Bom dia ADVFN - Investidores aguardam o Payroll e Trump promete ‘transição ordeira' nos EUA - (08/01/2021)

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  08 de janeiro de 2021, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

advfn img

As Bolsas mundiais operam em alta nesse momento; a “onda azul” continua à medida que democratas asseguram o controle sobre a Presidência, a Câmara e o Senado dos Estados Unidos.

Na Ásia, as bolsas fecharam em sua maioria em alta, com um aumento nas ações de tecnologia, mas ações da China continental tiveram tendência de queda, após a Bolsa de Nova York anunciar que vai deixar de listar ações das gigantes de telecomunicações China Telecom, China Mobile e China Unicom. O indicador do Morgan Stanley de ações da Ásia-Pacífico atingiu sua maior alta em cerca de dois meses em meio, com destaques para alta dos ativos ligados a veículos elétricos e semicondutores. As ações da montadora sul-coreana Hyundai Motor subiram 22,82% após um relatório da mídia local sobre um acordo entre a empresa e a gigante tecnológica Apple no desenvolvimento de veículos elétricos e baterias. A Coreia do Sul teve desempenho destacado, auxiliada por uma recuperação da Samsung. O índice Nikkei, do Japão, fechou em alta de 2,36%; o Hang Seng Index, de Hong Kong, subiu 1,2%; o Kospi, da Coreia do Sul, subiu 3,97%; o Shanghai SE, da China, caiu 0,17%.

Na Europa, as bolsas europeias operam em alta nesse momento, com otimismo à medida que o Partido Democrata assegura nos Estados Unidos controle sobre a Presidência, a Câmara e o Senado. Um estudo de laboratório indicou que a vacina Pfizer e BioNTech é eficaz contra as novas mutações altamente transmissíveis do vírus encontradas no Reino Unido e na África do Sul.

Nos Estados Unidosos índices futuros americanos operam em alta; as bolsas tiveram altas recordes na quinta (7), marcada pela confirmação formal no Congresso da vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais, um dia depois de apoiadores de Trump invadirem o Capitólio, sede do Legislativo. Esse cenário é visto como positivo por parte dos investidores. Democratas vêm defendendo pacotes de estímulos à economia mais amplos do que aqueles que foram aprovados. Trump admitiu pela primeira vez na quinta-feira (7) que a administração de Biden assumirá no dia 20 de janeiro, apesar de continuar afirmando “discordar totalmente do resultado da eleição”. Mesmo com o aceno favorável ao rito democrático, continua a pressão pelo impeachment de Trump pela invasão do Capitólio. Um novo estudo laboratorial indica que a vacina desenvolvida pela parceria entre as farmacêuticas Pfizer e BioNTech é eficaz também contra as novas mutações altamente transmissíveis do coronavírus detectadas no Reino Unido e na África do Sul. O relatório de empregos desta sexta-feira deve mostrar uma forte desaceleração nas contratações. O presidente do Federal Reserve Bank de Dallas, Robert Kaplan, disse que as autoridades não deveriam intervir para desacelerar o aumento dos rendimentos dos títulos porque isso deve acontecer à medida que a economia se recupera.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI (NYMEX:CL\Z20) estão sendo negociados a US$51,13, alta de +0,61%. O Brent (NYMEX:BZ) também opera em alta de +0,70%, negociado a US$ 54,74.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ US$ 38.978,37 (+5,22%).  O ouro (COMEX:GC\Z20) é negociado a US$ 1.893,10 por onça-troy.

=> Bitcoin atinge US$ 40.000 pela primeira vez

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro: Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 2,35%, cotados a 1067,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 165,06.

Trends da semana: QUEM EXPORTA IMPORTA! A1DM34, PETR4, RRRP3, UGPA3, VALE3, CSNA3, GGBR4 “APRONTANDO” LÁ FORA!?

Coronavírus

O mundo registra 88.076.175 de casos de coronavírus e 1.898.983 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

O mundo registra 17.590.385 pessoas vacinadas contra a Covid-19.

