Plano de negócios da Eletrobras prevê investimentos de R$ 41,1 bi de 2021 a 2025

LinkedIn

Conselho de Administração da Eletrobras aprovou nesta quarta-feira o Plano Diretor de Negócios e Gestão para o período entre 2021 e 2025. O documento projeta investimentos de R$ 41,1 bilhões no período.

O comunicado foi feito pela elétrica na noite de quarta-feira (23). Confira o documento na íntegra.

Por ano, a companhia projeta investimentos de R$ 8,2 bilhões em 2021; R$ 10,1 bilhões em 2022; R$ 9,2 bilhões em 2023; R$ 8 bilhões em 2024; e R$ 5,6 bilhões em 2025.

A principal frente de investimentos é em Angra 3, com desembolsos de aproximadamente R$ 15,3 bilhões.

Em geração corporativa, o investimento previsto é de R$ 10,8 bilhões, e em transmissão a previsão é de R$ 10 bilhões.

O montante remanescente é voltado para as áreas de infraestrutura, ambiental e nas sociedades de propósito específico (SPEs).

Uma das diretrizes estratégicas estabelecidas pela Eletrobras para o período é “continuar o processo de racionalização das participações em SPEs”.

A companhia pretende chegar em dezembro de 2021 com 49 participações neste tipo de sociedade. Além disso, consta nas metas de desempenho empresarial avaliar e implementar alternativas de capitalização, prioritariamente pelo Projeto de Desestatização que tramita no Congresso.

Queda no lucro líquido de R$ 715,8 milhões para R$ 95,7 milhões

A Eletrobras – Centrais Elétricas Brasileiras – divulgou lucro líquido de R$ 95,7 milhões no terceiro trimestre de 2020, recuando mais de sete vezes. Segundo a estatal, a queda ocorreu pelo aumento das provisões por redução na geração de energia, por processos judiciais e de contratos onerosos.

Essa é a pior queda trimestral no lucro e no Ebitda em pelo menos três anos.

Deixe um comentário