Bom dia ADVFN - Chile aprova a vacina contra covid e Banco Central em destaques - (17/12/2020)

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  17 de dezembro de 2020, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

As Bolsas mundiais operam no positivo com otimismo com o avanço do acordo sobre estímulo nos EUA, líderes congressistas do país afirmaram na quarta que estão avançando em direção a um novo pacote de estímulos, no valor de US$ 900 bilhões.

Na Ásia,  os índices asiáticos fecharam em alta, em sua maioria, à medida que investidores monitoram os sinais de um possível novo pacote de estímulos à economia americana.  Tóquio alertou que o sistema médico da cidade está sob pressão devido à pandemia. O índice Nikkei, do Japão, fechou em alta de 0,18%; o Hang Seng Index, de Hong Kong, subiu 0,82%; o Kospi, da Coreia do Sul, fechou em queda de 0,05%; o Shanghai SE, da China, subiu em 1,13%.

Na Europa, as bolsas europeias operam em alta neste momento; com os investidores aumentando suas apostas sobre as especulações de que Washington está se aproximando de um acordo de estímulo.

Nos Estados Unidosos índices futuros americanos operam em alta neste momento; os líderes do Congresso dos Estados Unidos sinalizaram que se aproximam de um acordo sobre um novo pacote de estímulos à economia, afetada pela pandemia.  Ele teria valor de US$ 900 bilhões, próximo aos US$ 908 bilhões que vêm sendo aventados publicamente por um grupo bipartidário de congressistas há mais de uma semana, e acima dos US$ 500 bilhões que vinham sendo defendidos publicamente pelo líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell. No front do vírus, a primeira reação alérgica conhecida à vacina Pfizer Inc. Covid-19 nos EUA foi relatada no Alasca e em paralelo, surgem alguns problemas de logística para garantir o envio das vacinas por todo o país. O número de mortes por coronavírus atingiu outro recorde diário nos Estados Unidos ao passar das 3.700 mortes e 250 mil novos casos da Covid-19.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI (NYMEX:CL\Z20) estão sendo negociados a US$48,34, alta de  +1,09%. O Brent (NYMEX:BZ) também opera em alta de +1,06%, negociado a US$ 51,62.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 23.305,24. O ouro (COMEX:GC\Z20) é negociado a US$ 1.879,25 por onça-troy.

⇒ Bitcoin – Passado, Presente e Futuro da Criptomoeda

Minério de ferro: Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 2,60%, cotados a 1026,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 157,21

⇒ As condições que tornam o ouro um investimento atraente

Coronavírus

Uma mulher teve uma reação alérgica grave depois de receber a vacina da Pfizer nos Estados Unidos. A profissional de saúde, que não teve o nome revelado, foi hospitalizada. Ela recebeu apenas a primeira dose do imunizante.

O mundo registra 74.289.439 de casos de coronavírus e 1.650.312 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

Brasil ultrapassou a marca de 7 milhões de casos de Covid-19 na quarta-feira (16), com o maior aumento diário desde o início da pandemia. Foram registradas 70.574 novas infecções nas últimas 24 horas —o recorde anterior era de 29 de julho, quando 69.074 diagnósticos entraram na contagem. Com o aumento, o país chegou a 7.040.608 casos — o terceiro maior total global, atrás somente dos Estados Unidos e da Índia.

O número pode ser ainda maior, já que o estado de São Paulo, o que tem a maior incidência do vírus no país, não atualizou os dados de quarta. Em nota, o governo do estado disse que foi impossibilitado de fazer o processamento dos dados “devido a novas falhas no sistema Sivep do Ministério da Saúde”. A média de casos e mortes vem em curva ascendente desde o início de novembro. Nos últimos sete dias, ficou em 44.594 episódios e 681 óbitos, números semelhantes aos de agosto. O Ministério da Saúde também comunicou 963 mortes. Ao todo, 183.762 brasileiros já perderam a vida pela doença causada pelo novo coronavírus.

Segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo, o estado tem atualmente 11 mil pessoas internadas com Covid-19, maior marca desde o dia 5 de setembro. O número vem se refletindo na taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 na Grande São Paulo, que já tem hospitais com lotação máxima de unidades de tratamento da doença. Os hospitais de Guaianazes e de Sapopemba, na zona leste da cidade de São Paulo, têm atualmente todos os seus leitos de UTI para tratamento do novo coronavírus ocupados. No Hospital de Guarulhos, onde a taxa de ocupação de leitos de UTI passou dos 94%. O estado de São Paulo registra uma taxa de ocupação de leitos de UTI de 60%.

A Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou na quarta-feira (16) o primeiro caso de reinfecção pelo novo coronavírus no estado. A paciente é uma mulher de 41 anos, de Fernandópolis (SP), que teve duas infecções em um prazo de cinco meses. O Laboratório Adolfo Lutz analisou os resultados dos testes por meio de sequenciamento genético e identificou que se tratam de duas linhagens distintas do novo coronavírus.

Chile é o 1º país da América do Sul a aprovar vacina contra Covid-19. A agência reguladora chilena registrou o imunizante da Pfizer/Biontech para uso emergencial em pessoas com mais de 16 anos. A resolução ainda precisa ser validada pelo governo de Sebastián Piñera.

Coronavac: O ministro da Saúde apresentou contrato de compra de 46 milhões de doses da Coronavac com o Instituto Butantan. A assinatura deve ser ainda nesta semana.

Brasil

A Pfizer entregou, à Anvisa, documentos da fase 3 dos testes da vacina contra a Covid-19. Os dados apresentados são parciais e a empresa vai enviar mais informações antes de fazer o pedido de registro do imunizante.

Poderes

O Congresso aprovou, em sessão remota, o projeto de lei de Diretrizes Orçamentárias para 2021. O texto não estabelece um valor a ser destinado à vacinação contra a Covid-19 para o ano que vem e, agora, segue para a sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro.

O Congresso aprovou na quarta-feira (16) a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021 com meta fiscal de déficit de R$ 247 bilhões e salário mínimo de R$ 1.088. O texto foi analisado pela Câmara e pelo Senado, em sessões separadas. Nenhuma emenda ao substitutivo do relator, senador Irajá (PSD-TO) foi acatado pelos parlamentares.Na Câmara, a aprovação foi por 444 votos a 10. No Senado, a votação foi simbólica, sem contagem de votos, em sessão que demorou menos de 15 minutos.

O Governo Federal apresentou oficialmente o Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19, e presidente Jair Bolsonaro defendeu união de todo país na busca por soluções contra a pandemia.

Economia

Com a aprovação de novos marcos legais e das reformas estruturantes, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o Brasil será o país que mais receberá investimentos privados em 2021. “O Brasil será, em 2021, a maior fronteira de investimentos do mundo”, disse durante o lançamento do relatório da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre o Brasil, na quarta-feira (16).

O Ministério de Minas e Energia (MME) lançou ontem (16) o Plano Nacional de Energia 2050. O documento visa estabelecer cenários e alternativas de respostas que devem ser dadas pelo Executivo Federal para dar conta da demanda de energia, em uma visão de longo prazo. “Visão de longo prazo é de importância para se enfrentar cenários de incerteza. PNE 2050 se apresenta como insumo valioso no momento em que se discute a retomada do crescimento após a pandemia”, ressaltou o secretário de planejamento e desenvolvimento energético, Paulo César Domingues. No cenário mais complexo, denominado “desafio da expansão”, o Brasil teria crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) acima dos 3% ao ano, com uma consequente ampliação da demanda por energia para sustentar as atividades econômicas e sociais seguindo este ritmo de majoração da capacidade produtiva do país. Neste cenário, a demanda energética pode aumentar 2,15 vezes e a necessidade de energia elétrica, até 3,3 vezes. O plano indica que o país tem como ponto positivo a abundância de recursos disponíveis.

Justiça

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF, votou na quarta-feira (16) a favor da vacinação obrigatória contra o novo coronavírus. Para o ministro, em caso de inércia da União, Estados e municípios podem decidir sobre a obrigatoriedade da imunização e inclusive impor restrições para quem se recusar a ser vacinado. Lewandowski observou que a medida não significa vacinação à força, sem o consentimento do paciente.

