Lojas Renner (LREN3) 3T20: balanço mostra prejuízo de R$ 82,9 milhões

LinkedIn

A empresa varejista de moda brasileira sofreu grande impacto dos reflexos da pandemia no seu último balanço divulgado. O prejuízo foi de R$ 82,9 milhões no 3T20, contra um lucro líquido de R$ 186,7 milhões no mesmo período de 2019. De acordo com a companhia, as limitações de funcionamento das lojas justificam os números, porém para o próximo trimestre as expectativas são positivas.

Os resultados das Lojas Renner (BOV:LREN3) referentes às suas operações do terceiro trimestre de 2020 foram divulgados no dia 05/11/2020.

→ As Lojas Renner são uma empresa varejista brasileira que atua com produtos de moda, calçados, perfumes e serviços financeiros. Confira a análise completa da empresa com informações exclusivas. 

Trader ? Faça um Coaching de Investimentos com a YouTrade e obtenha resultados consistentes.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 71,7 no terceiro trimestre deste ano, uma queda de 84,3% sobre os R$ 457,2 milhões registrados em igual período do ano passado.

A queda também foi vista na receita operacional líquida da companhia, de 19,6% no trimestre, ficando em R$ 1,790 bilhão. Entretanto, no 2T20 a queda ficou em 65%.

Em se tratando da receita líquida das vendas de mercadorias, esta caiu 14,5% na base anualizada, saindo de R$ 1,931 bilhão para R$ 1,651,2 bilhão. Já a receita líquida de produtos financeiros teve contração de 52,7%, chegando a R$ 138,842 milhões.

Outras informações do balanço

A empresa varejista informou que 31% de suas lojas estavam temporariamente fechadas no começo do 3T20, devido à pandemia. Porém, em agosto todas as unidades já estavam operando, mesmo que com restrições de funcionamento.

Para superar em parte as perdas das lojas físicas com as medidas de isolamento, as vendas nos canais digitais subiram 200%.

Ainda sobre os reflexos da pandemia, apesar do período conturbado, no terceiro trimestre a empresa inaugurou 5 novas unidades, fechando o trimestre com 392 no total. O plano de ter 520 lojas da marca até 2025 permanece inalterado.

No critério de mesma base de lojas, as vendas retraíram 17,2% ano a ano. A margem bruta caiu 6,6 pontos percentuais, a 47,7%. A receita líquida teve queda de 14,5%, para R$ 1,65 bilhão.

As receitas com operações financeiras da companhia, líquidas dos custos de funding e de impostos, diminuíram 53,8%, ficando em R$ 132,5 milhões.

As Lojas Renner também reduziram o volume de investimento e ajustaram as despesas operacionais, que somaram R$ 653,9 milhões, uma queda de 3,5% ano a ano.

VISÃO DO MERCADO

BB BI

Segundo os analistas, a meta foi ampliada depois da inclusão do balanço do 3T20, do reconhecimento de créditos tributários ocorridos no segundo trimestre, além da atualização da taxa Selic em 2% ao ano, , mínimo histórico que reduziu a taxa de desconto do papel. O preço-alvo aumentou apesar de o banco contemplar, dentre as principais alterações  em suas premissas, um impacto negativo mais acentuado na receita de curto prazo e nas margens operacionais.

BB BI mantém recomendação neutra e eleva o  preço-alvo de R$ 37,10 para R$ 47,10…

BTG Pactual

Conforme esperado, os números da Lojas Renner no 3T20 foram novamente atingidos pela Covid-19, com um processo gradual de reabertura de lojas em agosto (que começou com 31% das lojas abertas) e limitações de horário de atendimento em algumas regiões, parcialmente compensadas por uma forte atuação no canal online.

Embora o 3T tenha sido um trimestre transitório (mas esperado) (após um fundo no 2T) e apesar da perspectiva macro ainda sob pressão no curto prazo, esperamos que a tendência de recuperação persista nos próximos trimestres (o que significa menos remarcações e melhores perspectivas de vendas no canal B&M da LREN). Ao mesmo tempo, ainda vemos a Renner bem posicionada para ganhar market share nos próximos anos no fragmentado mercado varejista de vestuário brasileiro, dada (i) sua estrutura de ponta na cadeia de suprimentos; (ii) execução premium; e (iii) oportunidades com iniciativas omnichannel.

BTG Pactual tem recomendação de copra, com preço-alvo de R$ 46,00.

Credit Suisse

O Credit Suisse avalia que os resultados da Lojas Renner estão em linha com o esperado pelo mercado e indicam que a empresa está gradualmente melhorando seus números. Mesmo assim, afirma que “não está confortável com a perspectiva para 2021” para a empresa.

Credit Suisse mantém recomendação neutra para Lojas Renner, com preço-alvo de R$ 48,00.

Eleven Financial

Ainda bastante impactada pelo anêmico desempenho das lojas, que só reabriram a partir de setembro, e pelo desempenho negativo dos produtos financeiros, Renner entregou mais um trimestre de desempenho fraco, porém no relativo um pouco melhor que o esperado.

Guide Investimentos

Segundo Luis Sales, o Impacto é Neutro. Devido o fato de algumas das lojas ainda estarem fechadas no início do 3T20, suas vendas nas mesmas lojas ainda tiveram desempenho ruim. Ao mesmo tempo, tiveram um forte avanço do meio digital.

Inter Research

“Acreditamos que o maior player de moda do Brasil finalmente atinge um ponto de virada, com 100% das lojas abertas desde o fim de agosto e com perspectivas de retomada no ritmo de vendas e margens, aproveitando também a sazonalidade de fim de ano”, afirma Breno Francis, analista do Banco Inter.

Inter Research mantém recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 57,00 para 2021.

VISÃO TÉCNICA


Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

Aprenda a analisar graficamente os seus ativos. Acesse: www.youtrade.pro.br

Peça uma análise do seu portfolio de investimentos e ações.
Clique e fale com o especialista da YouSave ou acesse www.yousave.com.br


FaleComEspecialista

Deixe um comentário