Brasil  registrou na quinta-feira (7) o maior número de novos casos de Covid-19  em um dia desde o início da pandemia. Desde a tarde de quarta (6), foram confirmados 87.843 novos diagnósticos. Antes, o maior número era de 16 de dezembro de 2020, quando 70.574 casos entraram na contagem. Esse recorde é batido no mesmo dia em que o país ultrapassou 200 mil mortes pela doença causada pelo novo coronavírus.

Foram contabilizadas 1.524 novas mortes nas últimas 24 horas, o segundo maior número desde o início da pandemia. Ao todo, 200.498 brasileiros perderam a vida em decorrência da infecção. Só outro país já havia atingido esse patamar, os Estados Unidos, que tem a maior contagem de casos e mortes em todo o mundo.

A vacina contra a Covid-19 produzida pela universidade de Oxford em parceria com a Astrazeneca pode ser aplicada em dose única no Brasil, afirmou na quinta-feira (7) o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. A Fundação Oswaldo Cruz, que produz o imunizante no Brasil, trabalha com a mesma possibilidade. A decisão ficará a cargo dos responsáveis pelo Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

Brasil

O ministro da Saúde afirmou ontem que foram compradas 100 milhões de doses da vacina do Instituto Butantan para o Plano Nacional de Vacinação. Eduardo Pazuello afirmou que a divisão dos imunizantes seguirá critérios nacionais e não critérios estaduais ou municipais.

Coronavac registrou eficácia de 78% em testes feitos no Brasil e garantiu proteção de 100% contra casos graves de Covid-19. Até sexta-feira (8), o Instituto Butantan deve pedir à Anvisa o uso emergencial do imunizante.

O Brasil ultrapassou a marca de 200 mil mortes por Covid-19. A primeira morte foi registrada há dez meses, no dia 12 de março de 2020.

Poderes

O presidente Jair Bolsonaro assinou ontem (7) um decreto que reabre crédito extraordinário de R$ 19,9 bilhões para custear vacinação da população contra o covid-19. O crédito de R$ 20 bilhões para esse fim estava previsto em uma Medida Provisória (MP) editada em 17 de dezembro, já no fim do exercício financeiro. Em razão da exiguidade de tempo, explicou o governo, o decreto reabrindo o crédito foi necessário.

Economia

Os juros futuros encerraram a sessão regular em alta firme na quinta-feira, sob influência do temor de recrudescimento da crise fiscal no Brasil. O contrato para janeiro de 2022, o mais líquido, superou o nível de 3%, o que não ocorria no fechamento desde meados de dezembro. O DI janeiro 2022 subiu de 2,949% no ajuste de quarta-feira para 3,030% (regular), na máxima do dia, e 3,020% (estendida). O janeiro 2023 avançou de 4,425% a 4,615% (máxima, fechamento da regular) e 4,605% (estendida). O janeiro 2025 saltou de 5,934% a 6,180% (máxima, regular) e 6,170% (estendida). O janeiro 2027 foi de 6,703% a 6,960% (regular e estendida). E o janeiro 2029 passou de 7,163% a 7,450% (regular) e 7,440% (estendida).

Aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros, a caderneta de poupança tem atraído cada vez mais o interesse. Em 2020, os investidores depositaram R$ 166,31 bilhões a mais do que retiraram da aplicação, informou na quinta-feira (7) o Banco Central (BC). O resultado é o maior já registrado para um ano desde o início da série histórica, em 1995. Em 2019, a captação líquida – diferença entre depósitos e retiradas – tinha ficado em R$ 13,33 bilhões. O recorde anterior tinha sido registrado em 2013, quando a aplicação financeira tinha captado R$ 71,05 bilhões.

Justiça

São Paulo: A Justiça paulista concedeu ontem (7) liminar que determina a manutenção da isenção de pagamento de transporte público a maiores de 60 anos. O governo do estado deve voltar a permitir o transporte gratuito para essa parcela da população com a suspensão do Decreto Estadual nº 65.414/20. Cabe recurso da decisão.