Europa

A Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, informou na quarta-feira (16) que o bloco deve iniciar a vacinação simultânea da Covid-19 em todos os 27 países membros, no mesmo dia. “Para acabar com a pandemia, precisamos de até 70% da população vacinada. Esta é uma tarefa enorme. Então vamos começar rapidamente com a vacinação juntos, como 27, no mesmo dia. Como estivemos unidos durante a pandemia, sairemos dela juntos e unidos”, disse a presidente em uma rede social, complementando que a União comprou doses suficientes para “todos na Europa”

Presidente da França, Emmanuel Macron, testou positivo para Covid-19.

=> Confira todas as carteiras de BDRs para o mês de dezembro

O Banco Central continua roubando a cena e publica o Relatório de Inflação referente ao quarto trimestre, logo cedo. No fim da manhã, o presidente do BC, Campos Neto, concede entrevista coletiva. No exterior, merecem atenção as reuniões de política monetária dos BCs inglês e japonês.

Trends da semana: As tendências na Bolsa de Valores em 2021: escolha as suas cartas  

Confira a agenda:

🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓  17/12

🇪🇺 Índice de preço ao consumidor mensal e anual (05h00) ⭐️
🇧🇷Índice IGP-M mensal 2° prévia (08h00)
🇬🇧 BoE – decisão de taxa de juros (09h00) ⭐️
🇺🇸 Pedidos de seguro-desemprego semanal (10h30) ⭐️
🇺🇸 Construção de casas nova mensal (10h30)
🇺🇸 Índice de atividade industrial FED de Filadélfia (10h30)
🇧🇷O presidente do BC, Roberto Campos Neto, concede entrevista coletiva sobre a política monetária às 11h. *
🇯🇵 Índice de preço ao consumidor mensal e anual (20h30)
🇬🇧 Índice GFK de confiança do consumidor mensal (21h00)
💰 Proventos Hoje 💰
Data “Com” – Ambev (ABEV) negociada como data “Com”…
Data “Ex” – Nenhuma ação negociada como data “Ex”…
Pagamento – Cyrela (CYRE) e Whirlpool agendados para hoje…

Ibovespa e dólar no último pregão: 

Referência do mercado acionário brasileiro, o ibovespa encerrou  a quarta-feira com ganho de 1,54%, fechando em 117.939,00 pontos. O volume financeiro somava 23,5 bilhões de reais, em sessão também marcada por vencimento de opções sobre o Ibovespa e do índice futuro.

Maiores altas do Ibovespa

BRKM5  +5,85% / R$ 25,15
NTCO3  +4,72% / R$ 50,85 Natura: faz bem para a pele, e para o bolso?
TOTS3   +4,29% / R$ 27,01 Saiba mais
BEEF3   +4,15% / R$ 10,28
IRBR3    +3,45% / R$7,50

Maiores baixas do Ibovespa

CYRE3       -5,07% / R$ 29,79 Luz na passCyrela que lá vem ela
ELET3       -3,64% / R$37,29
ELET6       -3,03% / R$ 37,43
SBSP3       -1,51% / R$ 44,89
GOLL4      -1,33 % / R$26,65  Vale a pena ficar na torcida por esse Gol

* Dezembro: todas as carteiras recomendadas de bancos, corretoras e casas de análises *

Dólar    

dólar comercial:  o dólar à vista subiu 0,41%, a 5,1082 reais na venda, na B3, o dólar futuro avançava 0,25%, a 5,0950 reais, às 17h17.

Ifix   

IFIX ,  na sessão da quarta-feira 16, o índice seguiu em viés de alta e fechou o dia no positivo em 0,12%, aos 2.770,64 pontos.

Na mínima do dia, o índice de FIIs marcou 2.767,49 pontos, enquanto a máxima foi de 2.773,95 pontos.

No acumulado de dezembro o IFIX recua 1,35%. No ano a queda é de 13,28%. A movimentação financeira foi de R$ 211,6 milhões.

 * Confira as carteiras de Fundos Imobiliários para o mês de dezembro *

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, A bula do mercado,G1, Agência Brasil e BDM.

Deixe um comentário