PIB da Alemanha cresceu 8,5% na passagem do segundo para o terceiro trimestre

LinkedIn

O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha cresceu 8,5% na passagem do segundo para o terceiro trimestre, informou nesta terça-feira, 24, o Escritório Federal de Estatística(Destatis), esta é a segunda leitura do indicador, a primeira, divulgada em 30 de outubro, estimava avanço de 8,2%. Economistas ouvidos pelo Wall Street Journal esperavam que a revisão mantivesse o mesmo nível de expansão.

O salto veio após o recuo de 9,8% do primeiro para o segundo trimestre. Em termos anuais, a queda no terceiro trimestre foi mais suave – passou de 4,3% para 4,0%. A contração esperada era de 4,3%. O consumo das famílias, que aumentou 10,8% em relação ao trimestre anterior, contribuiu significativamente para o salto no terceiro trimestre. Na primeira leitura, o avanço notado foi de 9%.

A despesa pública aumentou 0,8% no terceiro trimestre, após um aumento de 2,2% no segundo trimestre, estabilizando o crescimento econômico durante os três primeiros trimestres do ano.

 A recuperação mais forte do que o esperado deveu-se principalmente a gastos mais altos das famílias e aumento das exportações, disse a agência.

“Isso permitiu que a economia alemã compensasse grande parte do forte declínio no Produto Interno Bruto provocado pela pandemia de coronavírus no segundo trimestre de 2020”, acrescentou.

A leitura marcou revisão para cima na estimativa preliminar de crescimento de 8,2%, e seguiu-se a uma queda de 9,8% no segundo trimestre.

A formação bruta de capital fixo em máquinas e equipamentos cresceu 16,0%. No entanto, o capital fixo na construção caiu 2,0% em relação ao trimestre anterior.

Um aumento também foi registrado no comércio exterior. No terceiro trimestre, as exportações de bens e serviços aumentaram 18,1% em relação ao segundo trimestre e as importações também subiram 9,1%.

A perspectiva entretanto é prejudicada por uma segunda onda de infecções por coronavírus e lockdown parcial para desacelerar a disseminação da doença. Restaurantes, bares, hotéis e locais de entretenimento estão fechados desde 2 de novembro, mas lojas e escolas permanecem abertas.

Uma contração no setor de serviços deve pesar com força sobre o PIB no quarto trimestre, enquanto as medidas de lockdown em outros países devem afetar a indústria orientada para exportação também.

Deixe um comentário