ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Ranking dos FII's que mais subiram em Outubro de 2020

LinkedIn

Entre as alternativas de investimento em renda variável, existe a opção dos Fundos de Investimento Imobiliário, também conhecido como FII.

Atualmente, estão listados mais de 300 FIIs na B3. No entanto, esse ativo chega a mais de 500 se considerar os registrados na CVM.

Com uma variedade dessa, seria um verdadeiro desafio para o investidor verificar cada um desses ativos, afinal o diferencial deles está nos detalhes.

Sendo assim, para auxiliar sua pesquisa, o Guia do Investidor apresenta a lista de FIIs que mais cresceram no mês de outubro.

Rankings de FIIs

Primeiramente, os critérios para seleção dos FIIs foram:

  • Fazer parte do IFIX (Índice de Fundos Imobiliários do Ibovespa);
  • Verificação e listagem das melhores variações de cota + distribuição de proventos durante o mês de outubro.

Dessa maneira, o top 10 FIIs para outubro contou com os seguintes Fundos Imobiliários no ranking:

Ticker Fundo Variação da Cota em Outubro Variação da Cota em Outubro + Proventos
HCTR11 HECTARE CE 11,89% 13,61%
HTMX11 Hotel Maxinvest 5,69% 5,69%
XPCM11 XP Corporate Macaé 3,41% 5,03%
BTLG11 BTG Pactual Logística 4,04% 4,62%
CVBI11 VBI CRI 3,40% 4,20%
XPML11 XP Malls 3,83% 4,08%
RECR11 REC Recebíveis Imobiliários 2,46% 3,82%
BARI11 Barigui Rendimentos 2,13% 3,00%
GGRC11 GGR COVEPI 2,27% 2,77%
MFII11 Mérito Desenvolvimento Imobiliário I 1,95% 2,73%

O que são Fundos Imobiliários?

Fundo Imobiliário é um tipo de Fundo de Investimento com foco em aplicações em empreendimentos imobiliários.

Para se ter noção, outros tipos de Fundos de Investimento existentes são: renda fixa, ações, cambiais e até de outros fundos, por exemplo. Nesse sentido, a administração de qualquer fundo ocorre por uma instituição financeira autorizada pela CVM para fazer a gestão e manutenção dele.

Além disso, para fazer parte de um fundo é preciso que os investidores comprem cotas, ou seja, o direito proporcional de participação do fundo. Ainda assim, vale reforçar que há uma diversidade de fundos em relação a tipo, liquidez, rendimentos, setores, entre outros fatores.

Dessa maneira, é sempre positivo ao investidor estudar mais sobre as alternativas, bem como se manter antenado acompanhando notícias relevantes e recomendações de carteiras de FIIs com especialistas e instituições de confiança.

Ainda sim, vale dizer que os analistas das corretoras podem ter critérios diferentes para indicar um FII. Sendo assim, o ideal é que o investidor verifique se as orientações têm fundamento antes de se fazer qualquer investimento.

Texto escrito por Victor Rodrigues.

Graduado em Economia pela PUC-SP e redator do Guia do Investidor.

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente

Delayed Upgrade Clock