American Express tem receita de US$ 9,35 bilhões no 4º trimestre

LinkedIn

A American Express (NYSE:AXP) superou as estimativas no balanço quarto trimestre na terça-feira (26) e disse que espera atingir sua meta original de lucros para 2020 em 2022. No início do pregão, as ações da American Express caíram (-2,5%).

Resultados da American Express no 4T20:

Estimativas: Os analistas esperavam que o lucro da American Express cairia 38%, para US$ 1,26 por ação. Eles estimavam a receita caindo 17%, para US$ 9,4 bilhões, de acordo com a Zacks Investment Research.

Resultados : EPS de US$ 1,75 sobre receita de US$ 9,35 bilhões. A receita do serviço ao consumidor caiu 14%, para US$ 5,5 bilhões. A receita de serviços comerciais caiu 20%, para US$ 2,7 bilhões. A receita de serviços comerciais e de rede caiu 21%, para US$ 1,2 bilhão.

“Embora ainda estejamos vendo os impactos da pandemia em nossos negócios, as tendências continuaram a melhorar continuamente no quarto trimestre”, disse o CEO Stephen Squeri. “Os gastos dos membros do cartão continuaram a se recuperar, e os gastos não relacionados a viagens e entretenimento ultrapassaram os níveis pré-covid pelo segundo trimestre consecutivo.”

Ele disse que a AmEx busca atingir suas expectativas originais de EPS para 2020 em 2022.

Ações : As ações caíram -2,5% para 118,00 no início do pregão de terça-feira. As ações da American Express formaram um padrão apertado de três semanas nas últimas semanas, oferecendo um ponto de compra de US$ 125,79, de acordo com a análise do gráfico da ADVFN. Sua linha de força relativa, que disparou em novembro, agora está tendendo para baixo novamente.

CapturadeTela2021-01-26às11.55.09Gráfico candle (diário) da AXP – br.advfn.com

A American Express também é negociada na B3 através da BDR (BOV:AXPB34).

Entre as ações de pagamento rivais, Visa (V, VISA34) e Mastercard (MA, MSCD34) estavam estáveis ​​na terça-feira. Visa e Mastercard relatam seus resultados na quinta-feira.

American Express depende mais das receitas de viagens e entretenimento do que Mastercard e Visa. As viagens de negócios, em particular, são um componente-chave de seu fluxo de receita. Como resultado, a pandemia foi um grande obstáculo para as ações da American Express, e o governo Biden voltou a impor restrições de viagem em alguns países.

Mas, à medida que o lançamento da vacina aumenta, há esperança de que as viagens de negócios e as reuniões aumentem na segunda metade de 2021, de acordo com a Global Business Travel Association. Uma pesquisa recente do grupo da indústria mostra que 62% dos entrevistados esperam que os funcionários participem de reuniões e eventos presenciais fora de suas empresas no segundo ou terceiro trimestre de 2021.

Enquanto isso, a American Express Ventures divulgou em dezembro um investimento na plataforma de negociação de criptomoedas FalconX quando o preço do Bitcoin disparou novamente. Os termos financeiros não foram divulgados.

No início de dezembro, a Visa fez uma parceria com a empresa financeira focada em criptomoedas BlockFi para oferecer um cartão de crédito que permite aos usuários ganhar dinheiro de volta na forma de Bitcoin. A gigante do cartão de crédito também oferece um cartão de débito de recompensas Bitcoin em colaboração com a startup de criptografia Fold.

O PayPal ( PYPL) também permite que os usuários comprem e vendam criptomoedas de suas contas. E a Square (SQ) também permite que os usuários de seu Cash App façam compras recorrentes automáticas de Bitcoin.

Fontes: CNBC, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters, Investor’s Business Daily

Deixe um comentário