Estados Unidos

Com a eleição dos dois senadores democratas na Geórgia, o governo de Joe Biden, que toma posse no dia 20, controlará tanto o Senado quanto a Câmara. Não serão maiorias confortáveis: por um voto, o da vice Kamala Harris, no Senado e 11 votos na Câmara. Mas ainda assim darão mais liberdade a Biden para governar.
Com maioria no Congresso, Biden deve priorizar economia, Obamacare e energia.

A agenda econômica doméstica ganha força, trazendo o resultado de dezembro do IGP-DI e o desempenho da indústria em novembro. Principal indicador lá fora, o payroll deve mostrar hoje (10h30) uma situação ainda difícil do emprego nos EUA em dezembro.

Trends da semana: QUEM EXPORTA IMPORTA! A1DM34, PETR4, RRRP3, UGPA3, VALE3, CSNA3, GGBR4 “APRONTANDO” LÁ FORA!?

Confira a agenda:

🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓 08/01

🇩🇪 Produção Industrial mensal (04h00)
🇩🇪 Balança Comercial (04h00)
🇫🇷 Gasto dos Consumidores (04h45)
🇬🇧 Índice de Preços de Imóveis Halifax (05h30)
🇬🇧 Produtividade de Mão de Obra (06h30)
🇪🇺 Taxa de Desemprego (07h00) ⭐️
🇧🇷 Índice IPC-S semanal (08h00)
🇧🇷 Índice IGP-DI mensal (08h00)
🇧🇷 Produção industrial mensal e anual (09h00)
🇺🇸 Relatório de Emprego Payroll (10h30) ⭐️
🇺🇸 Contagem de sondas Baker Hughes (15h00)

Proventos Hoje :

Data “Com” – Santander (SANB) negociada como data “Com”…

Data “Ex” – Cristal (CRPG) negociada como data “Ex”…

Pagamento – B3 (B3SA), Unidas (LCAM) agendados para hoje…

Ibovespa e dólar no último pregão: 

Referência do mercado acionário brasileiro, o ibovespa bateu os 120 mil pontos, porém, diferentemente do pregão de segunda-feira, quando ela não se manteve no patamar, na quinta-feira ela fechou em 122.385 pontos, alta de 2,7%. Na mínima, o Ibovespa ficou em 119.100,76 pontos e, na máxima, foi a 122.696,64 pontos. O volume financeiro na sessão somava 38,1 bilhões de reais.

Maiores altas do Ibovespa

SUZB3   +8,64% R$ 62,49
BRAP4   +8,28% R$ 76,38
KLBN11  +7,61% R$ 28,13
VALE3   +7,02% R$ 102,32
CSNA3   +6,44% R$ 38,53

Maiores baixas do Ibovespa

CVCB3    -3,65% R$ 19,56
ENGI11   -3,57% R$ 47,58
CPFE3    -3,45% R$ 30,25
VVAR3   -2,77% R$ 15,08
VIVT3    -2,44% R$ 43,90

== > Cansado de perder dinheiro? 

MATÉRIAS ESPECIAIS!

== >Aqui estão todas as carteiras de dividendos para o mês de janeiro

==> Aqui estão todas as carteiras de Small Caps para o mês de janeiro

Dólar    

dólar comercial:  o dólar fechou em alta de +1,82% sendo cotado a R$5,399  para venda e a R$ 5,398 para compra, é a maior valorização percentual diária desde 23 de setembro, quando o dólar subiu 2,18% a R$ 5,4353.

Ifix   

IFIX , fechou em queda de 0,22%, aos 2.863,51 pontos. Na mínima do dia o índice de FIIs bateu os 2861,9 pontos, enquanto a máxima foi de 2872,7 pontos. Em janeiro o índice acumula queda de 0,23%. A movimentação financeira foi de R$ 237,98 milhões.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, A bula do mercado,G1, Agência Brasil e BDM.

Deixe um comentário