a Ford está descobrindo que não há muita flexibilidade para aumentar a capacidade de fornecedores terceirizados de baterias. Ele disse que agora é a hora de discutir a produção de baterias à medida que aumenta seu portfólio de veículos elétricos à frente de uma próxima geração de veículos chegando por volta de 2025.

“Há muitos outros motivos além do custo para fazer uma mudança”, disse Farley. “É algo que estamos discutindo dentro da empresa e é o momento certo para discutir isso.”

Antes de a Tesla começar a produzir baterias em sua Gigafactory com a Panasonic em 2017, as montadoras estavam adquirindo baterias, que são extremamente complexas para produzir, de fornecedores terceirizados. A GM anunciou no ano passado uma joint venture de US$ 2,3 bilhões com a LG Chem para produzir suas baterias e células Ultium proprietárias em uma nova instalação, atualmente em construção em Ohio.

As ações da Ford subiram 2,9% para US$ 1,625 dólares.

VISÃO TÉCNICA

CapturadeTela2020-11-13às15.43.48Gráfico candle de 1 ano (diário) da FORD – br.advfn.com

A Ford também é negociada na B3 através da BDR (BOV:FDMO34).

Aprenda a analisar graficamente os seus ativos. Acesse: www.youtrade.pro.br

Peça uma análise do seu portfolio de investimentos e ações.
Clique e fale com o especialista da YouSave ou acesse www.yousave.com.br


FaleComEspecialista

Deixe um comentário