Bovespa: Índice de ações do setor industrial fecha em forte baixa de -2,84% nesta sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

LinkedIn

SÃO PAULO, 29 de janeiro de 2021 (ADVNEWS) – O Índice do Setor Industrial da BM&FBovespa fechou o pregão desta sexta-feira cotado em 23.265,91 pontos – uma desvalorização de -2,77% em relação ao pregão anterior.

Fruto de um convênio entre a Federação das Industrias do Estado de São Paulo (FIESP) e a BM&FBovespa, o INDX (Índice do Setor Industrial) foi desenvolvido com o objetivo de aferir a performance das ações mais representativas do setor industrial, importante segmento da economia brasileira.

Ao longo do dia, a cotação do índice oscilou moderadamente, registrando uma diferença de 789,33 pontos entre os valores mínimo (23.225,34) e máximo (24.014,67) obtidos pelo indicador.

No total, 36.989 negócios envolvendo as ações que compõem a carteira de ativos do Índice do Setor Industrial foram realizados durante o pregão, movimentando mais de 122.160.100 ações.

Com a desvalorização de hoje, o INDX acumula uma alta de +4,46% nos últimos doze meses. No ano, o índice acumula uma baixa de -0,53%.

Desempenho das principais ações componentes do Índice INDX no pregão de 29 de janeiro de 2021

Um total de 36.441 negócios foram realizados envolvendo as ações preferenciais e ordinárias da AMBEV – maior empresa da américa latina e uma das maiores fabricantes de cerveja do mundo. Esses negócios envolveram a transação de 23.141.500 ações da empresa e a movimentação de R$ 353.231.856,00

* As ações ordinárias da AMBEV fecharam cotadas em R$ 15,14 uma baixa de desvalorização de -2,57%.

Um total 15.623 negócios foram realizados envolvendo as ações ordinárias da Embraer S/A – uma das maiores fabricantes de aviões do mundo. Esses negócios envolveram a transação de 11.819.800 ações da empresa e a movimentação de R$ 105.657.192,20

* As ações ordinárias da Embraer fecharam cotadas em R$ 8,79 – uma baixa de desvalorização de -3,72%.

Um total de 34.437 negócios foram realizados envolvendo as ações ordinárias da Natura Cosméticos S/A – empresa líder do mercado brasileiro de cosméticos, fragrâncias e higiene pessoal. Esses negócios envolveram a transação de 7.796.900 ações da empresa e a movimentação de R$ 381.751.817,80

* As ações ordinárias da Natura fecharam cotadas em R$ 49,09 – uma baixa de desvalorização de -2,41%.

Principais destaques positivos e negativos do Mercado Bovespa no pregão de 29 de janeiro de 2021

Dentre todos os ativos negociados no mercado de ações da Bovespa, 17,36% (71) fecharam o pregão desta sexta-feira operando em alta. As maiores altas registradas no fechamento do pregão foram:

1) Valorização de +12,26% da ação ordinária PANATLANTICA ON
2) Valorização de +9,58% da ação preferencial PAR AL BAHIA PN
3) Valorização de +8,60% da ação ordinária PLASCAR PART ON

Veja o ranking completo das maiores altas do Mercado Bovespa.

Dentre todos os ativos negociados no mercado de ações da Bovespa, 79,95% (327) fecharam o pregão desta sexta-feira operando em baixa. As maiores baixas registradas no fechamento do pregão foram:

1) Desvalorização de -33,33% da ação ordinária BR BROKERS ON
2) Desvalorização de -23,00% da ação ordinária CELGPAR ON
3) Desvalorização de -14,24% da ação preferencial ALFA CONSORCIO PNA

Veja o ranking completo das maiores baixas do Mercado Bovespa.

Usuários ADVFN acompanham, gratuitamente e em tempo real, a cotação de todas as ações negociadas na BM&FBOVESPA através das ferramentas Monitor, Cotação e Gráfico.

Deixe um comentário